COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 11: NOSSA MENSAGEM PROFÉTICA (07 a 14 /12/2013)

 Enquanto durar o tempo da Graça os homens têm a oportunidade de se arrepender e se voltarem para Deus.
“Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. “
Apocalipse 14:12 

Giotto di Bondone

VERSO ÁUREO: “ E vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-Lhe glória, pois é chegada a hora do Seu juízo; e adorai Aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas”. Apoc. 14:6 e 7.

INTRODUÇÃO: O verso áureo desta semana resume bem a mensagem que a Igreja Adventista prega. A pregação do evangelho eterno envolve todos os itens apresentados na bíblia, sem acrescentar e sem diminuir as doutrinas. A Igreja Adventista nasceu de um movimento profético, como vamos analisar na lição de domingo, e está autorizada a pregar as mensagens contidas no Apocalipse. Apocalipse 14:6-13 apresenta uma mensagem que  a Igreja Adventista do 7º Dia pode pregar no seu contexto total e sem omissões.

Que mensagens a serem anunciadas a todo o mundo apresenta Apocalipse 14:6-13?
1) Criação: No âmbito da criação, as últimas pesquisas informam-nos de que mais de 90% das pessoas acreditam na existência de Deus, ou em algum poder superior Criador. Mesmo assim, de alguma forma, a responsabilidade de provar que Deus realmente existe é posta sobre aqueles que acreditam que Deus existe. Para mim, deveria ser o contrário. Deus criou o mundo em seis dias, descansou e santificou o dia de Sábado e pede adoração exclusiva neste dia.
2) Julgamento: Em relação ao juízo não temos dúvidas de que Deus trará juízo para todas as pessoas. Nós acreditamos que o juízo de Deus está dividido em três fases diferentes. A) Pré-advento, que já está em andamento desde 1844 e que terá o seu fim no fechamento da porta da graça. B) Juízo milenar, que acontecerá durante o período dos mil anos quando os salvos estiverem no céu. C) Juízo executivo, quando Satanás, demônios e perdidos forem destruídos no final dos mil anos.
3) Adoração: Quanto a adoração encontramos unicamente no quarto mandamento a ordem para adorarmos o Criador dos céus e da terra. Embora a adoração a Deus possa e deva ser feita todos os dias e em todos os lugares, vemos uma ordem explícita no mandamento do sábado. Ver Exodo 20:8-11. É também curioso que o texto para esta semana menciona que o povo fiel guarda os 10 mandamentos, incluindo o sábado. Veja os seguintes textos comparados: “Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” Apocalipse 14:12 – “E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.” Apocalipse 14:9-10.
4) Contaminação: Deus pede para os Seus filhos fiéis saírem da Babilônia, que representa um sistema religioso apostatado das doutrinas de Deus. Veja o texto: “E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação.” Apocalipse 14:8.
5)Pregação: A igreja de Deus é chamada para pregar a mensagem no âmbito mundial: “E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo.” Apocalipse 14:6. Ver Mateus 28:18-20.
6)Inconsciência na morte:
A igreja de Deus também prega a verdade sobre o estado do homem na morte. Veja estes textos: “E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem.” Apocalipse 14:13. Aqui está uma descrição clara das pessoas que morreram no Senhor e que já estão sendo Julgadas na fase pré-advento. Qual é a atual situação dos mortos? Estão a descansar e ficam inconscientes até a ressurreição.

A igreja Adventista do 7ª Dia prega sobre todos estes temas com muita alegria e autoridade.

DOMINGO (8 de dezembro) TEMPO DE DESAPONTAMENTO – Daniel 8 e Apocalipse 10 completam-se. Daniel dá o prazo para que o santuário seja purificado. “..Até 2300 dias e o santuário será purificado” Daniel 8:14. O movimento Millerita achava que Jesus iria purificar a terra com a Sua volta, mas a purificação foi a do santuário celestial. Eles acertaram na data mas erraram quanto ao acontecimento. E em Apocalipse 10 encontramos o cumprimento desta profecia. Depois de feitos os cálculos, em 22 de outubro de 1844 havia a grande expectativa da volta de Jesus. Como Jesus não veio, o dia 23 de outubro de 1844 foi de muita tristeza e decepção, e cumpriu-se a profecia de Apocalipse 10.

Em Apocalipse 10 Deus mostra o resultado daquela decepção, e o livro de Daniel aparece na mão do anjo explicando o resultado da visão do profeta Daniel. Veja o texto: “Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra. E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.” Apocalipse 10:7-10

Aí está a explicação da decepção que o povo Millerita teve. E no verso 11 mostra Deus utilizando-Se do dom profético, em Sua igreja nestes últimos dias, através de Ellen White. Aí está o texto: “E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis.” Apocalipse 10:11. Embora os Milleritas não fossem Adventistas do Sétimo Dia; a igreja de Deus, para estes últimos dias, nasceu como resultado deste movimento profético e traz consigo o dom de profecia através de Ellen White. Comparar Apoc. 14:12 e 12:17 com 19:10. Para além da igreja Adventista do 7º Dia contar com a profetisa Ellen White, ela procura cumprir a missão de pregar até a volta de Jesus.

Os discípulos de Jesus também passaram pela decepção após a Sua morte. Hoje alguns filhos de Deus passam por decepções e tristezas na vida, mas tem a promessa da presença do Espírito Santo com eles. Assim como Deus não abandonou o povo Millerita fiel, mas serviu-Se dele para conduzir à compreensão da profecia e estabelecer a Sua igreja para o tempo do fim, Ele cuida de cada um de nós. Amém?

SEGUNDA-FEIRA (9 de dezembro) TEMAM A DEUS ! – Dentro do contexto do estudo desta semana vamos entender o que significa “temer a Deus”. Este é o texto para hoje: “Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” Apocalipse 14:7.

O que significa temer a Deus? Significa uma entrega, reverência, respeito, honra e obediência a Deus. Para o descrente, temer a Deus é temer o julgamento de Deus e a morte eterna, que é separação eterna de Deus. Ver Lucas 12:5 e Hebreus 10:31. Para o crente temer a Deus é algo muito diferente. O temor do crente é reverência e obediência a Deus. Veja como o seguinte texto explica muito bem: “Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor; porque o nosso Deus é fogo consumidor.” Hebreus 12:28-29. Essa reverência e santo temor explicam exatamente, o que realmente temer a Deus significa para os crentes. Esse é o fator que deve estimular a entregar-nos totalmente ao Criador do Universo.

Veja estes comentários de Ellen White: “Cuidado com os adiamentos! Não deixe para depois a decisão de abandonar seus pecados e buscar a pureza de coração através de Jesus. É nesse ponto que milhares têm errado, e se perderão para sempre”. Caminho a Cristo, 22

“Muitos que professam amar e temer a Deus preferem seguir a inclinação de seu próprio espírito, em vez de tomarem conselho com a Sabedoria Infinita. Em uma questão que interessa vitalmente a felicidade e bem-estar de ambas as partes, para este mundo e o porvir, a razão, o juízo e o temor de Deus são postos de parte, permitindo-se que domine o cego impulso, a obstinada determinação”. Cartas aos Jovens Namorados, 87.

Muitos têm a tendência de minimizar o temor de Deus dos crentes à apenas “respeito” por Ele. Embora respeito faça parte do conceito, temer a Deus, na verdade, significa mais do que isso. O conceito bíblico do temor de Deus, para o crente, inclui a compreensão do quanto Deus odeia o pecado e ama o pecador.

TERÇA-FEIRA (10 de dezembro) – A FÚRIA DAS NAÇÕES – O que significa a ira das nações? Significa Satanás usar sistemas religiosos falsos para tentar contaminar a verdade de Deus e para infringir perseguição aos santos de Deus. Em Apocalipse 13 menciona o poder que as duas bestas exercem. Leia Apocalipse 13. Veja este texto: “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo.” Apocalipse 12:17

Além da visão que Daniel teve sobre o juízo que antecede a volta de Cristo, a qual está relatada em Daniel 7, João também teve uma visão a respeito do mesmo juízo. Ai está a visão: “E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda. E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é vinda, porque já a seara da terra está madura. E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada. E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual também tinha uma foice aguda. E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras. E o anjo lançou a sua foice à terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus. E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios.” Apocalipse 14:14-20.

Por que as nações vão irar-se contra o povo de Deus? Enquanto Deus conduz o Seu povo obediente e fiel, Satanás também conduz, como pode, as nações e procura perseguir o povo de Deus. Foi assim no na era patriarcal, foi assim na época do povo de Israel, foi assim contra o menino Jesus, foi assim na Idade Média, durante os 1260 anos da profecia, é assim hoje e assim será nos últimos dias.

Como as nações se manifestarão contra o povo de Deus? Haverá uma tríplice aliança que guerreará contra o povo de Deus, a saber: A igreja Católica Apostólica Romana, o protestantismo apóstata, representado por todas as igrejas evangélicas, protestantes e conservadores, que são as filhas da grande prostituta mencionada em Apoc. 17, também o judaísmo, islã e religiões do extremo oriente e o Espiritismo. Estas três forças unidas tentarão exterminar o povo de Deus da face da terra. Na primeira etapa será através de perseguição e confiscação de bens e de direitos; em num segundo momento será com um decreto de morte.

O povo de Deus será perseguido por causa de duas doutrinas, distintas das demais religiões, que defendem e continuarão a defender: A santificação do sábado, não do domingo e a compreensão bíblica da inconsciência na morte, isto é; a pessoa morre e fica em estado de sono até o dia da ressurreição. Depois desta confusão toda e do juízo pré-advento, Jesus voltará nas nuvens com os Seus anjos e dará o Seu reino para os santos.

Veja estes textos esclarecedores: “E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” Apocalipse 11:18

“Quando nossa nação renunciar os princípios de seu governo de tal forma que vote uma lei dominical, nesse próprio ato o protestantismo dará a mão ao papado. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 318. Os protestantes lançarão toda a sua influência e poder ao lado do papado. Por um ato nacional impondo o falso sábado, eles darão vida e vigor à corrompida fé de Roma, avivando sua tirania e opressão da consciência”. Eventos Finais, 128

“Os protestantes dos Estados Unidos, serão os primeiros a estender as mãos através da voragem para apanhar a mão do espiritismo; estender-se-ão por sobre o abismo para dar mãos ao poder romano; e, sob a influência desta tríplice união, este país seguirá as pegadas de Roma, desprezando os direitos da consciência.” O Grande Conflito, 588.”

QUARTA-FEIRA (11 de dezembro) ADOREM O CRIADOR – O ponto central do livro do Apocalipse tem a ver com adoração a Deus. A oposição de Deus colocou mediadores humanos e introduziu imagens de esculturas e ídolos para desviar a atenção do Criador dos céus e da terra. A oposição apoia o ensino nas escolas de que o mundo evoluiu e não veio das mãos criadoras de Deus. A oposição mudou o sábado bíblico para o domingo humano e pagão como dia de cultos. Deus pede exclusividade e obediência na adoração. A palavra diz: “…E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” Apocalipse 14:7. Todos são convidados a adorar ao Criador. Se todos foram criados por Deus, logo devem a sua existência a Deus e devem agradece-lo por isso.

O Cristianismo destaca-se de todas as outras religiões porque baseia-se em uma relação pessoal com Deus. Êxodo 34:14 diz: “porque não adorarás a nenhum outro deus; pois o Senhor, cujo nome é zeloso, é Deus zeloso.” O cerne da nossa fé é o nosso relacionamento pessoal com o nosso Criador. A adoração é um ato que comemora essa relação pessoal. Através da adoração, nós nos comunicamos com o nosso Deus. Através da adoração, reconhecemos o Seu senhorio e Divindade. Quer expressemos a nossa gratidão através da música, da oração ou por outros meios, a adoração é; na sua essência, a expressão de intimidade com Deus. Devemos viver em obediência aos mandamentos de Deus, mas não é uma obediência fria e descuidada que Ele deseja. Deuteronômio 6:5 diz: “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.”

A adoração deve ser a maior prioridade para a igreja, vindo depois a comunhão com os irmãos e também a ação missionária. A igreja promove a reunião de todos os que invocam o nome de Deus, aproveitando da graça que nos é oferecida através da morte de Jesus. Recebemos as instruções de fazer discípulos e viver em obediência aos mandamentos de Deus: “Quem guarda os seus mandamentos, em Deus permanece e Deus nele”. I João 3:24. A verdadeira adoração consiste em adorar a Deus criador e sermos obedientes aos Seus mandamentos, incluindo o sábado que é o memorial da criação.

QUINTA-FEIRA (12 de dezembro) A PERSEVERANÇA DOS SANTOS – A lição de hoje fala sobre uma qualidade especial dos santos, a paciência. O termo grego traduzido por “paciência dos santos” é hupomone, que expressa a ideia de suportar ou permanecer firme sob circunstâncias difíceis. É traduzido por “paciência”. Na literatura grega, ela é atribuída a uma atitude de perseverança agressiva e desafiadora ao enfrentar dificuldades e infortúnios. Revela coragem, persistência e disposição diante do sofrimento.

Essas ideias expressam bem o significado principal do termo hupo “sob” e mone “permanecer”, ou seja, “permanecer sob” pressão, sem desistir. Eis o texto principal para hoje: “Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” Apocalipse 14:12.

A última passagem que aplica o termo hupomone para designar o povo de Deus do tempo do fim descreve-o como aqueles que têm a “paciência dos santos”, que guardam os mandamentos de Deus e têm a fé de Jesus. Apoc 14:12. O contexto imediato, capítulos 12 e 14 torna claro que a capacidade de resistir, de suportar, é necessária porque os poderes do mal proclamam a falsa mensagem, ou seja, convida o povo a adorar a imagem da besta. E porque sua vida está sendo ameaçada, estão sob imensa pressão. Ver Apoc. 13:15. Entretanto, eles resistem sabendo que podem confiar no livramento do Senhor. Essa resistência é baseada no compromisso pessoal com o Cordeiro e na profunda convicção de que Ele os libertará. Em Apocalipse, hupomone é a característica chave dos remanescentes que enfrentaram perseguição, sofrimento e engano.

Muitos dos filhos de Deus podem estar enfrentando, hoje, perseguição; outros podem estar lutando contra falsos ensinamentos. A mensagem para todos nós é: Permaneçam fiéis e firmes mesmo sob pressão, estando completamente seguros de que pode esperar pelo Senhor. Três coisas são necessárias: A comunhão com Jesus, para que quando a crise chegar pra valer os filhos de Deus possam permanecer firmes, a obediência incondicional aos mandamentos de Deus e seguir à ordem evangélica de “ir e pregar”.

Veja estes textos: “No grande conflito entre a fé e a descrença todo o mundo cristão estará envolvido. Todos tomarão partido. Aparentemente, alguns talvez não se engajem de um lado ou outro do conflito. Talvez não pareçam tomar partido contra a verdade, mas não se porão audazmente em campo a favor de Cristo, com receio de perder propriedades ou sofrer opróbrio. Todos esses são incluídos entre os inimigos de Cristo. Review and Herald, 7 de fevereiro de 1893.

“Ao nos aproximarmos do fim do tempo, a distinção entre os filhos da luz e os filhos das trevas será cada vez mais clara. Eles estarão cada vez mais em desacordo. Essa diferença é expressa nas palavras de Cristo: “nascer de novo” – criados novamente em Cristo, mortos para o mundo e vivos para Deus. São estas as paredes de separação que dividem o celestial do terreno e descrevem a diferença entre os que pertencem ao mundo e os que são escolhidos do meio dele, os quais são eleitos e preciosos à vista de Deus. Special Testimony to the Battle Creek Church, pág. 3. Eventos Finais. 124

SEXTA-FEIRA (13 de dezembro) LEITURA ADICIONAL – Em Apocalipse 14 é predito um grande despertamento religioso onde um anjo proclama a breve vinda de Jesus. O segundo anjo declara em Apoc. 14:8 que “Babilônia caiu“. Babilônia representa religiões mundiais caídas, inclusive igrejas Cristãs que caíram para longe de Cristo. Neste caso a igreja é impura. A fornicação implica que algo está tomando o lugar de Cristo. A Bíblia frequentemente retrata o relacionamento de Cristo e da igreja como um casamento. Ver Apoc. 19:6-8, as bodas do Cordeiro. O esposo, Cristo, é identificado como o Criador em Isaías 54:5. Este texto sugere que a substituição com outro “criador” seria fornicação. Qualquer igreja que fez tal escolha caiu. A mensagem do segundo anjo pode ser considerada como uma resposta à reação do mundo cristão à mensagem do primeiro anjo em relação à criação e ao julgamento.

A mensagem do terceiro anjo contida em Apoc.14:9-12 é uma advertência: “Não adore a besta e ou receba sua imagem.” Aqueles que desconsiderarem essa advertência enfrentarão julgamento e punição. Note a palavra “adoração”, novamente ligada ao julgamento. Adorar a besta em lugar de Deus é adultério espiritual. A marca da besta é um sinal de fornicação e queda espiritual. Essa queda vem como resultado da rejeição da mensagem do terceiro anjo: adorar a Deus o Criador, e aceitar Sua oferta de lhe declarar “não culpado” no julgamento. Aparentemente, os que rejeitam a mensagem do primeiro anjo se unirão para “marcar” os que discordam deles. Eles vão até mesmo valer-se de força para evitar que qualquer pessoa aceite a mensagem dos três anjos.

Anúncios

, , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: