COMENTÁRIO À LIÇÃO 6 – O QUE VOCÊ VAI RECEBER NÃO É O QUE ESTÁ VENDO – (31/01 A 07/02/2015)

A nossa visão do mundo, de quem somos e das relações que abrangem a vida, são corrompidas pelo nosso pensamento individual, cultura, educação, desejos, em suma, por nosso ego. Esta visão distorcida leva-nos ao engano e aos caminhos da perdição. Quando, porém, vivemos pela fé, conduzimos nossa vida pela visão do Senhor. Ele, o Senhor , apresenta para nós o único caminho que leva à salvação e à vida eterna.

“Os meus olhos estão sempre voltados
para o Senhor,pois só ele tira os meus pés da armadilha.”
Salmos 25:15
fabiodeps@gmail.com

mirrorVERSO ÁUREO: “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.” Provérbios 14:12

INTRODUÇÃO (sábado 31 de janeiro) – A lição desta semana pretende mostrar-nos que as escolhas que fazemos nem sempre são as melhores. Muitas pessoas escolhem seguir os seus caminhos e desprezam os caminhos do Senhor. O caminho de uma boa religião parece bom e satisfatório para muitos, mas é errado e enganoso, pois não há religião que nos leve ao céu. O caminho das boas obras parece justo, razoável e gratificante, mas não serve porque não há obras suficientemente boas que nos abram a porta do céu. O caminho da cultura e educação é coisa importante, mas insignificante aos olhos de Deus. O caminho da mortificação da carne, auto-sofrimento, flagelação, nada disso satisfaz Deus, nem é o caminho para o céu. Esses são caminhos que aos homens parecem direitos, mas conduzem à morte, afastamento de Deus e sofrimento. O caminho para o céu é Jesus e o método de chegar lá é a fé.

O caminho que leva à vida eterna é o caminho estreito. O caminho é Cristo Jesus. E é muito difícil andar por ele, porque para andar nele tem que estar livre do pecado. O pecado é treva e Cristo é Luz, e para andar em Jesus tem que ser luz, porque luz não combina com trevas. Veja este texto: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao pai senão por mim.” João 14:6 Este é um dos mais importantes textos das Escrituras. Somente Jesus pode levar a Deus, porque Ele é Deus e homem. Ligando nossa vida a Cristo somos unidos com Deus. Este caminho é muito estreito, mas é suficiente para o mundo todo, se as pessoas do mundo decidir aceitá-lo. Procure andar pelo caminho estreito e esqueça o caminho largo!

Esta lição também mostra-nos que hoje conseguimos ver apenas um pouco do que é a realidade. A palavra diz: “Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.” I Coríntios 13:12. As pessoas comuns não conseguem enxergar as consequências de andar longe dos caminhos de Deus e nem os resultados de receber as bênçãos do Senhor. Em relação aos resultados das bênçãos, a maior bênção será viver a eternidade do lado de Cristo e de todos os salvos. O apóstolo Paulo esteve no céu em visão e pôde declarar assim: “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” I Coríntios 2:9

O caminho seguro para os sábios filhos de Deus é não confiar neles mesmos, mas totalmente em Jesus Cristo e em Sua Palavra. Necessitamos viver pela fé, em muitas situações, e não pelo que vemos. Eu ainda não vejo a Nova Jerusalém mas aceito a sua realidade pela Palavra, que ela existe! Amém?

 

DOMINGO (1º de fevereiro) A CERTEZA DOS TOLOS – Existem tolos dentro e fora da igreja de Cristo. Há uma diferença entre o tipo de orgulho que Deus odeia, ver Provérbios 8:13 e o tipo de orgulho que sentimos por fazer algo bem feito. O tipo de orgulho que surge de sermos justos aos nossos próprios olhos é pecado e Deus odeia isso, pois atrapalha a nossa aproximação dele. Salmo 10:4 explica que os orgulhosos estão tão cheios de si que seus pensamentos estão longe de Deus: Eis o texto: “Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus”. Esse tipo de orgulho arrogante é o contrário do espírito de humildade que Deus procura. Segue o texto: “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus”. Mateus 5:3.

Os “pobres de espírito” são aqueles que reconhecem sua falência espiritual e sua falta de habilidade de se aproximar de Deus, não fosse por Sua Divina graça. Os orgulhosos, por outro lado, são tão cegos por causa de seu orgulho que acham que não precisam de Deus, ou pior; que Deus deve aceitá-los do jeito que são porque eles merecem a Sua aceitação. A parábola do fariseu e do publicano, relatada em Lucas 18: 9-14 revela a atitude do justo e do tolo.

A lição de hoje menciona sobre algumas atitudes dos tolos. Vamos ver algumas delas e compare com as suas atitudes e com atitudes de pessoas que você conhece.

a) O tolo fala com soberba – “Na boca do tolo está a punição da soberba, mas os sábios se conservam pelos próprios lábios.” Provérbios 14:3. Por que orgulho é um pecado? Orgulho é dar a nós mesmos o crédito por algo que Deus realizou. Orgulho é dar a nós mesmos a glória que pertence só a Deus. Orgulho é, em essência, louvor próprio. Nada que realizamos nesse mundo seria possível se não fosse Deus nos capacitando e sustentando. Por isso é que quem fala com soberba é um tolo.

b) Os tolos zombam da sabedoria – “O escarnecedor busca sabedoria e não acha nenhuma, para o prudente, porém, o conhecimento é fácil. Desvia-te do homem insensato, porque nele não acharás lábios de conhecimento. A sabedoria do prudente é entender o seu caminho, mas a estultícia dos insensatos é engano. Os insensatos zombam do pecado, mas entre os retos há benevolência.” Provérbios 14:6-9. Uma vez que a sabedoria consiste em conhecer Deus e obedecer os Seus mandamentos, aqueles que não fazem isso são considerados tolos.

c) O tolo é crédulo – “O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos.” Provérbios 14:15. A ideia aqui é que o tolo acredita apenas naquilo que pode ver, como a ciência; seu corpo, sua saúde, familia e seu trabalho, etc…No caso em estudo, eles desprezam até a existência de Deus a quem não enxergam.

d) O tolo é impulsivo – “O sábio teme, e desvia-se do mal, mas o tolo se encoleriza, e dá-se por seguro.” Provérbios 14:16 – “O longânimo é grande em entendimento, mas o que é de espírito impaciente mostra a sua loucura.” Provérbios 14:29. O tolo é impulsivo por que acha que é o dono da verdade. Ele considera-se o tal e acha que os outros tem menos valor que que ele.

e) O tolo oprime os outros – “O que despreza ao seu próximo peca, mas o que se compadece dos humildes é bem-aventurado.” Provérbios 14:21 – “O que oprime o pobre insulta àquele que o criou, mas o que se compadece do necessitado o honra.” Provérbios 14:31.

Em essência, as pessoas sem Deus (tolos) só tem uma certeza, e é que sem Deus; não sabem nada e não são ninguém.

 

SEGUNDA-FEIRA (2 de fevereiro) O TEMOR DO SÁBIO – A lição de hoje pede para você ler de novo Provérbios capítulo 14. Ontem falamos sobre os tolos e hoje vamos ver algumas atitudes dos sábios.

O tema da sabedoria e da sua necessidade em nossa vida encontra o seu cumprimento em Cristo. Somos continuamente exortados em Provérbios a buscar, adquirir e compreender a sabedoria que é o próprio Deus. O livro de Provérbios também nos diz e repete que o temor do Senhor é o princípio do saber. Ver Prov. 1:7, 9:10. Em Cristo “todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos”. Colossenses 2:03. Nele encontramos a resposta à nossa busca por sabedoria, o remédio para o temor da justiça de Deus e a “justiça, a santificação e redenção” de que tanto precisamos. Ver I Coríntios 1:30. A sabedoria encontrada somente em Cristo está em contraste com a loucura do mundo que nos incentiva a sermos sábios aos nossos próprios olhos. Sendo assim, Provérbios também nos diz que o caminho do mundo não é o caminho de Deus. Ver Provérbios 3:7 e só leva à morte. Ver Provérbios 14:12 e 16:25.

Compare as suas atitudes e de pessoas do seu convívio para ver se encontra as seguintes atitudes dos sábios:

a) O sábio fala com humildade – “Na boca do tolo está a punição da soberba, mas os sábios se conservam pelos próprios lábios.” Provérbios 14:3

b) O sábio valoriza a aprendizagem e o conhecimento – “O escarnecedor busca sabedoria e não acha nenhuma, para o prudente, porém, o conhecimento é fácil.” Provérbios 14:6 – “Os simples herdarão a estultícia, mas os prudentes serão coroados de conhecimento.” Provérbios 14:18

c) O sábio é cauteloso – “O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos.” Provérbios 14:15

d) O sábio é calmo – “O longânimo é grande em entendimento, mas o que é de espírito impaciente mostra a sua loucura.” Provérbios 14:29 – No coração do prudente a sabedoria permanece, mas o que está no interior dos tolos se faz conhecido.” Provérbios 14:33

e) O sábio é compassivo e sensível – O que oprime o pobre insulta àquele que o criou, mas o que se compadece do necessitado o honra.” Provérbios 14:31

As promessas encontradas em Provérbios são dirigidas aos sábios, pois eles escolhem obter sabedoria que é seguir a Deus e serão grandemente abençoados de várias maneiras: com longa vida, ver Pro.9:11, com prosperidade, ver Prov 2:20-22, com alegria, ver Prov. 3:13-18 e com a bondade de Deus, ver Prov 12:21. Aqueles que rejeitam Deus, por outro lado, sofrem vergonha e morte. Ver Prov. 3:35, 10:21. Rejeitar a Deus é escolher loucura em lugar da sabedoria, e significa separar-nos de Deus, da Sua Palavra, da Sua sabedoria, bênçãos e perda da vida eterna.

 

TERÇA-FEIRA (3 de fevereiro) OS OLHOS DO SENHOR – Veja o texto de hoje: “Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons.” Provérbios 15:3. A lição de hoje sugere-nos pelo menos duas coisas:

a) Deus mantém o controle sobre todas as pessoas e coisas. Por Ele ser o Criador e onisciente, Deus sabe de tudo o que se passa conosco e tem um carinho especial por nós. Ele sabe tudo sobre o universo, tudo que existe no ar. Sabe exatamente quantos litros d’água tem nos rios e no mar. Sabe quantas vidas têm na natureza e quantas flores têm nos bosques e jardins. Sabe onde nasce o vento e conhece onde ele vai ter fim. Ele também sabe os metros e centímetros entre terra e o céu. Sabe decifrar o fim da matemática, sem colocar no papel ou computador. Ele não copia nada de ninguém, nem precisa aprender para ensinar. Ele tem as escrituras dos planetas. Ele entra pelo gelo e sai de dentro de um vulcão. Desce no despenhadeiro sem levar nem arranhão. Passa no meio das nuvens, toca no fundo do mar. Entra dentro de uma rocha e sai do lado de lá. Ele sabe quantas veias têm dentro de um coração. Pega todas as baleias e põe na palma da mão. Conta os fios de cabelo que a humanidade tem. Ele ajuda todo mundo e não se esquece de ninguém. Ele também sabe os códigos secretos dos exércitos da terra e não precisa de aviões, mísseis e bombas para vencer uma guerra. Sabe todos os segredos mundiais e do seu olho ninguém pode escapar. Toda forma de linguagem ou dialeto, ele sabe interpretar. Ele tem nossas impressões digitais, e conhece todos nós. Ele ouve as orações que a gente faz, sem confundir uma voz. Ele vê os crimes que os homens cometem e sabe quem esquece o amor e faz o mal, Está tudo registrado em sua memória para o juízo final. Ele é Deus.

b) Deus percebe tudo, Ele julgará as nossas ações. Numa época em que fazer a diferença entre o bem e o mal parece sem importância para as pessoas, Deus pede justiça e retidão, e os Seus filhos que são sábios, escolhem o bem e desprezam o mal. Veja estes textos: “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!” Isaías 5:20.

“Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal.” Hebreus 5:14.

 

Deus mantém ao Seu dispor três livros:

1) LIVRO DA VIDA – Neste livro estão escritos os nomes das pessoas que aceitam Jesus e são batizadas. Neste livro estão escritos os nomes dos salvos.

2) LIVRO MEMORIAL – Neste livro são escritos os pensamentos, palavras e atos de bondade que fazemos aos outros.

3) LIVRO DOS PECADOS – A coisa mais linda e solene que considero, é que os nossos pecados, quando são confessados a Deus, são perdoados, e consequentemente são apagados dos registros deste livro. Se Deus quando perdoa, esquece; logo, os pecados são apagados.

Mas para os tolos o juízo será severo: Veja este texto: “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.” Mateus 25:41.

Hoje temos oportunidades para aceitar e obedecer os mandamentos de Deus. O convite divino é que sejamos diligentes em aceitar a salvação que nos é oferecida pois; “e, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.” Hebreus 9:27, “…deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé…” Hebreus 12:1-2, “pois; e não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.” Hebreus 4:13.

 

QUARTA-FEIRA (4 de fevereiro) A ALEGRIA DO SENHOR – A lição de hoje tem como base o capítulo 15 de Provérbios e menciona a respeito de dois tipos de alegria: A alegria humana e a divina. A alegria humana consiste em estar livre de sofrimentos e dores, e a alegria de Deus é ver os Seus filhos sentindo a verdadeira alegria que é temer o Seu nome e serem abençoados por Ele. Veja os versos principais para hoje: “O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate. O coração entendido buscará o conhecimento, mas a boca dos tolos se apascentará de estultícia.” Provérbios 15:13-14

“O homem se alegra em responder bem, e quão boa é a palavra dita a seu tempo!” Provérbios 15:23.

O cristianismo é a religião do prazer e da felicidade. O homem é um ser obcecado pelo prazer. O hedonismo, a filosofia que ensina que o prazer é o fim último do ser humano parece reger a humanidade. A grande questão é onde está esse prazer: nas coisas externas? No dinheiro, no sucesso, na cultura, no sexo, nas diversões e prazeres carnais? Salomão buscou a felicidade na bebida, na riqueza, no sexo e na fama e viu que tudo era vaidade. Ver Eclesiastes 2:1-10.

O problema não é a busca do prazer, mas o contentamento com um prazer terreno, carnal, barato, efêmero e passageiro. Deus nos criou para o prazer. A busca da felicidade é legítima. O verdadeiro prazer está em Deus. O fim principal do homem é glorificar a Deus e sentir a alegria de Deus para sempre. Agostinho disse: “Senhor, tu nos criaste para ti e a nossa alma não encontrará descanso até se repousar em ti”.

A verdadeira felicidade é abraçar o que o mundo repudia e repudiar o que o mundo aplaude. Jesus diz que feliz é o pobre, o que chora, o manso, o puro, o perseguido. Jesus diz que bem-aventurado é o pobre de espírito e não a pessoa auto-suficiente, arrogante e soberba. Jesus diz que bem-aventurado é o que chora e não aquele que é durão, insensível. Jesus diz que bem-aventurado é o manso, o que abre mão dos seus direitos e não o valente ou o briguento. Jesus diz que bem-aventurado é o pacificador, aquele que não apenas evita contendas, mas busca apaziguar os ânimos exaltados. Jesus diz que bem-aventurado é o puro de coração e não aqueles que se banqueteam com todos os prazeres do mundo. Jesus diz que bem-aventurado é o perseguido por causa da justiça e não aquele que procura levar vantagem em tudo. Jesus diz que quem ganha a sua vida, a perde; mas o que a perde, esse é o que a ganha. Jesus diz que o humilde é que será exaltado.

Qual é a alegria do Senhor Jeová? Veja o texto: “A alegria do Senhor é a vossa força”. Neemias 8:10. A alegria do Senhor, saindo do Senhor como sua fonte, ela é necessariamente de um caráter muito elevado. As alegrias temporais não podem satisfazer a natureza imortal de Deus, e quando somos vivificados pelo Espírito Santo, não podemos mais ocupar-nos com a alegria mundana, ou mesmo com os prazeres comuns da vida. Não somos deixados para procurar alegria, ela é trazida para nós pelo Espírito Santo, nosso Pai, a alegria refinada, satisfatória e plena, condizente conosco que somos candidatos a imortalidade. Sermos imortais quando Jesus voltar. Se a alegria do Senhor é a nossa força, então devemos buscar forças na fonte verdadeira que é o próprio Criador da verdadeira alegria.

 

QUINTA-FEIRA (5 de fevereiro) A SOBERANIA DE DEUS – Como interpretar o texto de hoje? “Do homem são as preparações do coração, mas do Senhor a resposta da língua.” Provérbios 16:1.

A lição de hoje mostra que Deus mantém o controle de todas as coisas. Para muitas pessoas o homem é o único que define seu futuro e caminhos. Para muitos tudo é uma questão de puro racionalismo, e a vida para eles é definida mais como uma calculadora; conseguem os dados, fazem os cálculos e obtém os resultados. Obviamente, tal visão mecânica de vida ignora o Criador, Aquele que é Alguém que sempre tem a última palavra. Conforme Jó nos diz:  “Mas, se ele resolveu alguma coisa, quem então o desviará? O que a Sua alma quiser, isso fará.” Jó 23:13 e conforme lemos em Provérbios 21:2: “Todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o Senhor sonda os corações.” Em  Provérbios 16:9 encontramos: “O coração do homem planeja o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos.” Muitas podem ser as estradas que algumas vezes se abrem diante de nós. Muitas podem ser as questões que nós podemos ter. O que a Palavra diz? Que o Senhor, a despeito de nossas questões, sabe como nos dirigir. Cinco vezes nas passagens de Provérbios lemos que, embora um homem possa fazer muitos planos e ter pensamentos que parecem direito aos seus olhos, no final será o desejo do Senhor que irá permanecer. É Deus que dirige os nossos passos e pesa o espírito e os corações. Ver Jeremias 10:23: “Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho; nem do homem que caminha o dirigir os seus passos.”

O Senhor mantém os Seus propósitos para conosco.  ele considera todas as coisas e pode ver o fim desde o início, e embora nós possamos não saber, Ele sabe. O Senhor sabe tudo que possa nos dar problemas ou possa nos machucar. Em vez de nos condenarmos pelas decisões erradas do passado ou ficarmos com stress com as coisas do futuro, Deus nos convida para abrirmos os nossos corações à Ele e para confiarmos a nossa vida à Ele, e Ele certamente sabe como nos direcionar. Temos vários exemplos na Bíblia de pessoas que se entregaram totalmente a Deus e foram muitos felizes.

Considere as seguintes questões e textos:
a) Que lugar tem a ambição no sucesso humano? “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda. Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos.” Provérbios 16:18-19.

b) Que lugar tem o acaso no sucesso humano? “A sorte se lança no regaço, mas do Senhor procede toda a determinação.” Provérbios 16:33

 

SEXTA-FEIRA (6 de fevereiro) – LEITURA ADICIONAL: O QUE VÊS NÃO É O QUE VAIS TER – Ninguém gosta de sofrer e todos almejam a felicidade. Quem viveu alguns anos já se encontrou com a tristeza várias vezes. É o tipo de sensação que nenhum de nós jamais gostaria de ter. Há várias situações que provocam a tristeza. Por exemplo quando você perde coisas ou possessões, quando a sua empresa vai mal, ou a casa se vai em um negócio mal feito. Quando de repente fica sem emprego, sem os amigos e você entra no mundo da solidão. Quando perde um parente através da morte ou do divórcio, parece que a tristeza é profunda e dói demais. Em horas assim difíceis você recorre as promessas da Palavra de Deus? Ainda consegue acreditar no amor divino quando tudo esta escuro? O próprio Filho de Deus quando aqui esteve, passou por momentos de tristeza. O profeta Isaías O chamou de homem de dores. Certamente apesar dos sentimentos de alegria por salvar a humanidade da morte, a tristeza da traição, o abandono dos apóstolos nos momentos cruciais do Seu sofrimento, invadiram e machucaram o Seu coração.

 

Diante do quadro desta vida somos reportados para um lugar onde reinará para sempre a felicidade; a Nova Terra e o Novo Céu que Deus já nos preparou. Há muito tempo atrás, em meio ao sofrimento e à morte, Jó perguntou: “Morrendo o homem, porventura tornará a viver?” Séculos se passaram antes de haver a resposta certa e final dada por Jesus Cristo: “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?”. João 11:25 e 26. Na véspera da Sua crucificação, Jesus disse aos Seus discípulos: “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também”. João 14:2 e 3. O lugar de que Jesus falou é o céu. Ele é a esperança de todo aquele que nele crê.

 

Durante séculos, o céu foi retratado por artistas, poetas, autores e pregadores. Agostinho, Dante, John Milton, John Bunyan, C.S. Lewis e muitos outros escreveram sobre o céu e suas glórias. O céu é cantado em hinos, música erudita e popular. É mencionado em anedotas e sermões, hospitais e salas de aula. Quase todo mundo tem alguma vaga noção sobre o céu; algumas bíblicas, outras não. A promessa do céu tem dado esperança aos aflitos, conforto aos enlutados e reafirmação aos que enfrentam batalhas espirituais. O céu é real. Na era da fantasia, dos efeitos especiais, do misticismo e da apatia espiritual, é fácil interpretar o céu de maneira errada. Mas a Bíblia é bem clara quanto à existência e ao propósito do céu. E já que o céu e o a vida eterna são parte do plano de Deus para as eras, o céu e a profecia estão relacionados integralmente. Estamos nos preparando para morar a eternidade com Cristo? Conseguimos enxergar pela fé o paraíso?

 

 

Publicado em:
http//:temasbbiblicos.blogspot por Luís Carlos Fonseca
Edição:
fabiodeps@gmail.com

 

Anúncios

, , , , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: