‘Chega de aniversários’, diz Wilson no Concílio de Primavera

14 de Abril de 2013, Battle Creek, Michigan, Estados Unidos
Mark A. Kellner, Editor, Revista Adventista
Fonte: ANN

Close_Up_Wilson_Church_3

Reunindo-se na cidade onde a Conferência Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia foi organizada, os membros da Comissão Executiva da Igreja a nível mundial ouviram um apelo direto do presidente mundial da Igreja Adventista, Ted N. C. Wilson, para não esquecerem as lições aprendidas com a história adventista.

Wilson falou durante um sermão no sábado, 13 de abril de 2013, no Tabernáculo Adventista do Sétimo Dia, no centro de Battle Creek, Michigan, como parte de um fim de semana planeado para comemorar 150 anos desde que os líderes do movimento recém surgido, votaram organizar a confederação de crentes, até então sem estrutura definida, numa Conferência Geral.

“Este é um aniversário muito triste”, disse Wilson aos delegados reunidos para o culto das 11:00 horas. “Deveríamos estar no lar agora! O Senhor desejou vir muito antes disto. Por que celebrar mais aniversários, quando poderíamos estar no céu?” Os pioneiros adventistas, muitos dos quais haviam sobrevivido ao “Grande Desapontamento” de 1844 do chamado movimento “Milerita”, que esperava o retorno de Cristo em 22 de outubro de 1844, ainda acreditavam na breve volta de Jesus, observou Wilson, mas agora recusavam-se a definir datas. No entanto, muitos acreditavam que a obra de proclamar as três mensagens angélicas de Apocalipse 14 seria concluída rapidamente e que o retorno de Cristo seria iminente.

A Igreja Adventista do Sétimo dia, atualmente com 17 milhões de membros, ainda anuncia apaixonadamente o retorno iminente de Cristo, observou ele. Wilson, o 20º presidente da Igreja desde sua organização em 1863, perguntou se o movimento tem sido tão fiel aos mandamentos e conselhos de Deus como poderia ter sido.

“Por que temos de esperar nesta Terra ainda mais tempo?” perguntou Wilson. “Por que temos de celebrar mais aniversários da criação da Conferência Geral? Seremos nós culpados de não obedecer, e de seguir nossos próprios conselhos, andando para trás e não para a frente? Deus suscitou a Igreja Adventista do Sétimo Dia como um movimento para uma mensagem única e uma missão única. Quando será que a abraçaremos plenamente e lembrar-nos-emos da condução de Deus em nosso passado e não esquecê-Lo? Até quando persistiremos nós, como o antigo Israel, em quebrar nossas promessas ao Senhor e seguir o nosso próprio conselho e não o Seu?”

Na sua mensagem de Sábado, que também foi transmitida ao vivo pelo “Hope Channel”, uma rede de TV por satélite detida pela Igreja Adventista a nível mundial, Wilson explicou por que o aniversário era importante, não enquanto momento de celebração, mas como um desafio para os adventistas actuais.

“Estamos a comemorar 150 anos aqui em Battle Creek, porque não queremos esquecer quem somos, de onde viemos e o que Deus tem reservado para nós, como Seu povo — um povo único, com uma mensagem única num momento único na história da Terra”, afirmou Wilson. “Jesus voltará em breve! Todos os sinais apontam para o clímax da história da Terra. É hora de proclamar as três mensagens angélicas com o poder do Espírito Santo. Chegou a hora de colher os resultados do Projeto Grande Conflito. Está na hora de entrar em Nova Iorque e muitas outras cidades com o poder do alto clamor, com nosso projeto de ‘Missão às Cidades’! Está na hora de utilizar plenamente o ministério de saúde abrangente para atuar como o braço direito da mensagem do Evangelho. Está na hora de ‘Dizer ao Mundo'”, acrescentou, sublinhando várias iniciativas evangelísticas da Igreja em todo o mundo.

Wilson salientou que os dirigentes da Igreja a nível mundial vão prosseguir no seu papel de orientar as muitas operações globais do movimento, na sua contínua obra de proclamação da mensagem do evangelho.

“A Conferência Geral vai continuar a defender firmemente a verdade de Deus como o organismo de supervisão global da obra de Deus por todo o mundo”, assegurou Wilson. “Não vai diminuir o seu forte papel orientador e de apoio sobre todos os adventistas do sétimo dia em todo o mundo até que os próprios eventos da história ocorram, quando a perseguição religiosa finalmente impedirá o funcionamento das organizações. A Conferência Geral, pela graça de Deus e Seu poder, não será descentralizada, neutralizada ou marginalizada”.

Concluindo o seu discurso, Wilson disse que a missão dada à Igreja Adventista do Sétimo Dia, desde os seus dias pioneiros e da organização da Conferência Geral em Battle Creek, há 150 anos, é unicamente destinada a este movimento.

“Esta mensagem não vai passar para outro grupo ou Igreja”, declarou Wilson. “Não haverá outra Igreja remanescente. Você e eu somos parte da Igreja final que Deus preparou. [Os] 150 anos da Conferência Geral são simplesmente um apelo para avançarmos nessa grande jornada pelo caminho estreito, permitindo que Deus torne o reavivamento e a reforma reais e eficazes nas nossas vidas e na Igreja”.

Reblog de:
Igreja Adventista do Sétimo Dia Central de Lisboa, União Portuguesa dos Adventistas do Sétimo Dia

Anúncios

, , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: