CRIAÇÃO E EVANGELHO – RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 12 – (16 a 23/03/2013)

“E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.” Apocalipse 21:5.
1) Hoje conhecemos a cidade de Jerusalém; e Deus dará, aos Seus filhos salvos, a Nova Jerusalém.
2) Hoje temos os céus e a terra, Deus criará novos céus e nova terra.
3) Hoje temos o nosso nome, Deus nos dará um novo nome.

Cria_Evang

VERSO ÁUREO: “Assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo.” I Cor. 15:26

INTRODUÇÃO – Deus criou o mundo de forma perfeita. O ser humano foi criado “à imagem e semelhança de Deus” e recebeu vida diretamente do Céu. Era propósito do Criador que o homem não caísse em pecados e, se assim fosse, o universo estaria em perfeita harmonia. Deus dotou o homem da capacidade de escolher entre o bem e o mal. Infelizmente nossos pais pecaram e o planeta todo ficou condenado à morte. Mas para harmonizar o universo, Deus providenciou uma saída que foi a vinda de Jesus para morrer em favor da humanidade perdida. Imediatamente após a queda Deus providenciou o sistema de sacrifícios de animais que apontavam para Jesus. Depois que Jesus morreu todos os que O aceitam, como seu salvador pessoal, tem os méritos de Cristo à sua disposição. Jesus restaurou o relacionamento entre Deus e a humanidade.

Agora o ser humano pode ter um novo coração. O evangelho é poderoso para transformar vidas.

Por causa do evangelho, os cristãos são beneficiados em vários aspectos:
A)Tornaram-se novas criaturas. Ver II Coríntios 5:17.
B) São perdoados e ficam livres da culpa. Ver Efésios 1:7
C) Podem conceder o perdão aos seus semelhantes, assim como Cristo nos perdoou. Ver Efésios 4:32. Nada, feito contra nós, se compara ao nosso pecado contra Deus. Portanto, toda ofensa, hostilidade, e amargura entre cristãos podem ser completamente perdoadas e removidas.
D) São aceitos por Deus. Ver Romanos 15:7.
E) Tem acesso à Deus através de Cristo. Ver Hebreus 4:14-16.
F) Tem esperança. Ver Romanos 5:1-4.
G) Por causa do evangelho, Cristo habita em nós por meio do Espírito Santo. Ver Gálatas 3:13-1.
H) Por causa do evangelho, temos o poder para lutar e superar o pecado remanescente, que continua a habitar e guerrear dentro de nós. Ver Romanos 7:19-21, 24-25 e Gálatas 5:16-17

Deus não Se cansa em chamar os Seus filhos para a salvação que nos é oferecida pela graça mediante a fé. Ele diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.” Romanos 1:16-17

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Efésios 2:8

DOMINGO (17 de março) GRAÇA NO JARDIM – Como a graça de Deus foi manifesta ainda no jardim do Éden? Deus revelou o plano da salvação para os nossos pais mencionando a vinda de Jesus como o cordeiro de Deus para resgatar a humanidade dos seus pecados. Deus disse assim: “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” Gênesis 3:15

Que outro ato de graça foi revelado à Adão e Eva? “E fez o Senhor Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.” Gênesis 3:21.

Deus nunca deixa o ser humano desamparado. No processo da salvação e santificação do homem Deus sempre e toma a iniciativa. Adão e Eva pecaram e separam-se de Deus. Deus revelou-lhes o plano da salvação por meio de Sua graça, e para ensinar-lhes o processo da graça; Deus usou um método simples, mas dramático; que foi matar o primeiro cordeiro diante dos seus olhos. Imagine a cena!

Como Deus tem Se manifestado na nossa vida para impressionar-nos dos pecados? Como fomos criados à imagem e semelhança de Deus, não só no aspecto físico mas também no espiritual, Deus quer criar em nós um novo coração e mente. Ele coloca diante de nós a possibilidade de aceitá-Lo de forma espontânea e livre, mas quando isso não é possível Deus utiliza-Se do sofrimento para impressionar e salvar alguns dos Seus filhos, pois eles entendem apenas esta linguagem.

Encontramos estes textos: “Porque esta é a aliança que depois daqueles dias farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo.” Hebreus 8:10

“O homem deveria ter a imagem de Deus, tanto na aparência exterior como no carácter.” Patriarcas e Profetas, 28

SEGUNDA-FEIRA (18 de março) PECADO E MORTE – Quando realizo cerimônias fúnebres menciono que a morte é uma oportunidade para refletirmos sobre o valor da vida. Dentro do plano de Deus, para resgatar a humanidade do pecado original de Adão e Eva, encontramos uma linda oportunidade para valorizar mais a vida, vivendo sob o temor de Deus e com mais sabedoria. Podemos, perfeitamente, viver aqui com uma boa qualidade de vida e ainda ter a vida eterna oferecida por Cristo. A vida é uma dádiva de Deus por Sua graça para comunicar vida permanente para criaturas em harmonia com a Sua vontade. A desobediência quebra esta relação, mas o perdão de Cristo a restabelece. Portanto podemos viver sempre com fé, esperança e alegrias.

Temos os textos para hoje: “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” Gênesis 3:19

“Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.” Isaías 59:2

Deus deu a vida e no momento da morte Ele retoma o fôlego, guarda-o consigo até a ressurreição. Sabemos que haverá duas grandes ressurreições; a dos justos, por ocasião da volta de Jesus; e a dos desobedientes e ímpios, que será depois dos mil anos.

O que preciso fazer para estar pronto para a segunda volta de Cristo? Devo confessar os pecados e abandoná-los. Veja este texto: “Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.” Hebreus 12:1-2

TERÇA-FEIRA (19 de março) QUANDO ÉRAMOS PECADORES –  Em um mundo de tantos problemas, onde há poucas esperanças, muitas drogas, alcoolismo, prostituição, famílias em decadência, doenças, desemprego, falta de paz, perturbações, vazio na alma, crises financeiras, etc… Quando tudo parece ir para o fundo do poço, Jesus é a única esperança!

O seguinte texto é muito apropriado para a lição de hoje: “Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.” Romanos 5:6-10. Ver também Efésios 2: 1-3

Deus planificou a salvação desde a eternidade. Caso o homem caísse em pecados Jesus viria para morrer e oferecer salvação aos que aceitassem. A Palavra menciona o plano de amor já estabelecido desde a eternidade. Deus não deixaria o planeta terra à mercê da sorte ou abandonado: “Há muito que o Senhor me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí.” Jeremias 31:3

O que me impressiona, no plano da salvação, é que é Deus que vai atrás do pecador. Isso está inerente no carácter da Divindade. A reconciliação do homem com Deus não acontece por que o homem vai a Deus e suplica perdão e uma segunda oportunidade, mas porque “quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com Ele mediante a morte de seu Filho.”

Eu sou apaixonado por Jesus Cristo. Explico: é porque todas as vezes que necessitei do Seu perdão, fui aceito, lavado e purificado dos meus pecados. É o amor eterno de Deus, imutável, que nos atrai para a reconciliação. A morte de Jesus é a manifestação suprema do amor de Deus.

QUARTA-FEIRA (20 de março) O SUBSTITUTO PORTADOR DE PECADOS – Estes são os textos para hoje: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar.” Gál. 3:13

“E perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mateus 27:46.

Quando Jesus entrou na Sua hora de agonia Ele não conseguiu enxergar o Pai, pois os pecados de todos O separaram da Luz. Muitas pessoas também quando sofrem, suas lágrimas impedem de enxergar o amor de Deus, mas Ele permanece do lado delas.

De que forma Jesus morreu em nosso lugar? A Palavra de Deus, sobejamente, ensina que Cristo morreu vicariamente, como nosso substituto, em nosso lugar, pagando por nosso pecado e recebendo nossa punição: “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” Isaías 53:4 e 5

Assim, não somente, o Filho de Deus Se tornou o Filho do homem para que os filhos dos homens se tornassem filhos de Deus. No madeiro, Jesus tornou-Se o que não era; isto é: pecado, para que nós pudéssemos nos tornar aquilo que não éramos, isto é: justos, como vemos: “Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.” II Coríntios 5:21

Em palavras simples, a morte de Jesus libertou-nos da condenação eterna, pois todos os que aceitam Jesus, como Salvador e Senhor, têm a vida eterna e não entram em condenação. Quando tomamos consciência que o pecado é a razão de nossa condenação e morte, sem nenhum vislumbre de esperança, a maldição nos conduz ao desespero, angústia e morte eterna. O pecado é uma maldição tão terrível, que separa o homem de Deus. Que Deus nos ajude a estarmos sempre ligados à Videira verdadeira para recebermos somente a seiva celestial.

QUINTA-FEIRA (21 de março) UMA NOVA CRIAÇÃO – Deus disse que fará todas as coisas novas, como vemos em Apocalipse 21:5: “E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.” Apocalipse 21:5.

1) Hoje conhecemos a cidade de Jerusalém; e Deus dará, aos Seus filhos salvos, a Nova Jerusalém. 2) Hoje temos os céus e a terra, Deus criará novos céus e nova terra. 3) Hoje temos o nosso nome, Deus nos dará um novo nome.

A palavra menciona as qualidades das pessoas que irão morar com Deus: “Senhor, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração. Aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo; a cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao Senhor; aquele que jura com dano seu, e contudo não muda. Aquele que não dá o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado.” Salmos 15:1-5.

Deus também menciona alguns defeitos daqueles que não irão morar com Ele: “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro. “Apocalipse 21:27

“Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” I Coríntios 6:9-10.
Como Deus vai criar tudo novo, também é necessário que as pessoas que vão morar com Ele sejam feitas novas criaturas. Veja este texto: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.”

Ser uma nova criatura significa ser de uma nova raça, ser uma nova pessoa, pois o velho homem já morreu. O verdadeiro filho de Deus não vive mais na prática dos mesmos pecados de antes do batismo. Hitler quis fazer uma raça especial de pessoas. Não conseguiu! Mas Jesus fez isso conosco. Temos o privilégio de viver como vencedores aqui na terra. A criação do novo homem compreende na transformação dos sentimentos e da razão, dos sonhos, das expectativas e do coração: “E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.” Ezequiel 36:26-27

SEXTA-FEIRA (22 de março) LEITURA COMPLEMENTAR – Mediante a expiação por meio do sangue, Deus voluntariamente assumiu o custo da justiça pelo pecador, de modo que o pecador pode abandonar a rebelião e transformar-se em um cidadão leal do céu.

O livre arbítrio sempre foi e sempre será um ponto determinante do carácter de Deus. Infelizmente Lúcifer, seus anjos, Adão e Eva desobedeceram e o planeta ficou arruinado. No céu, por toda eternidade, exerceremos a capacidade da livre escolha, com a grande diferença de que “a angústia não se levantará pela segunda vez.” Naum 1:9.

Alguns são os motivos porque o pecado não será reintroduzido na eternidade: A experiência desastrosa do pecado no planeta por alguns milênios, a observação atenta dos seres criados que não caíram em pecados sobre o amor de Deus, o juízo Divino dividido em três fases distintas, o tempo dilatado do juízo e a maneira carinhosa que Deus terá tratado do caso de cada pessoa e anjos caídos; serão motivos suficientes para os redimidos desejaram viver eternamente do lado de Deus, sem sentir o desejo de deixar o colo amoroso de Jesus.

Como devemos viver? “Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz.” II Pedro 3:11-14

.
Editado sobre artigo escrito por Luís Carlos Fonseca em  www.temasbblicos.blogspot.com.br

Editor: fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: