CRIAÇÃO E MORALIDADE – COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 5 – (26/01 A 02/02/2013)

Assim toda obra de Deus é um reflexo de sua infinita sabedoria, reflexo tanto mais esplendoroso, quanto maior porção dessa obra participa do aprimoramento do ser.
” pois mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os},
no dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Cristo Jesus, segundo o meu evangelho. “
Romanos 2:15-16

anjo

VERSO ÁUREO: “E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Gênesis 2:16-17

INTRODUÇÃO – Desde que Charlles Darwin publicou o seu tratado sobre a evolução, tem havido agitação sobre se a evolução tem implicações sobre a moral do ser humano ou não. As conclusões mais certas são que o Darwinismo é contra a moralidade e a ética judaico-cristã fundamentada por Deus, através dos séculos. A opinião evolucionista a respeito do universo tem levado ao relativismo na moral.

Percebe que desde 1850 em diante o mundo tomou um outro rumo em relação a moral e religião? O mundo está de pernas para o ar quanto a falta de moral, como vemos abaixo:
“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.” II Timóteo 3:1-5

O ser humano tem reclamado os seus direitos, mas e os seus deveres morais para com Deus e a sociedade onde ficam? Direitos e deveres são essencialmente questões morais.

Temos direito à existência e reciprocamente temos o dever de conservar-nos em vida, nosso direito a um digno teor de vida traz-nos à obrigação de viver dignamente, nosso direito de conhecer livremente a verdade implica no nosso dever de buscar um conhecimento da verdade cada vez mais vasto e profundo.(FCF)

A moralidade de acordo com a criação de Deus estimula os bons princípios e leva o ser humano à obediência as leis estabelecidas por Deus. A obediência plena implica em respeitar não só os dez mandamentos da lei de Deus como também os direitos dos nossos semelhantes e animais.

Veja estes textos: “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.” Mateus 7:12

“Pois são meus todos os animais do bosque, e as alimárias aos milhares sobre as montanhas. Conheço todas as aves dos montes, e são meus todos os animais que pululam no campo.” Salmo 50:10 e 11.

DOMINGO (27 de janeiro) –  NOSSA DEPENDÊNCIA DO CRIADOR – Este é o texto base para hoje: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Gênesis 2:7

Este texto mostra-nos que a criação conduz o homem à uma ligação íntima com o seu Criador. Ligação de dependência e trocas mútuas: Deus, por sua vez, dispensa os elementos básicos para a manutenção de Seus filhos; amor, cuidados, oxigênio, saúde e condições de sobrevivência. Enquanto que o homem devolve a Deus; adoração, reconhecimento e obediência.

Alguns dizem que Deus foi injusto quando deixou a árvore do conhecimento do bem e do mal no meio do jardim, conforme o verso áureo. Deus teria sido injusto em deixar a proibição sobre o fruto? O homem não foi criado independente. O homem, criado à imagem e semelhança de Deus, recebeu vida que emana de Deus. Embora o homem tenha sido criado perfeito, ele foi criado dependente de Deus. No amor de Deus vemos o princípio do livre arbítrio concedido para o homem, a liberdade de fazer escolhas e tomar decisões. O papel do ser humano é reconhecer, humildemente, Deus como o doador da vida.

Todas as organizações; quer sociais, comerciais ou internacionais são regidas por leis. Imagine o centro de Nova York ou São Paulo sem sinais de transito! Imagine uma escola sem leis! Assim também Deus criou leis morais e espirituais. Elas servem como sábias orientações para a formação dos Seus filhos. A Bíblia deixa claro a necessidade que temos de guardar os mandamentos do Senhor Deus. Jesus veio a este mundo para fazer a vontade de Deus. “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.” João 15 10. Assim como Deus pediu para Adão e Eva não comerem do fruto proibido, Ele também deixou os dez mandamentos, de forma audível e depois escritos, para serem guardados. Hoje todas as pessoas são convidadas à obediência dos mandamentos. Felizes são os que obedecem!

Veja os textos sugeridos para hoje: “O, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor que nos criou. Porque ele é o nosso Deus, e nós povo do seu pasto e ovelhas da sua mão.” Salmos 95:6-7

“Sabei que o Senhor é Deus; foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos; somos povo seu e ovelhas do seu pasto.” Salmos 100:3

SEGUNDA-FEIRA (28 de janeiro) – A IMAGEM DE DEUS – Este é o verso para hoje: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.” Gênesis 1:26-28

Os avanços científicos e tecnológicos demonstram a infinita grandeza de Deus, criador do universo e do homem. Ele quem criou do nada o universo, infundindo-lhe os tesouros de sua sabedoria e bondade.
Deus também criou o homem à sua imagem e semelhança (cf. Gn 1, 26), dotado de inteligência e liberdade, e o constituiu senhor da terra.(FCF)

“Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste.
Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés:”
Salmos 8:5-6

O que significa ter sido criado a semelhança e imagem de Deus? Significa que o homem trazia em seu caráter os atributos comunicáveis do caráter de Deus, a saber: santidade, amor, misericórdia, pureza, justiça, perfeição. A semelhança era também no aspecto moral, emocional e espiritual, e não apenas no físico. Se somos feitos à imagem e semelhança de Deus, então a nossa responsabilidade perante Deus e as pessoas aumentam consideravelmente.

Veja estes textos:”Como coroa de Sua obra criadora, Deus criou o homem. No ato criador, Deus estabeleceu uma diferença fundamental entre os animais e o homem. Aqueles foram criados segundo a sua espécie pelo poder de Sua Palavra, este, foi modelado pelo poder do toque do Seu amor, carinhosamente esculpindo o corpo de Adão e Eva e colocando neles a Sua semelhança. Com amor, implantou no caráter deles os atributos comunicáveis de Seu caráter, conferindo-lhes a imagem divina. “O homem deveria ter a imagem de Deus, tanto na aparência exterior como no carácter.” Patriarcas e Profetas, 28.

“Os atributos comunicáveis do caráter de Deus foram colocados no caráter do homem, não em sua plenitude, mas de tal modo que pudessem ser desenvolvidos através da eternidade. “Quando Adão saiu das mãos do Criador, trazia ele em sua natureza física, intelectual e espiritual, a semelhança de seu Criador.” Educação, 15

Deus criou-nos com a possibilidade de desenvolvimento em todas as nossas faculdades espirituais, morais e intelectuais. Logo, o homem sempre teria motivações para o seu desenvolvimento. Semelhante à imagem de Deus em todos estes aspectos, mas não como Deus ou um deus, como hoje ensinam algumas falsas filosofias.

Pense: Como o homem tem desfigurado a linda imagem de Deus?

TERÇA-FEIRA (29 de janeiro) – FEITOS DO MESMO SANGUE – “E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.” Gênesis 2:22-23.
Em Gênesis 3:20 encontramos um texto ainda mais esclarecedor para mostrar a origem da humanidade: “E chamou Adão o nome de sua mulher Eva; porquanto era a mãe de todos os viventes.” Gênesis 3:20

No Novo testamento, Paulo também faz menção ao mesmo tema: “E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação.” Atos 17:26

Muitas pessoas perguntam: Se todos os homens são descendentes de Adão e Eva, então por que existem raças diferentes; onde uns são brancos, outros negros e outros têm olhos oblíquos? Este assunto de biologia é um pouco complicado; mas, de forma simples, pode ser dito que a genética mostra que em cada espécie existe um potencial de variação de características visíveis nas diversas raças. Estas características visíveis são chamadas fenótipos. Os fenótipos de um indivíduo são determinados pelo seu genótipo, ou seja, pelos seus cromossomos, os quais contêm gens. Os gens determinam os fenótipos do indivíduo. O potencial de variação dos fenótipos em uma determinada raça decorre do fato de que existem versões variantes de certos gens, que se chamam alelos, sendo que cada alelo produz um fenótipo diferente, e diversas combinações de alelos produzem diversos fenótipos diferentes. Por exemplo: Existem dois gens que determinam a cor da pele do ser humano, sendo que cada um destes gens tem dois alelos, um que produz o fenótipo pele negra e um que produz o fenótipo pele branca, ou cor amarela; de modo que existem pelo menos 4 alelos e 9 combinações diferentes de alelos que regulam a cor da pele do ser humano. Deus fez tudo perfeito!

Então todos somos irmãos? Sim, é bem isso! Não pode haver divisões, facções e competição entre as famílias, na igreja e humanidade, pois todos somos do mesmo sangue. O verdadeiro cristão não se envolve em nenhum esquema que causa divisão, antes ele promove a paz e a harmonia. Hoje as pessoas, quando encontram um desconhecido, não o vêem como irmão, filho da mesma mulher, Eva. As pessoas querem tirar as coisas umas das outras, querem fazer guerra, querem ser mais que as outras. É pena!

Como todas as pessoas podem pertencer a família espiritual de Deus? A Palavra diz assim:

“Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos. E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus.” Mateus 23:8-9.

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor. No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito.” Efésios 2:19-22

QUARTA-FEIRA (30 de janeiro) – O CARÁTER DO NOSSO CRIADOR – Reveja este texto:

“…Com amor, implantou no caráter deles os atributos comunicáveis de Seu caráter, conferindo-lhes a imagem divina. “O homem deveria ter a imagem de Deus, tanto na aparência exterior como no carácter.” Patriarcas e Profetas, 28.

Como é o carácter de Deus? “Passando, pois, o Senhor perante ele, clamou: O Senhor, o Senhor Deus, misericordioso e piedoso, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade; que guarda a beneficência em milhares; que perdoa a iniquidade, e a transgressão e o pecado; que ao culpado não tem por inocente; que visita a iniquidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até à terceira e quarta geração.” Êxodo 34:6-7

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Isaías 9:6

Deus é eterno e Ele vai dar a imortalidade para os que forem fiéis. Deus é santo e solicita santidade dos Seus filhos. Ele disse: “Sede santos como eu sou santo”. Deus é a fonte da misericórdia e mansidão e solicita que os Seus filhos também o sejam. Deus é perfeito e disse: “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.” Mateus 5:48

QUINTA-FEIRA (31 de janeiro) – MORALIDADE E RESPONSABILIDADE – Deus criou seres morais, à Sua semelhança, com os atributos de discernir entre a verdade e a mentira, e como seres morais, os seres humanos são responsabilizados por Deus. Paulo, quando anunciou o evangelho em Atenas, colocou os atenienses em face com o Criador; confrontou-os com a sua origem como criaturas deste Criador como vemos em Atos 17:26. E em Atos 17:31 Paulo falou que todos enfrentarão o Juízo.

Quer as pessoas queiram ou não; quer aceitem ou não, e quer estejam preparadas ou não, todos comparecerão diante do tribunal de Deus. Todas as confissões religiosas cristãs, e mesmo várias não cristãs, aceitando ou rejeitando Deus, enfrentarão o Juízo, Porque Deus, que criou o ser humano, tem direito a realização do Juízo.

A Palavra menciona que tanto os justos como os injustos serão julgados: “Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo o propósito e para toda a obra.” Eclesiastes 3:17

“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” II Cor. 5:10

Quando serão julgados os justos? Serão julgados antes da volta de Jesus. Se fossem julgados depois, o sistema Divino seria falho. A palavra menciona: “Eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” Apoc. 22:12.

Quando serão julgados os perdidos? Serão julgados depois da volta de Jesus. Será durante os 1000 anos. Os salvos que estarão no céu, durante esse período, participarão do julgamento dos perdidos e dos demónios. “Não sabeis vós que os santos hão-de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” I Cor. 6: 2 e 3

Qual será a norma do Juízo? Será a lei de Deus – “Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei. Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade.” Tiago 2: 10-12

Como temos aproveitado as oportunidades que Deus nos dá em auxiliar o próximo em suas necessidades físicas e espirituais? Ver Mateus 25:31

SEXTA-FEIRA (1 de fevereiro) – ESTUDO COMPLEMENTAR – Uma visão criacionista dos fósseis conforme: http://ciencia.divulgueconteudo.com/138250-fosseis-humanos-uma-visao-criacionista

Os homens das cavernas realmente existiram? Sim. Houve seres humanos que viveram em cavernas, e pode haver alguns que ainda moram. Isto não significa que eles sejam semelhantes às figuras vistas em caricaturas de estórias em quadrinhos que você possa ter visto. Acredita-se que o “Homem de Cro-Magnon” pode ter sido um homem das cavernas, porque se crê que ele seja responsável por algumas pinturas notáveis em cavernas na França e áreas próximas. O “Homem de Cro-Magnon” é essencialmente o mesmo que os europeus modernos, e pode representar os europeus pré-históricos.

Existem realmente fósseis que se parecem com homens-macacos? Já foram encontrados fósseis que parecem ter uma mistura de características humanas e de macacos. Há vários tipos destes, tais como o “Homem de Java”, o “Homem de Pequim”, e vários tipos da África conhecidos como “erectinos.

Os homens de Neanderthal eram humanos verdadeiros? A maioria dos criacionistas acredita nisso, mas a questão é controversa. O “Homem de Neanderthal” provavelmente viveu em cavernas, mas eles não eram homens-macacos. O crânio tinha um formato diferente da maioria dos homens modernos, mas o espaço do cérebro era maior. Eles aparentemente tinham cultura e eram provavelmente muito inteligentes. Os “Homens de Neanderthal” tinham alguns traços singulares, mas nada que pudesse ligá-los aos macacos de algum modo particular.

Que se pode dizer dos Australopithecus? Os Australopithecus foram provavelmente um tipo extinto de macaco. Eles tinham algumas similaridades com os seres humanos, mas tinham um cérebro de tamanho aproximado ao de um chimpanzé, e alguns aspectos que sugerem que viviam em árvores. Aparentemente, podiam andar eretos, mas há alguma evidência de que eles teriam certa dificuldade para andar assim.

Há alguma sequência evolutiva que vai dos macacos ao homem? Há vários tipos de fósseis que possuem uma mistura de características humanas e de macacos. Têm sido feitas tentativas de organizar estes fósseis em uma sequência que vai do menor número para o maior número de características humanas. Australopitecíneos têm menos características humanas, seguidos pelos “erectinos”, pelo grupo “arcaicos”, e então pelos Neanderthais e Cro-Magnons. A seqüência parece convincente para muitas pessoas, e é interpretada como uma linhagem evolutiva. Os criacionistas não aceitam esta interpretação, apontando que os detalhes não se encaixam bem.

Os gigantes humanos que viveram antes do dilúvio, allgum já foi encontrado? Não. Nenhum fóssil humano gigante que tenha vivido antes do dilúvio foi encontrado. Nosso único conhecimento sobre eles vem através de revelação Bíblica.

Veja este texto: “O Senhor está fazendo experiências em corações humanos por meio da manifestação de sua misericórdia e abundante graça. Está efetuando transformações tão assombrosas, que Satanás, em toda a sua triunfante jactância, com toda a sua confederação do mal unida contra Deus e as leis de Seu governo, as fica contemplando como a um forte inexpugnável a seus sofismas e enganos. São para ele incompreensível mistério. Os anjos de Deus, serafins e querubins, os poderes comissionados para cooperar com os agentes humanos, presenciam com admiração e gozo como homens decaídos, outrora filhos da ira, estão pela escola de Cristo, desenvolvendo caracteres segundo a semelhança divina, para ser filhos e filhas de Deus, para desempenhar uma parte importante nas ocupações e prazeres dos Céus.” Testemunhos para Ministros, 18

Editado sobre artigo escrito por Luís Carlos Fonseca em http://temasbblicos.blogspot.com.br

Editor: fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: