BUSQUE O SENHOR E VIVA! (Amós) – Comentários da Lição 5 – 27/04 a 04/05/2013

” E disse: Que vês, Amós? E eu disse: Um cesto de frutos do verão. Então o SENHOR me disse: Chegou o fim sobre o meu povo Israel; nunca mais passarei por ele.” 
Amós 8:2
As areias do tempo estão-se esgotando rapidamente na ampulheta; em breve dir-se-á no Céu: “Está cumprido.” Apoc. 21:6. “Quem é santo, seja santificado ainda”, “quem está sujo, suje-se ainda.” Apoc. 22:11.  (EGW – ME  v2 pg 376/377)
Domenichino-anjocustodio

VERSO ÁUREO: “Buscai o bem, e não o mal, para que vivais; e assim o Senhor, o Deus dos Exércitos, estará convosco, como dizeis.” Amós 5:14

INTRODUÇÃO: O Profeta Amós foi suscitado em Israel para proclamar que Deus viria como um leão proferindo juízo, como já foi analisado. Por de trás de toda uma comunidade respeitável e próspera materialmente, estava escondida uma religião de formalismo e corrupção espiritual. A única maneira do povo ser libertado de todos os males, que Deus traria sobre eles, era buscar ao Senhor.

Agora, quando ele profetisa isso o profeta alerta para algo: não buscar a Betel, nem ir a Gilgal, nem passar por Berseba: “Mas não busqueis a Betel, nem venhais a Gilgal, nem passeis a Berseba, porque Gilgal certamente será levada ao cativeiro, e Betel será desfeita em nada. Buscai ao Senhor, e vivei, para que ele não irrompa na casa de José como um fogo, e a consuma, e não haja em Betel quem o apague.”  Amós 5:5,6

O que esses lugares querem dizer?
Betel 
– Foi nesse lugar que Abraão armou a sua tenda e edificou o seu primeiro altar (Gen. 12:8; 13:3). O nome Betel foi dado por Jacó. Foi nesse lugar que Jacó teve a visão de uma escada que atingia o céu, por onde os anjos subiam e desciam.
Gilgal – Também está associado intimamente com a idéia da relação especial de Israel com o Senhor. Quando Josué conduziu o povo para a terra prometida, eles construíram um memorial em Gilgal (Josué 4:19-20) no mesmo lugar o povo foi circuncidado para mostrar que estavam deixando toda a influência corrupta do Egito (Josué 5:1-90), o povo celebrou a primeira páscoa na nova terra (Josué 5:10) e mais tarde vieram a este lugar para dividir a terra que Deus lhes havia dado (Josué 14:6).
Berseba – Era o centro da vida patriarcal. Este nome significa poço do juramento e se originou com um pacto entre Abraão e Abimeleque rei de Gerar. (Gen. 21:22-34). Gilgal,  Betel e Berseba representavam a presença de Deus entre os israelitas.

A palavra de Deus nos exorta a buscar ao Senhor e não a lugares, mesmo que estes tragam boas lembranças. A tendência humana é esquecer o Deus criador e olhar para lugares; coisas, pessoas, ídolos ou imagens como fonte de conforto. O povo de Israel tinha ido muito longe nos seus pecados e se tinha esquecido de Deus, inclusive estava a praticar idolatria.

 Deus alertou o Seu povo contra a idolatria: “Mas o nosso Deus está nos céus; fez tudo o que lhe agradou. Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem. Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram. Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam. Israel, confia no Senhor; ele é o seu auxílio e o seu escudo.” Salmo 115:3-9

 O seguinte texto fala da nossa missão: “Há muitas pessoas a quem a esperança abandonou. Restituí-lhes a luz. Muitos perderam a coragem. Falai-lhes palavras de ânimo. … Orai por essas almas. Levai-as a Jesus. Dizei-lhes que há Bálsamo e Médico em Gileade.” Profetas e Reis, 719.

 

DOMINGO (28 de abril) ODIAR O MAL, AMAR O BEM – A nação de Israel tinha chegado num ponto que a sua destruição era certa e iminente. Só havia uma solução para o povo ser poupado, era o seu arrependimento. Deus enviou o profeta Amós para compor um lamento para o povo que está em Amós 5:1-15:

Parece que o profeta e o Senhor já não sabiam o que fazer para atrair o povo de Israel de volta à Deus. Então ele compôs um cântico triste, reflexivo e bem sentimental.

 Lamento e choro. “Ouvi esta palavra, que levanto como uma lamentação sobre vós, ó casa de Israel. A virgem de Israel caiu, e não mais tornará a levantar-se; desamparada está na sua terra, não há quem a levante. Porque assim diz o Senhor Deus: A cidade da qual saem mil conservará cem, e aquela da qual saem cem conservará dez, para a casa de Israel. Porque assim diz o Senhor à casa de Israel: Buscai-me, e vivei.” Amós 5:1-4

 Apelo para odiar o mal e se apagar ao bem: “Buscai o bem, e não o mal, para que vivais; e assim o Senhor, o Deus dos Exércitos, estará convosco, como dizeis. Odiai o mal, e amai o bem, e estabelecei na porta o juízo. Talvez o Senhor Deus dos Exércitos tenha piedade do remanescente de José.” Amós 5:14-15

Os reis fizeram aliança com povos pagãos e o povo de Israel foi conduzido por seus líderes. De início prestaram serviços aos governos estrangeiros, e mais tarde cederam em termos de idolatria e outros pecados. E há muitos outros casos atuais nesse sentido. Nós, servos de Deus, devemos seguir não esse ou aquele líder, mas a Jesus que é o nosso Senhor. Nossa base deve ser sempre a Palavra de Deus e nunca a tradição. Caso esteja a seguir um caminho errado o Senhor Deus pede para voltar a trilhar os caminhos da salvação.

SEGUNDA-FEIRA (29 de abril) RELIGIÃO HABITUAL – Este é o texto para hoje: “Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos; porque não ouvirei as melodias das tuas violas. Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso. Oferecestes-me vós sacrifícios e oblações no deserto por quarenta anos, ó casa de Israel? Antes levastes a tenda de vosso Moloque, e a estátua das vossas imagens, a estrela do vosso deus, que fizestes para vós mesmos.” Amós 5:23-26. Ver também Oseias 6:6 e Mateus 9:13

A religião formal e destituída de valores espirituais tem tomado conta do mundo cristão. Temos visto pessoas e instituições religiosas usar o nome de cristão como forma de obter status, autoridade e, com isso, tentam acobertar a sua vida de pecados. Outros tentam acalmar a consciência com boas ações.

O povo no passado também passava por este problema. Amós estava denunciando a oferta de um culto onde o foco era como realizar esse culto. O foco não era o arrependimento, a busca do perdão e da transformação do caráter. Era um culto que validava os pecados, e onde se ofereciam sacrifícios, mas não se buscava a transformação da vida. Quando alguém chega com seus pecados, aos pés de Cristo ou na igreja seria normal sair sem eles; mas quando nada nos tocou pela busca da mudança de vida, e ainda saímos satisfeitos com o culto, é porque ali não há mais nada que toque. Por isso a religião verdadeira deve ser iniciada em casa, continuada no nosso dia-a-dia, concretizada na igreja e levada para a sociedade.

Mesmo boas liturgias, com o tempo, de tanto repetir, se tornam em rotina vazia para muitos. Por isso não podemos descuidar do estudo da bíblia, da oração particular, dos hinos cantados e do culto familiar e das reuniões de oração.

TERÇA-FEIRA ( 30 de abril) CHAMADO PARA SER PROFETA – Amós profetizou para o reino do Norte e sua mensagem foi tão forte que os israelitas o desprezaram e a sua mensagem, e continuaram nos seus pecados. Ele era franco e falava tudo o que era necessário. O nome Amós significava fardo e ele foi contemporâneo do profeta Isaías. Em seu tempo Israel tornou-se uma nação próspera, mas à beira do abismo espiritual. O reino da Assíria estava prestes a chegar e a devastar a nação.

A lição de hoje traz o exemplo de Amazias, o profeta falso,  que quando percebeu que Amós profetizava contra o rei e o povo, e com medo de que as profecias se cumprissem começou a atrapalhar o profeta Amós. Ver Amós 7: 10-17. Quando um pregador tem a coragem de falar a verdade ele corre o risco de ficar isolado e sem apoio das pessoas. Falar a verdade, nesse mundo, é de grande risco.

Como os Adventistas, tendo que pregar os 10 mandamentos da lei da Deus e a verdade do estado da pessoa na morte, são encarados pelas pessoas?

Cada cristão fiel é chamado para ser profeta. Profeta tem duplo significado: significa aquela pessoa que recebe a revelação de Deus através de sonhos e visões e também  transmite para o povo. No sentido mais geral hoje; quando anunciamos a palavra de Deus estamos a profetizar.

O dicionário diz: “Profeta é uma pessoa capaz de prever o futuro”. De fato, na boca do povo, uma profecia tem a ver com o futuro, como, por exemplo, as profecias de Daniel. Na realidade, porém, “profetizar” quer dizer “falar em nome de”. Profetas são homens que falam em nome de Deus, e sabem que estão falando em nome de d’Ele.

Temos sido profetas fiéis?

 Como provar se um profeta é verdadeiro? 1) O verdadeiro profeta sempre promove a obediência à vontade de Deus. – “Se levantar no meio de vós profeta, ou sonhador de sonhos, e vos anunciar um sinal ou prodígio, e suceder o sinal ou prodígio de que vos houver falado, e ele disser: Vamos após outros deuses – deuses que nunca conhecestes – e sirvamo-los! não ouvireis as palavras daquele profeta, ou daquele sonhador; porquanto o Senhor vosso Deus vos está provando, para saber se amais o Senhor vosso Deus de todo o vosso coração e de toda a vossa alma. Após o Senhor vosso Deus andareis, e a ele temereis; os seus mandamentos guardareis, e a sua voz ouvireis; a ele servireis, e a ele vos apegareis.”  Deuteronômio 13:1-4. 2 – Suas profecias quando não condicionais, sempre se cumprem. – “Quanto ao profeta que profetizar de paz, quando se cumprir a palavra desse profeta, então será conhecido que o Senhor na verdade enviou o profeta.” Jeremias 28:9. 3 – O verdadeiro profeta fala de acordo com a lei de Deus e o testemunho da bíblia. “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? Acaso a favor dos vivos consultará os mortos? A Lei e ao Testemunho, se eles não falarem segundo esta palavra, nunca lhes raiará a alva.” Isaías 8:19, 20. 4) Os frutos da vida do profeta revelam suas credenciais divinas. “Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Mateus 7:15. 5) Os verdadeiros profetas enfatizam a Jesus Cristo. “Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos vêm de Deus; porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo. Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não é de Deus; mas é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que havia de vir; e agora já está no mundo.” I João 4:1-3.

QUARTA-FEIRA (1º de maio) O PIOR TIPO DE FOME – Este é o texto para hoje: “Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. E irão errantes de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda a parte, buscando a palavra do Senhor, mas não a acharão” Amós 8:11-12

Aqui o profeta está mencionando sobre a fome da Palavra de Deus. O profeta usa a miséria física que viria sobre o povo de Israel, em decorrência da seca que teria lugar, para falar da fome da Palavra de Deus.

Mais uma vez aqui o cumprimento desta profecia é duplo: 1) Refere-se ao período que Deus não enviou profetas, por causa dos pecados voluntários do povo, que foi o período inter-testamentário, desde Malaquias até Jesus, que foi o longo período de 400 anos. 2) Refere-se ao fim do tempo da graça. Naquela ocasião o Espírito Santo já terá Se retirado da terra, as pragas já estarão caindo, já não haverá uma estrutura da pregação da Palavra e será o tempo da perseguição e angústia para o povo de Deus. Nesta ocasião todos terão tomado o conhecimento da volta de Cristo, mas haverá um grande vazio na alma dos incrédulos e estes desejarão ouvir a Palavra, mas não haverá quem pregue.

 Que citação interessante! “Vi então Jesus depor Suas vestes sacerdotais e envergar Seus mais régios trajes. Sobre Sua cabeça havia muitas coroas, uma coroa encaixada dentro da outra. Cercado pelo exército dos anjos, deixou o Céu. As pragas estavam caindo sobre os habitantes da Terra. Alguns acusavam a Deus e O amaldiçoavam. Outros precipitavam-se para o povo de Deus e pediam que lhes ensinassem como escapar dos Seus juízos. Mas os santos nada tinham para eles. A última lágrima pelos pecadores fora derramada; a última oração aflita fora oferecida; enfrentado o último peso de cuidados pelos pecadores, e dada a última advertência. A doce voz de misericórdia não mais os haveria de convidar. Quando os santos e o Céu todo estiveram interessados em sua salvação, não tiveram eles o menor interesse por si. A vida e a morte foram postas diante deles. Muitos desejavam a vida, mas não fizeram esforços por obtê-la. Não optaram pela vida, e agora não havia sangue expiatório que purificasse o culpado, nenhum Salvador compassivo que pleiteasse a favor deles e clamasse: “Poupa, poupa o pecador por mais algum tempo.” O Céu todo se uniu a Jesus, quando ouviram as terríveis palavras: “Está feito. Está consumado.” O plano da salvação se cumprira, mas poucos tinham escolhido aceitá-lo. E, silenciando-se a doce voz de misericórdia, o medo e horror apoderou-se dos ímpios. Com terrível clareza ouviram as palavras: “Tarde demais! Tarde demais!” História da Redenção, 404.

QUINTA-FEIRA (2 de maio) A RESTAURAÇÃO DE JUDÁ – Como Amós termina o seu livro? “Naquele dia tornarei a levantar o tabernáculo caído de Davi, e repararei as suas brechas, e tornarei a levantar as suas ruínas, e o edificarei como nos dias da antiguidade; para que possuam o restante de Edom, e todos os gentios que são chamados pelo meu nome, diz o Senhor, que faz essas coisas. Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas ao que lança a semente; e os montes destilarão mosto, e todos os outeiros se derreterão. E trarei do cativeiro meu povo Israel, e eles reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho, e farão pomares, e lhes comerão o fruto. E plantá-los-ei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o Senhor teu Deus.” Amós 9:11-15.

 Onde o povo falhou? “Mas o povo de Israel perdeu de vista seus altos privilégios como representantes de Deus. Esqueceram-se de Deus e deixaram de cumprir Sua santa missão. As bênçãos por eles recebidas não produziram bênçãos para o mundo. Apropriaram-se de todas as suas vantagens para glorificação própria. Excluíram-se do mundo para escapar à tentação. As restrições por Deus impostas na sua associação com os idólatras como um meio de prevenir-lhes o conformismo com as práticas pagãs, eles as usaram para levantar um muro de separação entre si e as demais nações. Roubaram a Deus no serviço que Ele requerera deles e roubaram ao próximo na guia religiosa e santo exemplo.” Atos dos Apóstolos, 14 e 15.

No final do livro de Amós há o anúncio de uma grande esperança. Amós termina o livro falando do grande amor de Deus em livrar o povo dos seus pecados, do cativeiro e possibilitando a reconstrução do templo e de Jerusalém.

 Será que erros como os mencionados acima, cometidos em Israel do Antigo Testamento, têm se repetido nos dias de hoje?

 

SEXTA-FEIRA (3 de maio) LEITURA COMPLEMENTAR – Rituais vazios e comportamento prejudicial, mascarados sob o nome do Senhor, não conseguem satisfazer e nem levar a relacionamentos significativos com Deus ou com os outros. Somente a comunhão íntima e real com Jesus promove a fé viva e  a vida verdadeira.

Um amigo aqui da internet , Reginaldo Santos escreveu o seguinte texto em sua página (em itálico): Será que Estamos Preparados para Viver para Cristo? Muitas vezes, num impulso, respondemos: “Eu morreria por Jesus Cristo, porque Ele morreu por mim!”, e, para completar, dizemos: “Eu daria minha vida pelo Reino de Deus!”… mas será que daríamos a vida mesmo? Talvez, a morte seja fácil de encarar, porque como diz a Bíblia em Filipenses 1:21: “morrer é lucro”… mas e a vida? Será que estamos dispostos a viver para Cristo? Viver para Cristo vai implicar em perseguições (II Timóteo 3:12). Talvez não perseguições como as que vemos em países como China, Indonésia, Afeganistão, Coreia do Norte, Oriente Médio, Índia etc., mas com certeza perseguições de “amigos” de escola, vizinhos e até mesmo parentes. Qual cristão (verdadeiro) que nunca ouviu “Você vai na igreja, de novo?”, ou “Tua religião não te permite beber?” Viver para Cristo vai implicar em abrirmos mão de várias coisas, situações, amizades, relacionamentos.  É difícil para muitos entenderem que uma pessoa esteja disposto a morrer por um Deus que eles acreditam ser inexistente. Mas é mais difícil ainda para eles entenderem que uma pessoa daria a sua vida toda por Deus! 

A mensagem do profeta Amós aplicada aos dias atuais

Amós foi enviado de Judá, o reino do sul, a Israel, o reino mais corrupto ao norte, para chamar o povo ao arrependimento. A tarefa de Amós foi difícil. Sob o governo do rei Jeroboão II, a nação de Israel vivia na maior prosperidade desde os reinados de Davi e Salomão mais de 200 anos antes. Aquele povo, como muitas pessoas religiosas hoje, interpretava a prosperidade como sinal da aprovação divina e, por isso, foi resistente aos desafios lançados por profetas como Amós. Jeroboão II, como todos os reis do Norte antes e depois dele, foi um homem desobediente ao Senhor. Depois de séculos de idolatria e rebeldia, o povo estava chegando cada vez mais perto do castigo de Deus. O arrependimento não foi buscado de coração e o juízo de Deus permite que as 10 tribos que formam  Israel sejam destruídas pelos assírios e levadas como cativas à Assíria.

Nossa casa espiritual deve ter Jesus como a pedra angular (1 Pedro 2:1-8) a mensagem do profeta nos alerta para descaminhos de hoje:

●   Pregar Cristo ou pregar doutrinas dos homens (1 Coríntios 2:1-2,5)? Em muitas igrejas hoje, pregações e aulas têm pouco conteúdo bíblico e são divulgadas mensagens parciais e muitas idéias de psicólogos querendo deixar os ouvintes se sentirem bem. Paulo nos alertou para este perigo e nos deu a resposta certa (2 Timóteo 4:1-5).

●   Louvar a Deus, conforme a sua vontade, ou fazer show para atrair os homens?

●   Respeitar as instruções de Deus sobre a liderança nas igrejas, ou escolher homens e mulheres conforme a vontade da sociedade?

●   Pregar tudo que a Bíblia diz sobre a salvação, ou diluir a palavra para tentar facilitar o ingresso no reino?

●   Abrir mão do materialismo e das coisas que o mundo valoriza, ou nos apegarmos à prosperidade e a saúde como direitos finais dos fiéis?

A mensagem de Amós não foi bem aceita, mas foi verdadeira. Ele avisou o povo do perigo de ser religioso sem ser obediente a Deus. E hoje, com a mensagem de Amós apontando para o tempo presente, que decisões poderemos tomar para deixar nossas vidas de acordo com a vontade de Deus ?

Suas visões de Deus revelam a mesma mensagem enfática: o julgamento está próximo. O livro termina com a promessa de Deus à Amós de futura restauração do remanescente.
Jesus, teu precioso Salvador, chama-te agora para tomar posição firme, sobre a plataforma da eterna verdade.
(Mente,Caráter e Personalidade – pg.317)

Editor: fabiodeps@gmail.com

Editado de  www.temasbblicos.blogspot.com.br por  Luís Carlos Fonseca

Anúncios

, , , , , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: