COMENTÁRIO À LIÇÃO 8 – PALAVRAS DE SABEDORIA – (14 A 21/02/2015)

A sabedoria que vem de Deus não se adquire através do conhecimento humano como muitos possam pensar. Ela vem da busca do homem por Deus através de seu filho Jesus Cristo, no aprofundar do homem em seu relacionamento com Cristo por meio do estudo da Bíblia, da prática da mesma e da busca pelo Espírito Santo de Deus.
“Esforço-me para que eles sejam fortalecidos em seu coração, estejam unidos em amor e alcancem toda a riqueza do pleno entendimento, a fim de conhecerem plenamente o mistério de Deus, a saber, Cristo.
Nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento.” (Colossenses 2:2-3)
fabiodeps@gmail.com

Academia de Atenas - Rafael SanzioVERSO ÁUREO: “A multidão dos homens apregoa a sua própria bondade, porém o homem fidedigno quem o achará?” Provérbios 20:6

INTRODUÇÃO (sábado 14 de fevereiro) – As pessoas de todo o mundo são diferentes tanto no tamanho, religião, sexo, idade, educação que teve acesso, classe social e na sua moral. O meio ambiente exerce influência antes mesmo do nascimento da criança, e esta se multiplica através do meio familiar, social e religioso. No pré-natal a criança já é influenciada por drogas, nutrição e hormônios, e depois do nascimento pelo oxigênio, nutrição e educação. Portanto o meio em que a pessoa está envolvida fala mais do que a própria herança genética.

Durante o estudo desta semana vamos estudar vários provérbios de sabedoria, que se forem seguidos seremos muito felizes. Independentemente do meio vivido, da herança que a pessoa recebeu e criação que teve, o Espírito Santo tem poder para transformar o coração do pecador e conceder a vida eterna. É para isso que Jesus veio ao mundo; para salvar a humanidade de seus delitos e pecados. E as palavras de sabedoria, contidas na Bíblia, foram escritas para serem seguidas.

A herança religiosa recebida pelas pessoas parte de várias crenças. Cito apenas um exemplo que serve para mostrar o que pretendo: A cultura da África chegou ao Brasil, em sua maior parte, trazida pelos escravos negros na época do tráfico de escravos e eles também levaram a sua cultura religiosa ao Brasil. Os portugueses também, na sua conquista ao Brasil, levaram a sua cultura religiosa. Tanto os cultos afro-brasileiros; como a umbanda, quimbanda e candomblé; como a igreja Católica Romana influenciaram os brasileiros para seguirem a suas religiões, mas esse fator não quer dizer, em termos de religião, que eles estão certos e o restante das religiões estão erradas. Existe muita sabedoria em analisar e escolher o que a Bíblia ensina. A Bíblia está acima de tradições humanas.

A lição desta semana mostra que a verdadeira sabedoria vem do Deus Criador, Mantenedor e Redentor de todas as pessoas com as suas várias culturas, gostos, tradições e religiões. Mostra que existe muita sabedoria em seguir as orientações como a Palavra de Deus as apresenta e não como as pessoas acham que deve ser. O verso aúreo mostra exatamente isso; cada pessoa diz que a sua religião é a verdadeira, e que fazem as coisas corretamente; mas quem realmente está seguindo as verdades da Bíblia? Existe muita sabedoria em seguir aquilo que Deus escreveu na Bíblia. Seguir as orientações de líderes humanos, que não praticam a vontade de Deus, é sinal de insensatez e não de sabedoria. Hoje há muitas vozes querendo abafar a voz de Deus. Cuidado com essas vozes!  Veja algumas palavras de sabedoria que vem do Deus Criador: “O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino.” Provérbios 1:7

“Adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca, nem delas te apartes.” Provérbios 4:5:

“O temor do Senhor consiste em aborrecer o mal; a soberba, a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu os aborreço. Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria, eu sou o Entendimento, minha é a fortaleza.” Provérbios 8:13-14

 

DOMINGO (15 de fevereiro) SOMOS TODOS IGUAIS – O que é que nos torna todos iguais? É a situação desesperada de pecadores que define a nossa infeliz a situação.Veja o texto para hoje: “Quem poderá dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado?” Provérbios 20:9.

Como acredito na descrição bíblica de que fomos criados por Deus e não aceito a evolução, acredito também na parte da Bíblia onde diz que o pecado contaminou a terra, logo; “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” Romanos 3:23. A Bíblia nos diz que todos nós precisamos do perdão de Deus. Todos nós temos cometido pecados. Eclesiastes 7:20 diz: “Não há homem justo sobre a face da terra que faça o bem e que não peque.” Em I João 1:8 encontramos: “Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós.” A final todos somos iguais neste ponto! Mas o nosso caso não está perdido. A própria Bíblia menciona o remédio e a cura para a nossa situação de pecadores; é Jesus Cristo!

Que valor tem o ser humano perante Deus? Veja outro texto para hoje: “O ouvido que ouve, e o olho que vê, o Senhor os fez a ambos.” Provérbios 20:12. Como fomos criados por Deus, Ele tem um carinho muito especial por nós. Assim como os pais e avós amam os seus filhos, Deus ama-nos muito mais do que os nossos pais nos amam. Somos todos iguais no sentido de sermos criaturas de Deus que vivem no mundo de pecados, mas também somos iguais no sentido de merecermos a salvação. Aliás, como a salvação é pela graça de Deus, nem sequer merecemos a salvação, mas Deus nos salva com profunda satisfação e amor.

O problema está em que as pessoas não são iguais em aceitar e receber a salvação. Aqui é que está o problema humano. Deus fez tudo para salvar o homem do seu pecado, mas muitos rejeitam a salvação. A missão de Jesus Cristo em salvar o pecador tem sido considerada como uma coisa qualquer. A Bíblia nos diz em João 3:16-21 do plano de resgatar o pecador, mas  muitas pessoas, com a vida toda errada e vivendo no pecado dizem crer em Deus, mas continuam na prática dos pecados.

Quando alguém diz crer em Jesus deve abandonar a prostituição, adultério, drogas, amizades perversas e vícios. Os que realmente crêem em Deus seguem os Seus caminhos. Cristo está preparando um povo para encontrar Jesus Cristo, e a oportunidade de salvação é hoje, pois no dia do juízo não haverá tempo para arrependimentos. E depois da morte cada caso já estará decidido. Veja estes textos: “Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto.” Hebreus 3:7-8

“E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.” Hebreus 9:27-28.

Assim como somos todos iguais na condição de pecadores e da graça da salvação que vem de Deus, também deveríamos ser iguais em aceitar Jesus como nosso salvador. O que ainda impede de você aceitar Jesus, ser batizado e obedecer a Sua palavra?

 

SEGUNDA-FEIRA (16 de fevereiro) A PROVA DA VIDA –  A lição de hoje mostra que o valor da vida está em demonstrar, através dos pequenos atos da vida, atenção ao próximo com humildade, mansidão, bondade, pureza, justiça e fidelidade. Veja os textos de hoje: “A multidão dos homens apregoa a sua própria bondade, porém o homem fidedigno quem o achará?” Provérbios 20:6

 

“Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.” Jeremias 9:23-24.

“E ele, assentando-se, chamou os doze, e disse-lhes: Se alguém quiser ser o primeiro, será o derradeiro de todos e o servo de todos.” Marcos 9:35.

A prova da vida do cristão é vista através de atos e não apenas de palavras e intenções. O cristão age em favor das pessoas. No cristianismo amor não é mero afeto, mas a ação que motiva a servir as pessoas. Desde o nosso batismo o Espírito Santo habita em nós e produz os Seus frutos e dons para nos conduzir ao amor de Deus e ao serviço dos irmãos e comunidade. O Espírito Santo nos ajuda a vencer o pecado e a viver de acordo com a lei dos 10 mandamentos de Deus. E o resumo da lei de Deus é o amor a Deus e ao próximo

A pessoa prova que ama a Deus não é através de uma gorda conta bancária, propriedades, carros, bom emprego ou cultura. Tudo isso é bom se tiver a bênção de Deus e se for usado para a Sua glória. A parábola do bom samaritano, relatada em Lucas 10:25-37, é um bom exemplo para mostrar que quem cumpre a lei do amor dá a maior prova de discipulado. Esse parábola menciona que nem sempre o que diz ser religioso prova que é religioso. Que tipo de prova você tem dado da sua fé?

Lembremos que Deus dá oportunidades iguais para todas as pessoas praticarem o bem, mas haverá um momento que Ele vai submeter todos a um exame. Esse exame será no dia do juízo! Veja o texto: “Porque Deus há-de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” Eclesiastes 12:14. Há dois julgamentos distintos; o dos salvos e o dos perdidos. Os salvos são julgados antes da volta de Cristo e os perdidos durante os mil anos. Com a volta de Cristo haverá a separação entre os salvos e os perdidos; mas a execução dos perdidos será no final dos mil anos. Os crentes serão recompensados com base na obediência a Deus, nas boas obras praticadas e da forma como serviram fielmente a Cristo. Ver I Coríntios 9:4-27. Vão ser recompensados porque atenderam a grande comissão de Mateus 28:18-20 e porque foram vitoriosos sobre o pecado. Ver Romanos 6:1-4. Também serão recompensados porque controlaram muito bem as suas línguas. Ver Tiago 3:1-9. O fogo do juízo de Deus queimará a “madeira, feno e palha” das palavras que falamos e coisas que fizemos que não tinham valor eterno. “Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus”. Romanos 14:12.

 

TERÇA-FEIRA (17 de fevereiro) A ESPERA DO SENHOR – Veja as palavras de Sabedoria para hoje: “Suave é ao homem o pão da mentira, mas depois a sua boca se encherá de cascalho.” Provérbios 20:17

“Os pensamentos do diligente tendem só para a abundância, porém os de todo apressado, tão-somente para a pobreza.” Provérbios 21:5.

Os versos acima falam a respeito da mentira e do roubo. Esses são dois pecados que causam muitos problemas para quem os pratica e para as pessoas atingidas. A tendência das pessoas que são vítimas desses males é resolver o problema com as suas próprias mãos, usando as suas próprias forças. Mas Deus pede para que os Seus filhos deixem para o Senhor Deus resolver, no Seu tempo. Veja o verso que justifica o título da lição de hoje: “Não digas: Vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor, e ele te livrará.” Provérbios 20:22. Lidar com a ira é um tópico muito importante. Um conselheiro experiente disse que 50% das pessoas que foram ao seu consultório para aconselhamento tinham problemas com ira. A ira pode destruir a comunicação e acabar com relacionamentos, além de arruinar a alegria e saúde de muitos.

Sobre a vingança Jesus disse assim: “Ouvistes que foi dito: Olho por olho, dente por dente. Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra; e, ao que quer demandar contigo e tirar-te a túnica, deixa-lhe também a capa. Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pede e não voltes as costas ao que deseja que lhe emprestes.” Mateus 5:38-42. Neste texto o Senhor Jesus trata sobre a questão da vingança e do perdão. Estes são temas centrais do Sermão do Monte, pois Jesus sempre cita casos de conflitos e a necessidade de perdão.

Note como o Sermão do Monte menciona com muita insistência na questão de problemas e conflitos com o próximo. Qual é a razão disto? É porque a atitude de perdão, compaixão, misericórdia e mansidão é totalmente contrária à natureza humana. Jesus quer nos mostrar quão longe estamos da vida espiritual que agrada a Deus. O nosso instinto natural é de revidar e vingar, não de perdão e amor ao inimigo. Até a pessoa mais tímida e medrosa acumula ira no seu coração quando se sente injustiçada, embora ela não tenha coragem de manifestá-la. Há aqueles que, ignorando as palavras de Jesus, citam a lei de Talião, “olho por olho e dente por dente”, como um direito próprio para cometerem atos de vingança. Deus abomina a vingança!

Devemos deixar a vingança nas mãos de Deus. A Bíblia diz: “Não vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor.” Romanos 12:19. Devemos resistir a vontade de vingança e, ao contrário da vingança devemos mostrar amor e orar pelos inimigos. A vingança é um jeito de se tornar tão odioso quanto os inimigos. François de La Rochefoucauld disse: “A vingança procede sempre da fraqueza da alma, que não é capaz de suportar as injúrias.” Quando sentirmos vontade de vingança, devemos nos controlar para não fazermos nada de errado para não nos arrependermos depois. Só consigo obter esse auto-controle através do poder de Deus atuando em mim, e devo estar disponível para receber o poder do Céu.

 

QUARTA-FEIRA (18 de fevereiro) COMPAIXÃO PELOS POBRES – Os homens tem uma maneira egoísta de avaliar o caráter das pessoas. Deus mede o carácter de uma pessoa pela capacidade que ela tem de demonstrar amor através de boas ações. É claro que não somos salvos por causa da realização de boas obras; somos salvos pela fé e obediência, mas a realização de boas obras é um grande indicador de que a pessoa ama a Deus. Jesus mostrou esse ponto, de forma clara, quando contou a parábola do bom samaritano, relatada em Lucas 10. Nem sempre os religiosos têm a aprovação de Deus. A ação de um samaritano, que era considerado excluído do reino de Deus, foi aceita por Deus. A nossa sensibilidade em atender as necessidades dos pobres e os nossos atos de misericórdia realizados contam mais diante de Deus do que algumas ações religiosas. Quando atendemos os pobres estamos agradando Deus. Veja os textos para hoje: “Ao Senhor empresta o que se compadece do pobre, ele lhe pagará o seu benefício.” Provérbios 19:17.

“O que tapa o seu ouvido ao clamor do pobre, ele mesmo também clamará e não será ouvido.” Provérbios 21:13.

Quando atendemos os pobres estamos levando conforto à eles. Deus criou tanto o pobre quanto o rico. “O rico e o pobre se encontram; a todos o Senhor os fez.” Provérbios 22:2. Cabe ao rico a responsabilidade de ajudar o pobre. Temos várias promessas e orientações de Deus sobre o atendimento que devemos dar aos pobres. Deus abençoa os que ajudam os pobres. No Salmo 41:1 lemos: “Bem-aventurado é aquele que considera o pobre; o Senhor o livrará no dia do mal.” Honramos a Deus quando cuidamos dos pobres. Em Provérbios 14:31 encontramos: “O que oprime ao pobre insulta ao seu Criador; mas honra-o aquele que se compadece do necessitado.”

A igreja, como indivíduos e como instituição, deve auxiliar e ajudar os pobres que não têm famílias. Veja o texto de I Timóteo 5:5-6. “Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus, e persevera de noite e de dia em súplicas e orações; mas a que vive em prazeres, embora viva, está morta.”

O livro Beneficência Social de Ellen White, é um grande guia sobre o que podemos fazer em favor dos pobre e necessitados. Veja este texto inspirado de Ellen White: “A religião pura e imaculada perante o Pai é esta: “Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e guardar-se da corrupção do mundo.” Tia. 1:27. Boas obras são os frutos que Cristo requer que produzamos; palavras amáveis, atos de benevolência, de terna consideração para com os pobres, os necessitados, os aflitos. Quando corações simpatizam com corações oprimidos por desânimo e angústia, quando a mão dispensa ao necessitado, é vestido o nu, bem-vindo o estrangeiro a um assento em vossa sala e um lugar em vosso coração, os anjos chegam muito perto, e acordes correspondentes ecoam no Céu.” Beneficência Social, 35.

Leia também em Isaías 58 e Mateus 25:35-40 sobre a verdadeira religião que Deus deseja Seus filhos pratiquem. Qual é o seu projeto pessoal de atendimento às pessoas necessitadas?

 

QUINTA-FEIRA (19 de fevereiro) EDUCAÇÃO – A lição de hoje trata da educação que os filhos devem receber dos pais cristãos. A raiz hebraica da palavra educação significa; “edificar”, “começar”. Essa ideia vem ao encontro do texto de hoje que diz: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” Provérbios 22:6.

Hoje a concorrência entre a boa e péssima educação é muito grande. A quantidade de atos de agressão e violência que são transmitidos pela TV são de estarrecer. De acordo com Spitzer a American Medical Association estimou que uma criança, quando atinge os seus 10 ou 11 anos já viu em média 8.000 mortes e mais de 100.000 atos de agressão na TV. 40% de todos esses atos eram iniciados por “bons” personagens que provavelmente são tomados como modelos atraentes, mas o fim já sabemos no que vai dar. Tanto a TV, internet e jogos eletrônicos causam problemas na saúde física, emocional  e espiritual da criança, jovem e adulto. Eis alguns dos problemas decorrentes do uso descontrolado dos meios de comunicação: Obesidade, problemas de atenção e hiperatividade, depressão, medo, confusão de fantasia com realidade, isolamento social, vícios, consumismo, intimidação a colegas, bullying, agressividade, comportamento anti-social, desrespeito, violência, consumismo, etc…A concorrência é desleal porque os pais tem dedicado pouco tempo à incutir as coisas sagradas nos seus filhos.

A lição de hoje traz o exemplo de Timóteo que recebeu a educação cristã muito cedo e foi dedicado ao ministério pastoral de forma muito eficaz. Eis o texto: “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.” II Timóteo 3:14-15.

No Velho testamento Deus tinha deixado instruções claras para se instruir as crianças no Senhor. O Shema Israel devia ser praticado em casa pelos judeus e estava escrito em um pergaminho, contendo os textos de Deut. 6:4-9 e Deut 11:13-21, que era colocado em uma caixa tubular de madeira, vidro ou metal, com 3 a 4 polegadas, 7,7 cm a 10,2 cm de comprimento, e devia ser afixado no lado direito do umbral da porta da casa ou escritório, de toda pessoa de fé judaica, a sete palmos de altura do chão e voltado para dentro da casa. Veja parte do Shema: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te.” Deuteronômio 6:6 e 7.

Deus deixou advertências muito sérias para o sacerdote Eli porque ele não instruiu seus filhos devidamente. Eli era o tipo de crente que dedicava muito tempo para os outros mas esquecia-se de cuidar da própria casa. O culto familiar é uma oportunidade que Deus nos dá para instruirmos os nossos filhos. Veja este texto: “Naquele dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado com respeito à sua casa; começarei e o cumprirei. Porque já lhe disse que julgarei sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia, porque seus filhos se fizeram execráveis, e ele não os repreendeu.” I Samuel 3:13.

Jesus é um belo exemplo de como a educação recebida dos pais, ministrada no lar, foi muito importante. Como Jesus também era judeu, Ele foi educado lendo e praticando o Shema e recebendo as orientações de José e Maria. É-nos dito de Jesus: “E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.” Lucas 2:52. Isso quer dizer que Ele crescia nos aspectos mental, físico e espiritual. Ele recebeu educação de alta qualidade. Sua mãe era assistida por Deus e pelos anjos na missão de educar o futuro Salvador. Embora houvesse algumas escolas junto às sinagogas, Jesus não frequentou nenhuma escola e recebeu a educação no lar e junto da natureza. Foi o próprio Pai, através do Espírito Santo, que instruiu Maria na educação de Seu filho. Maria ensinava a Jesus as Sagradas Escrituras e Ele aprendeu a ler e a estudar por Si mesmo. Jesus também apreciava estudar as maravilhas da Criação de Deus, na terra e no céu. No livro da natureza, Ele aprendia sobre as plantas e animais, sobre o sol e as estrelas.

Que tipo de educação você tem oferecido aos seus filhos e netos?

 

SEXTA-FEIRA (20 de fevereiro) ESTUDO ADICIONAL DA LIÇÃO  “Palavras de sabedoria”

Educação: “Em cada família deve haver um tempo determinado para os cultos matutino e vespertino. Que apropriado é os pais reunirem os filhos em redor de si, antes de quebrar o jejum, agradecer ao Pai celeste Sua proteção durante a noite e pedir-Lhe auxílio, guia e proteção para o dia! Que adequado, também, em chegando a noite, é reunirem-se uma vez mais em Sua presença, pais e filhos, para agradecer as bênçãos do dia findo!.”  Orientação da Criança, 520.

“Muitos pais e mães parecem pensar que, se alimentarem e vestirem os seus pequenos, educando-os segundo a norma do mundo, terão cumprido o seu dever. Não procuram educá-los de tal maneira que estes venham a empregar os talentos para a honra de Seu Redentor.” Orientação da Criança, 20

Vingança: “Se os filhos pensam que foram tratados com severidade na infância, não os ajudará a crescer na graça e conhecimento de Cristo, nem fará refletir Sua imagem, o acariciarem contra seus pais um espírito de vingança, especialmente quando idosos e debilitados. Não é o próprio desvalimento dos pais que apela por amor da parte dos filhos? Não clamam as necessidades de pais e mães idosos pelos nobres sentimentos do coração, e pela graça de Cristo, não devem os pais ser tratados com bondosa atenção e respeito por seus filhos? Não permitais que o coração se torne tão duro como aço contra o pai e a mãe! Como pode uma filha que professa o nome de Cristo abrigar ódio contra sua mãe, especialmente se essa mãe é enferma e idosa? Que a bondade e o amor, os frutos mais doces da vida cristã, encontrem lugar no coração dos filhos em relação a seus pais.” Manuscrito, 18, 1891. L.A, 362.

Atendimento aos pobres: “Pois nunca cessará o pobre do meio da Terra; pelo que te ordeno, dizendo: Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra. Deuteronômio 15:11…. Bem-aventurados os misericordiosos. O Senhor Jesus disse: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.” Nunca houve tempo em que fosse maior a necessidade do exercício da misericórdia do que hoje. Ao redor de todos nós estão os pobres, os sofredores, os aflitos, os tristes, os que estão prestes a perecer….Os que têm adquirido riquezas, adquiriram-nas pela aplicação dos talentos que lhes foram dados por Deus; mas esses talentos para a conquista de bens foram-lhes dados a fim de que pudessem aliviar os que estão na pobreza. Esses dons foram concedidos aos homens por Aquele que faz o Seu Sol brilhe e a Sua chuva caia sobre todos, justos e injustos, para que pela produtividade da terra tenham abundante provisão para todas as suas necessidades. Os campos têm sido abençoados por Deus, e em Sua bondade fez “provisão para os necessitados”.  The Signs of the Times, 13 de Junho de 1892. Beneficência Social, 15.

 

 

 

Editado de comentário publicado em:
http//:temasbbiblicos.blogspot por Luís Carlos Fonseca
Edição:
fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: