COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 6 – 4º trimestre de 2014 – FÉ ATUANTE (1 a 8/11)

Isaías 58:6-14 :

“ Acaso não é este o jejum que escolhi? que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo? e que deixes ir livres os oprimidos, e despedaces todo jugo?  Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desamparados? que vendo o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne? Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará. e a tua justiça irá adiante de ti; e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniquamente; e se abrires a tua alma ao faminto, e fartares o aflito; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio dia. O Senhor te guiará continuamente, e te fartará até em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca falham. E os que de ti procederem edificarão as ruínas antigas; e tu levantarás os fundamentos de muitas gerações; e serás chamado reparador da brecha, e restaurador de veredas para morar. Se desviares do sábado o teu pé, e deixares de prosseguir nas tuas empresas no meu santo dia; se ao sábado chamares deleitoso, ao santo dia do Senhor, digno de honra; se o honrares, não seguindo os teus caminhos, nem te ocupando nas tuas empresas, nem falando palavras vãs; então te deleitarás no Senhor, e eu te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do Senhor o disse.”
fabiodeps@gmail.com

"The King is Coming" escultura em bronze de Victor Issa para a conferencia geral da Igreja Adventista em 2.000

“The King is Coming” (O Rei vem vindo) escultura em bronze de Victor Issa para a conferencia geral da Igreja Adventista de 2.000 em Toronto, Canadá.

 

VERSO ÁUREO: “Assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta”. Tiago 2:26.

INTRODUÇÃO (sábado 1º de novembro) – Cuidado! Pois nem todo mundo que se denomina ser um cristão é realmente cristão. Talvez a maioria dos hipócritas entre os cristãos eram, na verdade, impostores ou enganadores. Até hoje, líderes cristãos importantes têm caído em pecados horríveis. Escândalos financeiros e sexuais, às vezes, parecem atormentar a comunidade cristã. No entanto, ao invés de usar as ações de alguns para denegrir a comunidade cristã como um todo, é preciso saber se aqueles que professam ser cristãos, e têm provado ser hipócritas, são verdadeiramente cristãos. Inúmeras passagens bíblicas confirmam que aqueles que realmente pertencem a Cristo vão demonstrar o fruto do Espírito. Ver Gálatas 5:22-23. A parábola de Jesus da semente e dos tipos de solo, em Mateus 13, deixa bem claro que nem todas as pessoas que professam fé, são genuínas. É triste dizer que muitos que dizem pertencer a Deus vão ficar surpresos ao escutar Jesus dizer um dia: “nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade”. Mateus 7:23.

Não devemos ficar surpresos com pessoas que fingem ser mais santas do que realmente são, dizem ser cristãos, e também não podemos concluir que a Igreja é composta apenas de hipócritas. Precisamos admitir o fato de que todos nós, que professamos ser seguidores de Cristo, necessitamos de Cristo mesmo quando depois que nossos pecados são perdoados. Quer dizer, apesar de sermos salvos da penalidade do pecado, ver Romanos 5:1 e 6:23, ainda vamos, no futuro, ser salvos e libertos da presença do pecado em nossas vidas. Ver I João 1:8-9, incluindo o pecado da hipocrisia. Através da nossa fé verdadeira no Senhor Jesus, temos que, continuamente, combater o poder do pecado até sermos libertos para sempre. Ver I João 5:4-5.

Muitos cristãos falham em viver perfeitamente de acordo com o padrão que a Bíblia ensina. Nenhum cristão tem vivido de uma forma tão perfeita como Cristo viveu. No entanto, há muitos filhos de Deus que estão, genuinamente, procurando viver a vida cristã e estão dependendo mais e mais do Espírito Santo para convencer-lhes do pecado, mudar suas vidas e para dar-lhes forças para obter a vitória. Têm existido multidões de cristãos que têm vivido suas vidas sem qualquer escândalo. Nenhum cristão é perfeito, portanto, cometer um erro ou não conseguir atingir perfeição nessa vida não é a mesma coisa que ser um hipócrita.

A fé que age é aquela que atua em dois ângulos; nos sentidos vertical e horizontal. No vertical compreende a nossa comunhão com Deus; e no horizontal o nosso atendimento ao próximo, que necessita de nós. Cristãos, que são deficientes em manter um relacionamento diário e constante com Jesus, não tem um programa missionário e social. São cristãos com fé morta. É importante colocar em prática a fé e os ensinamentos cristãos. É necessário ter ações que justifiquem sermos chamados filhos de Deus. Ou seja, devemos sim reconhecer que Deus é o Senhor, crer e anunciar a Sua missão salvífica de Cristo, porém lembremos que os nossos gestos e atitudes são, por si mesmo, a maior demonstração de Jesus em nossas vidas e a maior evangelização que podemos transmitir.

DOMINGO (2 de novembro) UMA FÉ MORTA – O que é uma fé morta? Veja o texto para hoje: “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo?” Tiago 2:14.

Tiago percebeu que os judeus dispersos, convertidos ao Cristianismo, estavam enfrentando um problema de identificação cristã. Como estavam longe de casa, encontravam-se acomodados e já não produziam para o reino de Deus. E Tiago deu um puxão de orelhas nestes irmãos que pensavam que bastava ter aceitado Jesus pela fé, sem ter que apresentar boas obras. Esses judeus dispersos estavam tendo uma alegada fé que era morta. Tiago apresenta uma ilustração vívida deste tipo de pretensa fé. Veja o texto: “E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.” Tiago 2:15-17.

Então, em essência, fé morta é aquela que não atende as necessidades das pessoas que precisam de nós. No que consiste a verdadeira religião? “A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.” Tiago 1:27. Deus dotou-nos de recursos para distribuirmos às pessoas que mais necessitam. Sugiro a leitura de Isaías 58 e Mateus 25 sobre o cuidado que devemos ter para com as pessoas e no que consiste a verdadeira religião. Quando sabemos de alguém;  um irmão, vizinho ou qualquer pessoa necessitando da nossa ajuda para obter algum alimento, roupa, remédio; ou, em algumas situações, até dinheiro, que se não atendermos estamos mostrando um egoísmo diabólico.

Veja como era a comunidade de crentes no Pentecostes, e o que isso que dizer de nós hoje? “E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha. Então José, cognominado pelos apóstolos Barnabé(que, traduzido, é Filho da consolação), levita, natural de Chipre, possuindo uma herdade, vendeu-a, e trouxe o preço, e o depositou aos pés dos apóstolos.” Atos 4:32-37.

É comum também ver irmãos, com talentos e dons espirituais maravilhosos, que quando são indicados para alguns cargos na igreja, não aceitam. Esses têm uma fé que é morta! É tão bonito ver aqueles irmãos humildes desdobrando-se para poder colaborar! Jesus vai pedir contas no dia do juízo, daquilo que fazemos com as nossas capacidades, talentos e dons espirituais. A melhor opção é lançar mãos à obra e colaborar com Jesus.

SEGUNDA-FEIRA (3 de novembro) FÉ REDENTORA /SALVADORA – Este é o texto para hoje: “Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.” Tiago 2:18.

Como vimos, na lição de ontem, Tiago escreveu para um grupo de judeus cristãos que encontravam-se muito desanimados, por estarem longe da sua pátria, pois tinham sido dispersos pela perseguição aos cristãos. Tiago tenta mostrar-lhes que a verdadeira fé deve ser mostrada através de boas obras, e que, para ser realmente salvo pela fé em Cristo, o crente deve apresentar obras correspondentes. Tiago não vai contra Paulo quando dá a ênfase nas boas obras, ele apenas harmoniza os dois pontos na mente dos seus destinatários; fé e obras. Por nossas obras não obtemos a salvação, mas por elas, nos mantemos salvos. Boas obras não conseguem apagar os pecados passados; esse pensamento tinha os pagãos, que acabaram por influenciar o judaísmo e o cristianismo. Hoje alguns cristãos pensam que por darem esmolas e desenvolverem ações sociais já tem um lugar garantido no céu. Isso é tentar o impossível, pois a salvação é, unicamente, pela graça divina.

Paulo era, em essência, apóstolo aos gentios. Os gentios eram os pagãos que muitos deles se converteram ao Cristianismo, e Paulo teve que enfatizar que a salvação vinha de Deus e não nos atos de bondade que faziam. Na mente dos pagãos eles deviam fazer coisas boas para apaziguar a ira dos deuses. Quando converteram-se ao Cristianismo, alguns cristãos transferiram a mesma filosofia do paganismo para o Cristianismo. Mesmo inconscientemente eles pensavam que Deus vivia zangado com eles, por isso deviam realizar boas obras como meio de serem salvos. Por isso, Paulo deu ênfase na fé e graça mostrando a fé redentora.

O que é fé salvadora? Paulo não era contra as obras, assim como Tiago não era contra a fé e graça. Paulo apenas opunha-se à ideia das obras como meio de Salvação. Veja este texto: Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.” Gálatas 2:16.

Sabemos perfeitamente que o homem não pode, por qualquer de suas boas obras, merecer a salvação, então a salvação deve ser recebida inteiramente pela fé e pela graça. Isso é ponto indiscutível! Mas, Jesus, Tiago, Paulo e todos os autores bíblicos mencionam a necessidade que  os verdadeiros filhos Deus tem de revelar as boas obras, como fruto da fé que salva. Classifique algumas boas obras que você realizou na última semana!

TERÇA-FEIRA (4 de novembro) A FÉ DOS DEMÔNIOS – Este é o verso principal para hoje: “Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem.” Tiago 2:19

Você crê que há um só Deus? Ótimo! Meditar sobre a existência de Deus e a presença dele em nossa vida tem sido a tônica do homem desde os primeiros momentos da criação. Não poderia ser diferente, já que até mesmo o materialista, o ateu e o agnóstico, vieram de Deus e trazem em si a centelha do Deus Criador e Eterno. A questão principal do estudo da lição de hoje está em fazermos a diferença entre a fé apenas intelectual, e a fé verdadeira.  Há uma grande diferença entre um e outro tipo de fé. Tiago diz: “… Até os demônios crêem e tremem.” Tiago 2:19. Mas os demônios não serão salvos. Sabe por quê? Porque eles crêem parcialmente. Veja o que Jesus está dizendo: “Se você quiser ter a vida eterna, creia, mas coma a minha carne e beba o meu sangue.” ver João 6, isso quer dizer: creia em tudo, creia completamente, creia por inteiro. A crença envolve obediência plena e os demônios são rebeldes.

Como a fé apenas intelectual não salva? O texto de Tiago menciona que os demônios crêem que existe apenas um Deus verdadeiro. Isso mostra que alguns cristãos podem ter a mesma crença dos demônios e não passar disso, em sua experiência com Deus. Veja como os seguintes textos mostram a necessidade que temos de conhecer e praticar a verdade: “Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.” II Coríntios 4:2

“Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.” I Timóteo 2:4

“Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.” Tiago 5:19-20

“Purificando as vossas almas pelo Espírito na obediência à verdade, para o amor fraternal, não fingido; amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro.” I Pedro 1:22

Uma fé intelectual, que não tem qualquer efeito positivo na forma como atuamos, além de ser inútil é a mesma fé que tem os demônios. Se a fé não produzir boas obras, então não é fé que salva. É curioso que o Diabo crê em Deus e estremece, pois sabe que o dia do seu fim está próximo. Uma profunda sonolência espiritual tem acometido alguns cristãos, que eles acham que, por terem aceitado Jesus como Salvador pessoal, já tem garantida a salvação e já não produzem frutos. O dia do Juízo está chegando, e que boas obras estamos praticando? Hoje já consegue lembrar de alguma boa obra que praticou na última semana?

QUARTA-FEIRA (5 de novembro) A FÉ DE ABRAÃO – Sabemos que Abraão é considerado o pai da fé. Mas que fé era aquela? A palavra de Deus nos diz que a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus, ver Romanos 10:17. Abraão ouvia a voz de Deus e as palavras do Senhor eram a base de sua fé. Confiado nas promessas de Deus ele direcionou toda sua vida. À medida que o Senhor falava com ele, sua fé era alimentada e mais confiante se tornava.

Este é o texto sugerido para hoje: “Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.” Tiago 2:21-24.

Mais uma vez Tiago deixa claro, através do exemplo do proposto sacrifício de Isaque, que a fé deve vir acompanhada das obras que conduzem à salvação. Abnegação significa negar-se a si mesmo, ver Lucas 9:23, deixando vontades e prazeres pessoais  em prol da soberania do Senhor. Deus já havia dado um filho à Abraão. Isaque significa sorriso e alegria. Ver Gênesis 21.6. De fato este filho era o maior prazer para Abraão. Deus lhe fez uma prova de fé e abnegação porque a promessa que havia feito não era de lhe dar um filho apenas, mas multidões. Até aqui o sonho de Abraão já estava cumprido. Mas a promessa de Deus era muito maior. Para saber se Abraão estava pronto para fazer parte do propósito divino, precisava ser provado em sua fé. Se abrisse mão de seu sonho em prol do propósito de Deus, receberia muito além do que imaginava. Abraão aceitou o desafio. Abriu mão de sua alegria, de Isaque e recebeu a felicidade completa. A fé de Abraão foi incondicional, pois ele tinha certeza que era mesmo Deus que falava com ele. O seu relacionamento de fé que mantinha com Deus era genuíno, e sabia que não era o inimigo que pedia para ele oferecer Isaque. Quantas vezes queremos que Deus apenas realize apenas o nosso querer, sendo que se aceitássemos a Sua vontade, tudo seria muito maior e melhor. Por isso Jesus disse que “se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me”. Marcos 8.34. É preciso abnegação para receber o que Deus tem para nós. Uma mão fechada não está pronta para doar e nem para receber. Para aumentar sua fé, você estaria disposto a abrir mão de sua alegria? A fé de Abraão foi contemplada, e serve de modelo, porque ele esteve disposto a fazer aquilo que Deus fez pela humanidade; ofereceu Jesus para nos salvar.

QUINTA-FEIRA (6 de novembro) A FÉ DE RAABE – Este é o texto de hoje: “E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho?” Tiago 2:25

Sem dúvidas, a fé é a base do Cristianismo. Sem demonstrar fé e confiança em Deus, não temos lugar com Ele. Acreditamos na existência de Deus pela fé. Uma boa parte das pessoas têm uma noção vaga e desarticulada de quem é Deus, mas falta a reverência necessária para a Sua posição exaltada em suas vidas. Essas pessoas não têm a verdadeira fé necessária para ter um relacionamento eterno com o Deus que as ama. A nossa fé às vezes falha, mas, porque é o dom de Deus dado a Seus filhos, Ele proporciona momentos de provação e teste, a fim de provar se a nossa fé é real e para fortalecê-la. É por isso que Tiago nos diz para considerar motivo de “toda alegria” porque o teste da nossa fé produz perseverança e nos amadurece, fornecendo a prova de que a nossa fé é verdadeira. Ver Tiago 1:2-4.

A história da prostituta Raabe, e a sua grande fé no Deus Criador, dá-lhe um lugar com os homenageados pela fé em Hebreus 11:31. Dela é uma história da graça de Deus para os pecadores e a salvação somente pela fé. Mais importante ainda, pela graça de Deus ela fez parte da linhagem messiânica. Ver Mateus 1:15. Mas é muito curioso que Tiago coloca os pontos nos ii quando diz: “E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho?” Tiago 2:25. A Salvação é pela fé e graça sim, mas achar que vai ser salvo de braços cruzados é um engano do diabo. Veja este outro exemplo de Tiago: “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.” Tiago 2:26.

Raabe teve muito trabalho para esconder aqueles espias, até com risco de vida! Cuidado para você não ser um vivo morto! Portanto, mãos à obra. Quando for indicado para algum cargo na igreja, aceite logo. Quando receber um convite para visitar alguém no hospital, no lar de terceira idade, não recuse. Quando for animado para auxiliar em um estudo bíblico, participe! Quando for desafiado para ajudar financeiramente à um projeto de assistência social, participe com mão de obra e dinheiro. As boas obras são o resultado da fé. Raabe foi poupada porque teve fé e obras. Em que projeto pretende participar ou já participa em sua igreja?

SEXTA-FEIRA (7 de novembro) LEITURA ADICIONAL DA LIÇÃO – A lição desta semana chamou-me a atenção para o cuidado que devemos dispensar às pessoas em dois aspectos: levar o auxílio físico, material e fornecer-lhe o alimento espiritual. Deus deseja a nossa salvação e pede-nos que estejamos comprometidos em auxiliar as pessoas que de nós necessitam.

Veja estes textos inspirados: “ Vi a beleza do Céu. Ouvi os anjos cantarem seus cânticos arrebatadores, rendendo louvor, honra e glória a Jesus. Pude então avaliar alguma coisa do assombroso amor do Filho de Deus. Ele abandonou toda a glória, toda a honra que tinha no Céu, e tão interessado estava em nossa salvação, que suportou paciente e mansamente toda a indignidade e desprezo que o homem sobre Ele pôde amontoar. Foi ferido, machucado, moído; foi estendido na cruz do Calvário, e sofreu a mais angustiosa das mortes, para que da morte nos salvasse; para que fôssemos lavados em Seu sangue, e ressuscitados para viver com Ele nas mansões que está preparando para nós, e pudéssemos desfrutar a luz e a glória do Céu, ouvir os anjos cantarem, e com eles cantarmos também. Vi que todo o Céu está interessado em nossa salvação; e seremos nós indiferentes? Seremos descuidosos, como se fosse coisa de pouca importância o sermos salvos ou perdidos? Menosprezaremos o sacrifício feito por nós?

“Vi que não devemos retardar a vinda do Senhor. Disse o anjo: “Preparai-vos, preparai-vos para o que há de vir sobre a Terra. Correspondam vossas obras à fé que professais.” Vi que a mente deve estar firme em Deus, e que nossa influência deve testemunhar de Deus e Sua verdade. Não podemos honrar o Senhor quando somos descuidosos e indiferentes. Não O podemos glorificar quando estamos desalentados. Cumpre-nos ser sinceros para assegurar a salvação da própria alma, e para salvar a outros. Devemos dar a isto toda a importância, e tudo mais deve vir em segundo lugar.” Testemunho Seletos, Vol.  1, 23.

Tem muita gente necessitando de ajuda e espera que alguém ofereça alguma assistência para o seu sofrimento. Somente as pessoas que se entregam totalmente a Deus podem oferecer seus talentos e recursos financeiros. Veja este texto:

“Não há limites à utilidade de uma pessoa que, pondo de parte o próprio eu, oferece margem à operação do Espírito Santo na pessoa, e vive uma vida de inteira consagração a Deus. Caso os homens suportem a necessária disciplina, sem queixume ou desfalecimento pelo caminho, Deus os ensinará a cada hora, a cada dia. Anseia revelar Sua graça. Remova Seu povo os obstáculos, e Ele derramará as águas da salvação em torrentes, mediante os condutos humanos. Se os homens de condição humilde fossem animados a fazer todo o bem ao seu alcance, não houvesse sobre eles mãos repressivas a refrear-lhes o zelo, e haveria uma centena de obreiros de Cristo onde temos agora apenas um. Deus toma os homens tais quais são, e educa-os para Seu serviço, uma vez que se entreguem a Ele. O Espírito de Deus, recebido na mente, vivificar-lhes-á todas as faculdades. Sob a direção do Espírito Santo, o intelecto que se consagra sem reservas a Deus desenvolve-se harmonicamente, e é fortalecido para compreender e cumprir o que Deus requer. O caráter fraco e vacilante muda-se em outro forte e firme. A devoção contínua estabelece uma relação tão íntima entre Jesus e Seu discípulo, que o cristão se torna como Ele em espírito e caráter. Mediante ligação com Cristo terá visão mais clara e ampla. O discernimento se tornará mais penetrante, mais equilibrado o juízo. Aquele que anela ser de utilidade a Cristo é tão vivificado pelo vitalizante poder do Sol da Justiça, que é habilitado a produzir muito fruto para glória de Deus”. O Desejado de Todas as Nações, 168.

 

Publicado em:
http//:temasbbiblicos.blogspot por Luís Carlos Fonseca
Edição:
fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: