VENDO POR ESPELHO, OBSCURAMENTE – RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 7 (9 A 16/2/2013)

“Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará.
Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.
Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. “
2 Coríntios 3:16-18

Narciso-CARAVAGGIO (1571-1610)

VERSO ÁUREO: “Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.” I Coríntios 3:19.

INTRODUÇÃO: A lição desta semana trata da “natureza” como sendo uma parte da revelação de Deus à humanidade. Deus Revelou-Se através de três maneiras: da Bíblia, de Jesus Cristo e da natureza. A natureza será o único método que algumas pessoas, as mais isoladas, podem ter o conhecimento do Deus criador de todas as coisas. Muitos nascem e morrem sem conhecer a Bíblia e sem, sequer, ter ouvido falar sobre Jesus. Mas a natureza foi a única revelação que conheceram. Os salvos terão lindas surpresas no céu. Uma delas é que conhecerão, na eternidade, pessoas que respeitaram; cuidaram e amaram a natureza, os animais e as pessoas. E Deus lhes concederá a salvação.
Como diz o verso áureo, muitos sábios; que foram dotados por Deus de capacidades acima da média das pessoas comuns, ficam embaralhados na compreensão da própria natureza criada por Deus. Charlles Darwin, defendia que se há um Deus que planejou cada detalhe da natureza, logo Ele não é tão bom assim, pois não teria deixado nenhuma possibilidade para as coisas evoluírem de forma correta; pois um gato correndo atrás de um rato e um leão correndo atrás de uma gazela é prova da maldade de Deus.

No decorrer dos séculos teve também muita gente sábia que defendeu a criação de forma peremptória. Foi o caso de Wiliam Paley que escreveu extensivamente sobre o carácter de Deus em criar os animais e manter a natureza de forma maravilhosa e harmônica.

É claro que com o passar dos séculos e milênios a natureza ficou desfigurada e destruída, mas Deus vai criar todas as coisas novas, e os salvos viverão no paraíso eterno onde tudo será perfeito. Como vemos: “Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.” Romanos 8:22-23.

Até que ponto a influência de amigos, familiares que não partilham a mesma fé que você e aquilo que aprendemos na escola sobre a natureza, tem influenciado a sua crença em um Deus Criador e cheio de amor e misericórdia?

Se hoje temos uma visão linda de Deus, ainda O veremos de forma ainda mais maravilhosa quando Cristo Se manifestar nas nuvens dos céus para buscar os salvos. Aqueles que têm a sua visão maculada pelo pecado sobre Deus, podem receber o colírio celestial e enxergar Deus em Seu amor e misericórdias: “Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.” I Coríntios 13:12.

DOMINGO (10 de fevereiro) A TERRA É DO SENHOR – Este é o principal texto para hoje: “Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Porque ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre os rios.” Salmos 24:1-2.

Somos apenas mordomos do Senhor. Mordomia é o reconhecimento da soberania de Deus, a aceitação do nosso cargo de depositários da vida e das possessões, e administração das mesmas de acordo com a vontade de Deus.

Deus é o dono legítimo de todas as coisas, animais e pessoas. Ver Gên 1:1; 14:22; l Cron. 29:13 e 14; Salmo 50:10-12 e Isaías 42:5. Deus, além de ser o Criador, mantém todas as coisas e promove a redenção dos Seus filhos: “Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.” Atos 17:28.

O tema de hoje traz algo muito importante, que é a redenção do ser humano. Se aceitamos o fato de que Deus é o criador de todas as coisas, logo devemos estar disponíveis para sermos tratados por Deus como pessoas dignas da salvação. Embora o pecado tenha interferido na felicidade que Deus planejou para a humanidade, Jesus veio e morreu em nosso lugar para que pudéssemos ter vida.

Veja este texto: “Cristo foi tratado como nós merecíamos, para que pudéssemos receber o tratamento a que Ele tinha direito. Foi condenado pelos nossos pecados, nos quais não tinha participação, para que fôssemos justificados por Sua justiça, na qual não tínhamos parte. Sofreu a morte que nos cabia, para que recebêssemos a vida que a Ele pertencia. “Pelas suas pisaduras fomos sarados”.” O Desejado de Todas as Nações, 21.

Como podemos nos apropriar do bem que Cristo nos comprou a tão alto preço? Crendo nele como nosso Salvador pessoal, recebendo-O no coração pela fé. Se confessarmos nossos pecados, não importa quantos e quão graves sejam, com certeza seremos perdoados. A promessa é: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. I João 1:9. O Salvador muda o nosso coração, e nos faz cessar de pecar.

Até que ponto rejeitar tão grande sacrifício significa, mesmo que de forma inconsciente, deixar de acreditar que haja um Deus criador, mantenedor e redentor?

SEGUNDA-FEIRA (11 de fevereiro) – UM MUNDO CAÍDO – Depois de mais de quatro mil anos, desde a criação; o apóstolo inspirado por Deus, escreveu assim sobre a natureza: “Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.” Romanos 8:19-22.

Que efeitos a desobediência de Adão teve sobre a Terra? O que significou para a terra ser amaldiçoada? Ver Gênesis 3:17.

Ellen White descreve esse processo muito claramente: “Quando Deus fez o homem, Ele o fez governador sobre a terra e todas as criaturas viventes. Enquanto Adão permanecesse fiel ao céu, toda a natureza estaria sob a sua sujeição. Quando, porém, se rebelou contra a lei divina, as criaturas inferiores ficaram em rebelião contra o seu domínio.” Patriarcas e Profetas, 59 e 60.

Não é simples coincidência que o nome para a terra (solo) e o nome próprio para o primeiro homem sejam essencialmente a mesma palavra em hebraico (‘adamah e ‘adam). A palavra ‘terra’ tem um papel especial no relato hebraico da criação, e é difícil super-estimar sua importância. Nesse relato Deus usou a terra como a fonte de onde fez cada aspecto do mundo natural. Por exemplo, a terra produz os regatos para regar sua superfície, o homem foi feito do pó da terra, todo tipo de árvore que é boa para alimentação emerge da terra, e os animais do campo são formados dos elementos da terra. Em essência, toda a vida e aquelas coisas essenciais para a manutenção da vida emergem da terra. A relação entre os humanos e a terra é, portanto, muito íntima. O pecado provocou uma ruptura dessa ordem criada, a íntima relação entre a humanidade e a terra.

Que efeito teve a queda sobre os seres humanos? “O crime aumentaria durante gerações sucessivas, e a maldição do pecado repousaria mais e mais pesadamente sobre o gênero humano, sobre os animais e sobre a terra. Os dias do homem seriam abreviados pela sua própria conduta de pecado; degenerar-se-ia ele em sua estatura e resistência física, e em sua faculdade moral e intelectual, até que o mundo se enchesse de misérias de todo o tipo.” Patriarcas e Profetas, 67 e 68.

Quais foram os primeiros sinais da degeneração da humanidade, após a queda, e qual foi a sua causa? Ver Gên. 3:22. “A fim de possuir uma existência eterna, o homem devia continuar a participar da árvore da vida. Privado disto, sua vitalidade diminuiria gradualmente até que a vida se extinguisse.” Patriarcas e Profetas, 60

TERÇA-FEIRA (12 de fevereiro) – O PRÍNCIPE DESTE MUNDO – Embora Deus seja o dono de todo universo, que envolve todos os mundos criados, Satanás tem algum domínio sobre a terra; apenas sobre a terra onde ele está limitado. Foi para cá que ele foi lançado e a sorte da humanidade é viver com um inimigo que já foi vencido na cruz de Cristo.

“Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo. “João 12:31

O diabo obteve êxito ao tentar o primeiro homem, Adão; ao tentar o segundo homem, Cristo, teve um fracasso total. Isso indica que o diabo não terá lugar no reino dos céus onde o Rei Jesus governa. Jesus obteve a vitória sobre o diabo quando morreu para nos salvar: “E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.” Colossenses 2:13-15

Quando somos tentados pelo inimigo, como podemos resisti-lo? Precisamos primeiramente estar em comunhão íntima com o Senhor e desfrutá-Lo como a nossa porção diária, e usar assim como o Senhor, a Palavra de Deus: “Está escrito”

Que promessa é dada a quem resiste ao diabo com o poder de Jesus? “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” Tiago 4:7

QUARTA-FEIRA (13 de fevereiro) – A ‘SABEDORIA’  DO MUNDO – Como Deus considera a sabedoria do homem que O exclui? “Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.” I Coríntios 3:19.

Este texto é ainda mais claro: “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.” I Coríntios 1:18-21

A sabedora do mundo tende a desprezar a Palavra de Deus dizendo que as histórias relatadas na Bíblia são contos de fadas, porque não podem ser provadas cientificamente, como por exemplo; os milagres e ressurreições relatadas. É natural as pessoas que vivem sem Deus, desprezar Deus. Mesmo aqueles que vivem com Deus, quando deixam de manter um relacionamento saudável com Jesus, manifestam alguns tipos de devaneios e loucuras: Cito, por exemplo, o caso de Sansão que foi dominado pela loucura de sua paixão sensual.

A sabedoria deste mundo procura fundamentar-se em provas científicas e suposições. As provas científicas são uma boa base para se adquirir conhecimento, mas isso tudo pode servir de base para grandes erros. É o que acontece, por exemplo, com a explicação sobre nossas origens e sobre muitas outras coisas. Hoje a ciência acredita que as coisas evoluíram, pois é tido como uma explicação fiável da origem da humanidade.

Veja este texto: “O cuidado providencial de Deus estivera com Sansão, a fim de que ele estivesse preparado para realizar a obra que fora chamado a fazer. Mesmo no princípio da vida esteve cercado de condições favoráveis para a força física, vigor intelectual e pureza moral. Mas, sob a influência de companheiros ímpios, deixou aquele apego a Deus que é a única salvaguarda do homem, e foi arrastado pela onda do mal. Aqueles que no caminho do dever são levados à prova podem estar certos de que Deus os guardará; mas, se os homens voluntariamente se colocarem sob o poder da tentação, cairão mais cedo ou mais tarde.” Patriarcas e Profetas, 568.

Podemos revelar atitudes de incredulidade e loucura para com Deus quando guardamos apenas alguns mandamentos do Senhor em detrimento de outros. Ou quando obedecemos apenas algumas partes da bíblia, enquanto transgredimos outras partes que nos convém.

QUINTA-FEIRA (14 de fevereiro) PELOS OLHOS DA FÉ – “Disse-lhe Jesus: porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.” João 20:29.Este verso mostra aquilo que, geralmente, vai na mente das pessoas que colocam muita ênfase nos conhecimentos científicos e filosóficos. Embora Tomé fosse um discípulo de Cristo, teve sérias dificuldades em acreditar nos milagres que Jesus fazia.

No salmo 8 Davi dá demonstrações óbvias de que há um Deus maravilhoso que criou todas as coisas. Naquela época a visão do céu era a olho nú. Mas mesmo assim Davi tinha a convicção da criação:

“Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites? Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste. Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de teus pés: todas as ovelhas e bois, assim como os animais do campo. As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares. O Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!” Salmo 8:3-9.

Enquanto que alguns pares de olhos contemplam os céus e enxergam o amor de Deus na sua vida, outros pares de olhos, ao ver a mesma criação de Deus, só conseguem ver problemas relacionados com a “natureza”, pessoas e coisas e culpam Deus por suas péssimas escolhas. O verdadeiro filho de Deus consegue enxergar o amor de Deus, mesmo em face dos seus problemas.

“Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz. A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol.” Salmos 19:1-4.

Como a cruz de Cristo pode nos auxiliar a vermos com clareza o amor de Deus revelado através da natureza? “Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: mostra-nos o Pai?” João 14:9

SEXTA-FEIRA (15 de fevereiro) LEITURA COMPLEMENTAR –
“Assim diz o SENHOR: Guardai o juízo, e fazei justiça, porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar. ”
Isaías 56:1

“Fui advertida [1890] de que futuramente teremos uma luta constante. A chamada ciência e a religião serão postas em oposição uma à outra, pois os homens finitos não compreendem o poder e a grandeza de Deus. Foram-me apresentadas estas palavras das Escrituras Sagradas: “Dentre vós mesmos se levantarão homens falando coisas perversas para arrastar os discípulos atrás deles.”

Certamente se verá isto entre o povo de Deus, e haverá os que serão incapazes de perceber as verdades mais maravilhosas e importantes para este tempo, verdades essenciais à sua própria salvaguarda e salvação, enquanto assuntos que são em comparação como o mais simples átomo, e nos quais raramente há uma partícula de verdade, são encarecidos e magnificados pelo poder de Satanás de maneira que pareçam da maior importância. A visão moral desses homens está enferma; eles não sentem sua necessidade da unção celestial, a fim de que possam discernir as coisas espirituais. Eles se consideram sábios demais para errar.” Medicina e Salvação, 98 e 99.

Lúcifer pensava conseguir ser como Deus, mas como ele não conseguiu; logo começou a difundir os seus enganos entre os anjos. E desde o jardim do Éden, até hoje, ele tem instigado homens para diminuir ou eliminar Deus da mente das pessoas e incrementar os seus sofismas. Um dos seus erros é a ideia de que o mundo evoluiu a partir do quase nada. O outro engano é dizer que todos, com algum esforço, podem ser um deus.

Se hoje temos uma visão linda de Deus, ainda O veremos de forma muito mais maravilhosa quando Cristo Se manifestar nas nuvens dos céus para resgatar os salvos. Aqueles que têm a sua visão sobre Deus, maculada pelo pecado, podem receber o colírio celestial e enxergar Deus em Seu amor e misericórdias.

Veja estes textos: “Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.” I Coríntios 13:12.

“Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.
Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. “
1 Coríntios 2:9-10

Editado sobre artigo escrito por Luís Carlos Fonseca em http://temasbblicos.blogspot.com.br

Editor: fabiodeps@gmail.com

Anúncios
  1. #1 por m em 16 de fevereiro de 2013 - 2:24

    Gostei muito da forma que vc abordou alicao, que
    Deus ilumine sua vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: