COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 13: EXORTAÇÕES DO SANTUÁRIO – (21 a 28/12/2013)

“Se buscardes o Senhor e vos converterdes cada dia; se, por vossa própria escolha espiritual, fordes livres e felizes em Deus; se, com satisfeito consentimento do coração a Seu gracioso convite, vierdes e tomardes o jugo de Cristo; o jugo da obediência e do serviço, todas as vossas murmurações emudecerão, remover-se-ão todas as vossas dificuldades, todos os desconcertantes problemas que ora vos defrontam se resolverão.”
O Maior Discurso de Cristo, pg.101.

rafael_sanzio_a_ressurreicao_anjo2

VERSO ÁUREO: “E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa.” Hebreus 10:21-22

INTRODUÇÃO: A última lição do trimestre nos incentiva a entrega da nossa vida à Deus e à uma vida Cristã de ética exemplar: Durante esta semana vamos estudar, especialmente, sobre o seguinte texto do livro de Hebreus: “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa, retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.” Hebreus 10:19-25

Nossa! Que maravilhosas exortações vindas diretamente do trono de Deus! Primeiro Deus desafia-nos à entrarmos no santuário pela fé e pelo sangue de Jesus. Depois Ele mostra-nos que Jesus é o nosso grande Sacerdote. Depois Deus convida-nos a purificarmos a nossa vida da má consciência; isto é, dos nossos pecados. Deus continua pedindo para não abandonarmos a fé. Mostra ainda a necessidade que temos de realizar obras de amor e caridade, levando a salvação aos perdidos e conclui dizendo para nunca abandonarmos as reuniões da igreja e comunhão com os irmãos. Perfeito!

O santuário celestial é a habitação oficial de Deus, embora Ele tem o dom da onipresença e “habita com o contrito e abatido de espírito”. Do santuário saem as orientações de Deus para o Seu povo. Felizes são aqueles que reconhecem a soberania de Deus e O colocam em primeiro lugar na sua vida.

DOMINGO (22 de dezembro) ACESSO AO SANTUÁRIO CELESTIAL – Este é o texto principal para hoje: “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus.” Hebreus 10:19-21.

Há outros dois textos que incutem-nos muita alegria em saber que Jesus sempre está disponível: “Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” Hebreus 4:16

“A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu, onde Jesus, nosso precursor, entrou por nós, feito eternamente Sumo-Sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.” Heb. 6:19-20

O seguinte texto é inspirador ao descrever a profundidade do amor de Deus. “O coração de Deus anseia pelos Seus filhos terrestres com um amor mais forte do que a morte. Ao dar o Seu Filho, Ele derramou sobre nós todo o Céu numa única dádiva. A vida, a morte a intercessão do Salvador, o ministério dos anjos, a defesa do Espírito, o Pai a trabalhar acima e por intermédio de todos, o interesse incessante dos seres celestiais, todos estão empenhados a favor da salvação do homem.” Aos Pés de Cristo, 20

De um lado está a graça salvadora de Deus, através de Jesus Cristo, disponível à todos os pecadores. Do outro lado estão os pecadores carentes e necessitados da salvação. O que podemos fazer? O que Deus espera de nós? Nenhum tesouro poderia pagar o dom inefável da salvação. Por isso, Deus concede a salvação gratuitamente.

Através de que métodos somos salvos? 1) Pela graça e fé: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie.” Efésios 2:8 e 9

2) Pelo sangue: “Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.” Rom. 5:9 e 10

Uma vez que é só Deus que pode resolver o problema do pecado devemos achegarmos humildes ao trono da salvação. Veja a nossa situação desesperadora: “Por isso, ainda que te laves com salitre, e amontoes sabão, a tua iniquidade está gravada diante de mim, diz o Senhor Deus.” Jeremias 2:22

“Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.” Isaias 59:2

SEGUNDA-FEIRA ( 23 de dezembro) PURIFICADOS E SINCEROS – Este é o verso para hoje: “Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa.” Hebreus 10:22

A Salvação é o papel que Deus desempenha na vida do pecador. Nossa parte é estarmos disponíveis para receber a purificação. Esta disponibilidade pode ser resumida em dependência de Deus e humildade em aceitar os Seus planos na nossa vida. Todos nós somos tentados e Satanás é o originador de todas as tentações. “Ninguém, sendo tentado diga: De Deus sou tentado…Deus a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela própria concupiscência.” Tiago 1:13 e 14. Ver também em Lucas 4:1-14, as tentações que Jesus sofreu, instigadas pelo diabo no deserto. Com a tentação podemos ceder ou não. Quando caímos em pecados devemos confessar e abandonar os pecados para termos acesso pleno e imediato ao santuário celestial.

O verso de hoje apresenta 4 condições para estarmos na presença de Deus e sermos recebidos plenamente por Ele: 1) Ir com coração sincero. 2) Ir com inteira certeza de fé. 3) Ir com a consciência de que fomos perdoados e 4) Ir lavados com o sangue de Cristo através do batismo.

Hoje o maior problema do cristão é querer abraçar as concupiscências do mundo e as coisas de Deus ao mesmo tempo. Deus adverte-nos, de forma contundente, da seguinte forma: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.” Tiago 4:7-8. Quando entramos na presença de Deus, através do estudo diária da Palavra e da oração particular fervorosa, somos purificados dos nossos pecados assim como foi Isaías: “E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniquidade foi tirada, e perdoado o teu pecado.” Isaías 6:7

TERÇA-FEIRA (24 de dezembro) FÉ:TER CONFIANÇA – Este é o texto sugerido para hoje: “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus.” Hebreus 10:19. Confiança em Deus é um requisito para que sejamos salvos. Ousadia é mais do que a demonstração de uma fé teórica e passiva. Envolve ação para manter um relacionamento com o Criador. Isso é maravilhoso!

O que é fé? Fé, do grego: pistia e do latim: Fides é a firme convicção de que algo seja verdade, sem nenhuma prova de que este algo seja verdade, fé é a absoluta confiança que depositamos neste algo ou alguém. Veja a definição da bíblia: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.” Hebreus 11:1. Fé, confiança e certeza são palavras usadas para mostrar uma atitude de nossa total dependência de Deus. Este sentimento não é inerente do ser humano, é um dom de Deus.

Como as pessoas podem ter e desenvolver a fé? 1) Através da comunhão com Deus e da Sua Palavra: “No qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nele.” Efésios 3:12. “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” Romanos 10:17. 2) Através do servição missionário: “Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.” I Timóteo 3:13. Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança”. Hebreus 6:11

QUARTA-FEIRA (25 de dezembro) ESPERANÇA: SER FIRMES E INABALÁVEIS – Feliz Natal! Aproveite este dia para estar com os seus queridos e especialmente com o aniversariante Jesus. A lição de hoje fala-nos sobre esperança. E o seguinte texto traduz muito bem a verdadeira esperança que deve caracterizar os filhos de Deus: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.” I Pedro 1:3. Fomos gerados para uma viva esperança. Em geral as pessoas que não vivem com Deus colocam as suas esperanças em pessoas; nos bens materiais e nas capacidades meramente humanas. Quando perdem pessoas, saúde ou bens; sentem-se como se o chão tivesse desaparecido. Já o filho de Deus consegue suportar, com paciência, as provações da vida, porque tem a sua fé depositada em Jesus e a esperança da vida eterna, que é real.

Veja os seguintes textos que falam da esperança do crente: “Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão-somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim.” Hebreus 3:6

“Recordando-nos, diante do nosso Deus e Pai, da operosidade da vossa fé, da abnegação do vosso amor e da firmeza da vossa esperança em nosso Senhor Jesus Cristo”. I Tess. 1:3

“Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim.” Hebreus 3:14

O que é que mantém a esperança viva até o fim? É a fé e confiança que temos em Deus. A fé vem de Deus e necessita ser cultivada. Como podemos cultivar a fé? Através do estudo diário da bíblia, das orações particulares, da frequência aos cultos, reuniões de oração e do trabalho missionário. Deus convida-nos para retermos a nossa esperança: “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.” Hebreus 10:23

Há mais um ponto a ser considerado: Deus deixou todas as Suas promessas especificadas em favor dos Seus filhos. Quando Deus promete, Ele cumpre; e podemos confiar e esperar. Veja este texto: “Fiel é aquele que vos chama, e o cumprirá.” I Tessalonicenses 5:24

QUINTA-FEIRA (26 de dezembro) AMOR: ANIMARMO-NOS UNS AOS OUTROS – Este é o texto principal para hoje: “Olhemos uns pelos outros para estímulo à caridade e às boas obras.” Hebreus 10:24. A nossa primeira obrigação deve ser para com os domésticos da fé e depois para com as pessoas, em geral. Veja estes outros textos e como resumem bem o tema de hoje: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há-de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” Atos 1:8

“E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.” Gálatas 6:9-10

A igreja existe para cumprir, especialmente, três funções:

1) Para a adoração: Este propósito é o mais fácil de ser realizado, porque, quem não gosta de ir à igreja e adorar a Deus? Cantar hinos e fazer orações é a parte poética da vida religiosa. Todas as religiões cristãs procuram adorar a Deus dentro de seus estilos e culturas, mas o fazem com sinceridade e na melhor das intenções. Jesus disse: “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.” João 4:23.

2) Para manter comunhão com os crentes na fé. Esse propósito leva-nos ao princípio da criação: “não é bom que o homem esteja só” “Enchei e multiplicai” A família cristã é convidada para congregar; para a oração e o conforto espiritual. Como manter comunhão, se não oramos uns pelos outros? Esse propósito define quem somos, uma Igreja unida ou uma Igreja dividida. A desunião é a maldição das igrejas de hoje. Somos uma sociedade de amor. Isto é, nós devemos amar uns aos outros. Foi o que Jesus ensinou-nos, e isto é a Sua lei: amar-nos mutuamente e amar a Deus sobre todas as coisas. Deus disse: “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.” I João 1:7.

3) Para fazer discípulos: Jesus disse: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Mateus 28:19-20. O nosso amor também deve ser dirigido para as pessoas que estão perdidas. Cumpre-nos ter um programa pessoal de evangelismo. Antes de você sair para evangelizar, você deve fazer as seguintes perguntas: Como era minha vida antes de conhecer Jesus? Como percebi que precisava de Jesus? Como comprometi minha vida com Cristo? Que diferença faz Jesus em minha vida? Você também deve dar um bom testemunho na vida, e deve contar do seu testemunho: conte a história de como você iniciou o seu relacionamento com Cristo, suas lições de vida que Deus lhe ensinou. Encontre amigos e famílias com quem estudar a Bíblia. Convide pessoas para assistir aos programas da sua igreja. Visite pessoas doentes.Visite pessoas nas cadeias e nos hospitais. Participe da evangelização! Fazendo assim estará mostrando o amor às pessoas e cumprindo a missão.

SEXTA-FEIRA (27 de dezembro) – LEITURA ADICIONAL DA LIÇÃO –  Cumpre-nos o dever de manter a fé e esperança da vida eterna bem viva em nossa mente. O convite de Deus é para que nos achegarmos a Cristo com confiança e fé por meio da oração e estudo da bíbla sagrada, fazendo a entrega diária. Embora possamos ter a impressão que os problemas são maiores do que as nossas forças, Deus é infinitamente maior do que todos os nossos problemas.

Veja estes lindos pensamentos: “Um dia de cada vez nos pertence, e durante o mesmo cumpre-nos viver para Deus. Por esse dia devemos colocar na mão de Cristo, em solene serviço, todos os nossos desígnios e planos, depondo sobre Ele toda a nossa solicitude, pois tem cuidado de nós. “Eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” Jer. 29:11. “Em vos converterdes e em repousardes, estaria a vossa salvação; no sossego e na confiança, estaria a vossa força.” Isa. 30:15”. O Maior Discurso de Cristo, 101.

editado de:
Luís Carlos Fonseca
http:// temasbblicos.blogspot.com.br/

Anúncios

, , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: