COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 4 – SALVAÇÃO – (3º trimestre de 2014 – 19 a 26/ de julho)

E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos.Apocalipse 16:7

E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos.Apocalipse 16:7

 “E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e hás de ser, porque julgaste estas coisas.”
Apocalipse 16:5

transfiguration-st-jerome-st-augustine-1500 VERSO ÁUREO: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” João 3:16.

INTRODUÇÃO (sábado 19 de julho) – Durante esta semana vamos estudar sobre a salvação do ser humano. Com a entrada do pecado o homem foi condenado à morte eterna, mas com a 1ª vinda de Jesus; Sua consequente morte e ressurreição, a salvação ficou assegurada à todos os pecadores que o aceitarem.

O que é salvação? Salvação é a libertação do perigo ou sofrimento. Salvar é libertar ou proteger. A palavra dá a ideia de vitória, saúde, e preservação. Às vezes, a Bíblia usa palavras como salvo ou salvação para se referir à libertação temporária e física, tal como a libertação de Paulo da prisão. Ver Filipenses 1:19. O uso mais frequente da palavra salvação tem a ver com libertação eterna e espiritual. Quando Paulo disse ao carcereiro de Filipo o que ele precisava fazer para ser salvo, Paulo estava se referindo ao destino eterno do carcereiro. Ver Atos 16:30-31. Jesus comparou a salvação com entrar no reino de Deus. Veja este texto: “E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. Os seus discípulos, ouvindo isto, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá pois salvar-se?” Mateus 19:24-25

Do que o ser humano é salvo? Na área da soteriologia, que é a doutrina da salvação, somos salvos da “ira”; isso quer dizer; do julgamento de Deus sobre o pecado. Ver Romanos 5:9 e I Tessalonicenses 5:9. Nosso pecado nos separou de Deus, e a consequência do pecado é morte. Ver Romanos 6:23. A salvação de Deus refere-se à libertação da consequência do pecado e envolve, portanto, remoção dos pecados.

Quem unicamente pode salvar? Só Deus pode remover pecados e nos livrar da penalidade do pecado. Ver II Timóteo 1:9 e Tito 3:5.

Como Deus salva? Na doutrina cristã da salvação, Deus nos resgatou através de Cristo. Ver João 3:17. Especificamente, foi a morte de Jesus na cruz e subsequente ressurreição que alcançou nossa salvação. Ver Romanos 5:10 e Efésios 1:7. A Bíblia é clara em mencionar que salvação é um gracioso dom de Deus que não merecemos. Ver Efésios 2: 5 e 8, e é disponível apenas através de fé em Jesus Cristo. Ver Atos 4:12.

Como recebemos salvação? Somos salvos por fé. 1) Primeiro necessitamos escutar o evangelho; a boa nova da morte e ressurreição de Cristo. Ver Efésios 1:13. 2) Depois precisamos acreditar e confiar plenamente no Senhor Jesus. Ver Romanos 1:16. 3) Precisamos arrepender dos pecados. Ver Atos 3:19. 4) Devemos Invocar o nome do Senhor. Ver Romanos 10:9-10, 13. 5) Devemos ser batizados. Veja estes textos: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.” Marcos 16:16.

“E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. E lhe pregavam a palavra do Senhor, e a todos os que estavam em sua casa. E, tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes os vergões; e logo foi batizado, ele e todos os seus.” Atos 16:31-33

 

DOMINGO (20 de julho) A SALVAÇÃO É UM DOM DE DEUS – A salvação, assim como o arrependimento, são dons que o ser humano recebe de Deus. Se é um presente ninguém pode recusar. Presentes se aceitam. O homem não tem mérito nenhum na sua salvação. Ele vem inteiramente de Deus.

Veja estes textos: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16.

“Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te leva ao arrependimento?” Romanos 2:4

A lição de hoje traz a parábola do publicano e do cobrador de impostos que foram ao templo para orar. A salvação só é concedida para quem é humilde e a aceita. Veja o texto: “E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.” Lucas 18:9-14

A salvação vem de Deus e somente aceita aquele que deseja. Seguem alguns sinais de que você já aceitou a salvação:

1. Você gosta de ter comunhão com Cristo e Seu povo redimido. Ver I João 1:3

2. Você anda na luz e não nas trevas Ver I João 1:6-7

3. Você admite e confessa o seu pecado. Ver I João 1:8

4. Você é obediente à Palavra de Deus. Ver I João 2:3-5

5. A sua vida indica amor à Deus e não ao mundo. Ver João 2:15

6. A sua vida é caracterizada por fazer o que é certo. Ver I João 2:29

7. Você procura manter uma vida pura. Ver I João 3:3

9. Você monstra amor por outros cristãos e pessoas. I João 3:14

10. Você pratica o que realmente prega. Ver I João 3:18-19

11. Você vive com a consciência limpa. Ver I João 3:21

12. Você tem vitória sobre os pecados. Ver I João 5:4

13. Você aceita, pede o batismo e é batizado. Ver Marcos 16.16

 

SEGUNDA-FEIRA (21 de julho) SALVAÇÃO: UMA INICIATIVA DE DEUS – No decorrer da história humana sempre é Deus que inicia relacionamentos com o pecador. Quando Adão e Eva pecaram Deus disse: “E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?” Gênesis 3:9. Depois Deus providenciou as vestes de peles de animais: “E fez o Senhor Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.” Gênesis 3:21. Quando Caim matou Abel foi Deus que o procurou: “E disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?” Gênesis 4:9. E assim continua em toda a bíblia. No Apocalipse continua a mostrar o grande amor de Deus convidando o pecador para o arrependimento e salvação. Veja estes outros textos: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Apocalipse 3:20

“E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.” Apocalipse 22:17.

De forma natural não desejamos viver com Deus, pois o pecado nos separa dele. Ver Isaías 59:2 e Salmo 51:5 Mas Deus nos procura. Veja este outro lindo texto: “Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.” João 6:44

A lição de hoje traz-nos as parábolas da ovelha e dracma perdidas. Veja o texto: “E ele lhes propôs esta parábola, dizendo: Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e vai após a perdida até que venha a achá-la? E achando-a, a põe sobre os seus ombros, jubiloso; e, chegando a casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento. Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar? E achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida. Assim vos digo que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.” Lucas 15:3-10

Estas parábolas mostram que há dois tipos de crentes perdidos, os que estão dentro da igreja e os que estão fora. Por que alguns não desejam ser encontrados? Há muitos motivos pelos quais as pessoas rejeitam a salvação de Jesus. Cito quatro principais motivos:

1) Algumas pessoas acham que não necessitam de um Salvador. Essas pessoas se consideram basicamente boas e não percebem que elas, como todo mundo, são pecadoras e não podem se aproximar de Deus do jeito que querem. Mas Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” João 14:6. Aqueles que rejeitam a Jesus nunca vão poder encarar Deus e defenderem-se pelos seus próprios esforços.

2) O medo de rejeição social ou perseguição inibem algumas pessoas de declararem que Cristo é o seu Senhor. Os descrentes descritos na bíblia não confessaram a Cristo porque estavam mais preocupados com a sua posição entre seus companheiros do que em fazer a vontade de Deus: Veja o texto: “Apesar de tudo, até muitos dos principais creram nele; mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem expulsos da sinagoga. Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus.” João 12:42-43

3) Para algumas pessoas, as coisas que o mundo tem a oferecer são mais importantes e atraentes do que as coisas eternas. Lemos a história de um homem que pensava assim em Mateus 19:16-23. Esse homem não estava disposto a perder seus bens terrenos para ganhar um relacionamento eterno com Jesus. Veja também II Coríntios 4:16-18.

4) Muitas pessoas resistem às tentativas do Espírito Santo de convertê-las à fé em Cristo. Estêvão, um líder da igreja primitiva, disse àqueles que estavam prestes a matá-lo: “Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo…” Atos 7:51. O Apóstolo Paulo fez um comentário parecido a um grupo de pessoas que estavam rejeitando o evangelho. Ver Atos 28:23-27.

Qualquer que seja o motivo pelo qual as pessoas rejeitam a salvação, sua rejeição tem consequências eternas e desastrosas. “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”, a não ser o nome de Jesus” Atos 4:12.

Veja este pensamento: “Se juntássemos tudo que é bom e santo, nobre e belo no homem, e apresentássemos o resultado aos anjos de Deus, como se desempenhasse uma parte na salvação da alma humana ou na obtenção de mérito, a proposta seria rejeitada como traição. Encontrando-se na presença de seu Criador e contemplando a glória insuperável que envolve Sua Pessoa, eles consideram o Cordeiro de Deus dado desde a fundação do mundo a uma vida de humilhação, a ser rejeitado por homens pecaminosos, e a ser desprezado e crucificado. Quem pode avaliar a imensidão desse sacrifício!” Fé e Obras, 24.

 

TERÇA-FEIRA (22 de julho) A MORTE NECESSÁRIA /EXIGIDA – Por que Jesus teve que passar por tanto sofrimento e morte? Em Isaías 52:14 declara: “Como pasmaram muitos à vista dele, pois o seu aspecto estava mui desfigurado, mais do que o de outro qualquer, e a sua aparência, mais do que a dos outros filhos dos homens”. Jesus sofreu de forma muito cruel durante seu julgamento, tortura e crucificação. Ver Mateus 27, Marcos 15, Lucas 23 e João 19. Por mais horrível que Seu sofrimento físico tenha sido, nada pode ser comparado ao grande sofrimento espiritual pelo qual Jesus passou. Ele entrou em agonia e até suava gotas de sangue!

Em II Coríntios 5:21 diz: “Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.” Jesus tinha o peso do pecado do mundo inteiro nos Seus ombros. Ver I João 2:2. Foi o pecado que fez Jesus clamar: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”. Mateus 27:46. Então, por mais brutal que o sofrimento físico de Jesus tenha sido, não foi nada em comparação com o fato de que Ele teve que carregar os nossos pecados e morrer para nos salvar. Ver Romanos 5:8.

Isaías capítulo 53: 3-5 profetiza sobre o sofrimento de Jesus: “Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso. Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” O Salmo 22:14-18 é uma outra passagem poderosa que predisse o sofrimento do Messias: “Derramei-me como água, e todos os meus ossos se desconjuntaram; meu coração fez-se como cera, derreteu-se dentro de mim. Secou-se o meu vigor, como um caco de barro, e a língua se me apega ao céu-da-boca; assim, me deitas no pó da morte. Cães me cercam; uma súcia de malfeitores me rodeia; traspassaram-me as mãos e os pés. Posso contar todos os meus ossos; eles me estão olhando e encarando em mim. Repartem entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica deitam sortes.”

Alguns acham que a tortura física de Jesus fazia parte do processo de ser punido pelos nossos pecados, em nosso lugar. De uma certa forma, esse é provavelmente o caso. Ao mesmo tempo, a tortura pela qual Jesus passou fala mais do ódio e crueldade da humanidade do que da punição de Deus pelo pecado. O ódio tão forte de Satanás por Deus e Jesus, com certeza, fez parte da motivação por trás da tortura e abuso contínuos. O sofrimento de Jesus é o exemplo máximo de como o homem pecaminoso se sente diante de um Deus santo. Ver Romanos 3:10-18.

Porque Deus não podia enviar um anjo para morrer no lugar de Jesus? Por duas razões: O sacrifício devia ser perfeito e realizado por Deus unicamente. João Batista descreveu Jesus como “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” João 1:29. A oferta devia ser voluntária. No salmo 40: 6-7 podemos observar a conversa celestial, quando Jesus se apresentou para morrer. Lembrando que os salmos não são apenas orações e músicas dos salmistas, mas também profecias a respeito de Jesus: “Sacrifício e oferta não quiseste; os meus ouvidos abriste; holocausto e expiação pelo pecado não reclamaste. Então disse: Eis aqui venho; no rolo do livro de mim está escrito.” Salmo 40:6-7

 

QUARTA-FEIRA (23 de julho) LIVRES DO PECADO – Embora os filhos de Deus vão se libertar, definitivamente, do pecado quando Jesus voltar e estabelecer o Seu reino eterno; ainda aqui podemos receber Jesus e não mais viver na prática dos pecados conhecidos e praticados na velha vida, quando ainda vivíamos nas trevas espirituais. Ainda aqui podemos receber a natureza Divina e obter, através de Jesus, a vitória sobre o pecado. Veja este texto: “Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.” II Pedro 1:4.

Se o pecado nos separa de Deus, Cristo nos une à Ele e nos capacita para termos uma vida vitoriosa. Veja estes outros textos: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo.” Efésios 1:3

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” Colossenses 3:1-3. Ver também I João 5.4

A lição de hoje traz o exemplo de alguns personagens que foram curados das moléstias físicas. Ver em Lucas 7. Trata-se do paralítico perdoado, da mulher que lavou os pés de Jesus e foi perdoada e da prostituta que podia ter sido apedrejada, mas foi perdoada.

Quando Jesus perdoava, Ele ordenava para as pessoas não mais retornar à prática dos mesmos pecados. Veja estes textos: Paralítico no tanque de Betesda: “Depois Jesus encontrou-o no templo, e disse-lhe: Eis que já estás são; não peques mais, para que não te suceda alguma coisa pior.” João 5:14

Mulher adultera: “E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.” João 8:10-11.

Se Jesus deu esta ordem é porque é possível viver sem mais cairmos nos mesmos pecados. Hoje há cristãos que dizem algo parecido com isso: “Nunca vamos deixar de cometer pecados”. É certo que a natureza humana está maculada pelo pecado e a todo momento somos colocados com situações inusitadas e podemos falhar, trair e decepcionar as pessoas e Jesus; como aconteceu com Lúcifer, Eva e Adão; mas, praticar o mesmo pecado, repetidas vezes, com o pretexto de que é pecador; isso significa brincar com Deus e desprezar o sacrifício de Jesus e Seu poder de restaurar a nossa vida! É também importante sabermos que para todos os pecadores há a promessa de perdão e salvação. Veja este texto: “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” I João 2:1.

 

Quem somente irá morar com Deus? Não sabeis que os injustos não hão-de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” I Coríntios 6:9-10. Ver o Salmo 15.

 

QUINTA-FEIRA (24 de Junho) CRISTO DÁ-NOS VIDA ETERNA – A Bíblia apresenta um caminho claro para a vida eterna. Primeiramente, temos que reconhecer que temos pecado contra Deus: “Pois todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” Romanos 3:23. Todos nós temos feito coisas que desagradam a Deus, que nos fazem merecedores de castigo. Já que todos os nossos pecados, no final das contas, são contra o Deus eterno, somente um castigo de morte eterna seria suficiente. “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Romanos 6:23.

 

Jesus Cristo, o santo e eterno Filho de Deus, tornou-se homem. Ver João 1:1 e 14 e morreu para pagar nossos pecados. “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”. Romanos 5:8. Jesus Cristo morreu na cruz. Ver João 19:31-42, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos. Ver II Coríntios 5:21. Três dias depois Ele ressuscitou dos mortos provando Sua vitória sobre o pecado e a morte. Veja este texto: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos” I Pedro 1:3.

Tendo em vista que Jesus nos concede a vida eterna ainda aqui. Ver João 3:36, pela fé, temos que fugir do pecado e olhar para Cristo e para a vida eterna. Ver Atos 3:19. Se colocarmos nossa fé nele, confiando em Sua morte na cruz para pagar nossos pecados, seremos perdoados; e é-nos prometida vida eterna. Veja estes textos:

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

“Se, com a tua boca, confessares a Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo”. Romanos 10:9. Fé absoluta no sacrifício de Cristo na cruz é o único caminho para a vida eterna!

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” Efésios 2:8-9.

Se você quer aceitar Jesus Cristo como seu Salvador, aqui está uma simples oração que você pode fazer. Lembre-se que dizer esta oração como qualquer outra não irá salvá-lo. Somente crendo em Cristo você pode ser salvo. Esta oração é uma simples maneira de expressar a Deus sua fé nele e agradecer-lhe por ter providenciado sua salvação: “Deus, eu sei que tenho pecado contra Ti e mereço a morte eterna. Mas Jesus Cristo tomou o castigo que eu mereço para que, por minha fé, nele eu possa ser perdoado. Eu abandono meu pecado e coloco minha confiança em Ti para minha salvação. Obrigado por Sua maravilhosa graça, perdão, salvação e o presente da vida eterna! Amém!”

Veja este lindo texto: “Ainda procurando dar a verdadeira direção à sua fé, Jesus declarou: “Eu sou a ressurreição e a vida.” Em Cristo há vida original, não emprestada, não derivada. “Quem tem o Filho tem a vida.” I João 5:12. A divindade de Cristo é a certeza de vida eterna para o crente. “Quem crê em Mim”, disse Jesus, “ainda que esteja morto viverá; e todo aquele que vive, e crê em Mim, nunca morrerá. Crês tu isto?” João 11:25 e 26. Cristo olha aqui ao tempo de Sua segunda vinda. Então os justos mortos ressuscitarão incorruptíveis, e os vivos serão trasladados para o Céu, sem ver a morte. O milagre que Cristo estava prestes a realizar, em ressuscitar a Lázaro dos mortos, representaria a ressurreição de todos os justos mortos. Por Suas palavras e obras, declarou-Se o Autor da ressurreição. Aquele que estava, Ele próprio, prestes a morrer na cruz, retinha as chaves da morte, vencedor do sepulcro, e afirmou Seu direito e poder de dar vida eterna”. O Desejado de Todas as Nações, 530. Amém?

 

SEXTA-FEIRA (25 de julho) LEITURA COMPLEMENTAR DA LIÇÃO – A salvação que Jesus oferece é estendida à todas as pessoas, independentemente da sua religião, raça, posição social ou cor. Devemos lembrar também que a salvação é um dom gratuito de Deus. Mas, Ele coloca-Se totalmente à disposição do pecador para restaurá-lo dos pecados e mazelas deste mundo.

Veja estes textos: “Eis que Ele ainda convida: “Se alguém tem sede, venha a Mim e beba. Quem crê em Mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.” João 7:37 e 38. “A água que Eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna. João 4:14” Educação, 83.

“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram. Este é o pão que desce do céu, para que o que dele comer não morra. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.” João 6:47-51

“Os anjos desejam que aprendamos que “o Filho do homem veio buscar e salvar o perdido”. Luc. 19:10. Cristo não veio para salvar os bons e justos, mas os perdidos. Irmãos e irmãs, quando virdes alguém se desviando da verdade, e colocando em perigo sua esperança de salvação eterna, achegai-vos ao seu lado, e procurai ajudá-lo de todas as formas que puderdes. Perguntai-lhe a respeito de suas necessidades; orai com ele; trabalhai bondosa e pacientemente com ele; jamais desistais de ajudá-lo”. Refletindo a CRISTO, MM 1986, 242.

“Contemplando o crucificado Redentor, compreendemos mais plenamente a magnitude e significação do sacrifício feito pela Majestade do Céu. O plano da salvação glorifica-se aos nossos olhos, e a idéia do Calvário desperta vivas e sagradas emoções em nossa alma. No coração e nos lábios achar-se-ão louvores a Deus e ao Cordeiro; pois o orgulho e o culto de si mesmo não podem crescer na alma que conserva sempre vivas na memória as cenas do Calvário. Aquele que contempla o incomparável amor do Salvador, será elevado no pensamento, purificado no coração, transformado no caráter. Sairá para servir de luz ao mundo, para refletir, em certa medida, este misterioso amor. Quanto mais contemplarmos a cruz de Cristo, tanto mais adotaremos a linguagem do apóstolo quando disse: “Mas longe esteja de mim gloriar-me a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo”. Gálatas 6:14.” Desejado de todas as nações, 468.

O carcereiro de Filipos perguntou a Paulo e Silas: “Senhores, o que me é necessário fazer para me salvar?” Atos 16:30. Paulo e Silas responderam: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa”. Atos 16:31. É claro que necessitamos analisar o que envolve “crer” para ser salvo. É isto que vamos analisar no estudo desta semana.

Como posso ser salvo e por que preciso ser salvo? Somos todos infectados com o pecado. Ver Romanos 3:23 e Salmo 51:5. Nascemos com o pecado; e todos nós, naturalmente, escolhemos pecar. Ver Eclesiastes 7:20 e I João 1:8. O pecado é o que nos tira a salvação por nos separar de Deus e nos colocar no caminho para a destruição eterna.

Como posso ser salvo e salvo de quê? Por causa do nosso pecado, todos nós merecemos a morte. Ver Romanos 6:23. Enquanto a consequência física do pecado seja a morte física, ela não é o único tipo de morte que resulta do pecado. No fim das contas, todo pecado é cometido contra um Deus eterno e infinito. Ver Salmo 51:4. Por causa disso, a penalidade justa para o nosso pecado também é eterna e infinita. Precisamos ser salvos da destruição eterna. Ver Mateus 25:46 e Apocalipse 20:15.

Como Deus providenciou a minha salvação? Já que a justa penalidade para o pecado é infinita e eterna, só Deus poderia pagá-la porque só Ele é eterno e infinito. No entanto, Deus, em Sua natureza divina, não podia morrer, por isso tornou-Se um ser humano na pessoa de Jesus Cristo. Deus assumiu a carne humana e viveu entre nós. Quando as pessoas rejeitaram Deus e à Sua mensagem, ao ponto de procurarem matá-lo, Ele voluntariamente sacrificou-se por nós, permitindo que O crucificassem. Ver João 10:1. Porque Jesus Cristo era humano, Ele podia morrer; e porque Jesus Cristo era Deus, a Sua morte tinha um valor eterno e infinito. A morte de Jesus foi o pagamento perfeito e completo para o nosso pecado. Ver João 2:2. Ele tomou sobre Si as consequências que merecíamos. A ressurreição de Jesus, dentre os mortos, mostrou que a Sua morte foi realmente o sacrifício perfeitamente suficiente para o pecado.

O que preciso fazer para ser salvo? Duas coisas: 1) “Crê no Senhor Jesus e serás salvo”. Atos 16:31. Deus já fez tudo o que precisava ser feito. Tudo o que você deve fazer é receber, em fé, a salvação que Deus oferece. Ver Efésios 2:8-9. Apenas confie em Jesus como o pagamento por seus pecados. Acredite nele e você não perecerá. Ver João 3:16. Deus está oferecendo-lhe a salvação como um dom. Tudo que você tem de fazer é aceitá-la. Jesus é o caminho da salvação. Ver João 14:6. 2) “Quem crer e for batizado será salvo.” Marcos 16:16. Antes de ser batizada, a pessoa deve passar por algumas etapas; arrepender, confessar e obedecer. A obediência, à vontade de Deus, é uma condição necessária para se obter a salvação. A verdadeira crença envolve obediência aos mandamentos de Deus, incluindo 4º mandamento que requer a santificação do sábado e o segundo mandamento que condena imagens e ídolos. A fé não pode ser cega! Veja estes textos: “E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem.” Atos 5:32.

“Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” Atos 5:29

“E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder, com labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.” II Tessalonicenses 1:7-8.

 

 

Luís Carlos Fonseca em temasbblicos.blogspot.com.br

TTASD
fabiodeps@gmail.com

 

 

 

Anúncios

, , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: