JESUS, O CRIADOR DO CÉU E DA TERRA – RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 1 – 29/12/2012 a 05/01/2013

“Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.
E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem;
Chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.
Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir. “
Hebreus 5:8-11

Detalhe do afresco de Michelangelo na Capela Sistina - Deus cria o Sol e a Lua, no quarto dia da criação.

Deus cria o Sol e a Lua, no quarto dia da criação.

VERSO ÁUREO: “No princípio, criou Deus os céus e a terra.” – Gênesis 1:1

INTRODUÇÃO: – É relevante o fato de que somente três atos divinos de criação são mencionados na introdução da Bíblia onde trata da criação. Os atos divinos de criação são os seguintes:

1.“No princípio, criou Deus os céus e a terra.” Gên. 1:1.
Essa maravilhosa declaração resume o ato de Deus de trazer à existência a estrutura física do cosmo: o universo tridimensional composto de tempo, espaço e matéria.

2.“Criou, pois, Deus … todos os seres viventes…” Gên. 1:21.
Esse versículo sintetiza o ato de Deus em trazer à existência o componente biológico do universo: a vida animal consciente.

3.“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” Gên. 1:27.
Aqui está o registro da criação do componente espiritual do universo, criado “a partir do nada”: a “imagem de Deus” localizada única e exclusivamente no ser humano.

Mas o que dizem os cientistas a esse respeito? É lamentável que hoje em dia a maioria das autoridades científicas e educacionais esteja quase totalmente comprometida com o evolucionismo integral. Eles alegam que, através de um salto quântico espetacular, o universo físico evoluiu do “absoluto nada” para uma partícula infinitesimal de espaço e tempo. Essa partícula primitiva dilatou-se rapidamente para, então, explodir no, assim chamado, Big Bang, explosão cósmica. A partir disso, dizem eles, o universo veio se expandindo de forma veloz para formar, de alguma maneira; as estrelas, as galáxias e, por conseguinte, os planetas.

Como cristãos-Adventistas aceitamos a Palavra de Deus como guia seguro e não devemos estar preocupados com argumentos humanistas que tentam comprovar todos os fatos, mas em uma confissão de fé no poder criador do Deus Eterno, como vemos: “… A fim de que a vossa fé não se baseie sobre a sabedoria de homens, mas sobre o poder de Deus.” I Cor. 2:5

Para aceitar a teoria da evolução é necessário ter muita fé; mas para aceitar a criação também é necessário de exercer muita fé. Temos que aceitar a criação pela fé, como vemos: “Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que aquilo que se vê não foi feito do que é visível.”Heb. 11:3

“Seu poder criador é tão incompreensível como a Sua existência.” Patriarcas e Profetas, 39.

DOMINGO (30 de dezembro) – NO PRINCÍPIO – A criação de Deus dividiu-se em sete fases:

Fase 1 – A criação da luz – Primeiro Deus criou a luz. Ela iluminou a terra caótica e sombria. Comparação: A luz de Cristo pode iluminar o mundo subdesenvolvido, vazio e escuro espiritualmente de hoje. Ver João 1:9.

Fase 2 – A criação do firmamento – Firmamento significa o céu atmosférico e das estrelas. Quando Deus separou as águas, o céu tornou-se visível. Comparação: Quando o mar de nossa insegurança e temores é dividido, a nossa fé se manifesta. Assim o céu desdobra-se de forma ilimitada, lá em cima, nós também podemos ter uma fé ilimitada em nossos corações, fé que produz milagres.

Fase 3 – O aparecimento de terra seca ‑ Deus falou a e apareceu a terra seca. Comparação: Da mesma forma que Deus deixa a terra seca aparecer primeiro e faz com que ela produza todo tipo de relva, ervas e árvores abundantemente, a bênção de Deus se manifesta em nossa vida, através da abundante produção de frutos. Isto se dará quando tivermos recebido orientação do Senhor e caminharmos em obediência, a fim de cumprir seu plano para nós.

Fase 4 – A criação do sol, lua e estrelas – Deus criou o sol, a lua e as estrelas para que governassem o dia e a noite, e as quatros estações do ano. Comparação: Isto nos ensina o valor que Deus confere ao tempo. A eternidade existe, e cada dia que passa nos leva para mais perto da eternidade com Deus, ou sem Deus.

Fase 5 – A criação de todos os animais e pássaros segunda sua espécie. – Deus criou todos os seres viventes segundo sua espécie e abençoou-os para se multiplicarem. Comparação: Uma grande admiração nos sobrevém quando contemplamos as riquezas de Deus no céu, no mar e na terra, preparadas para a raça humana.

Fase 6 – A Criação do homem – Pronta a linda criação de Deus, o Senhor fez o homem e o colocou no mundo, para desfrutar da terra. Comparação: O homem foi feito à imagem e semelhança de Deus, o que sugere ter o homem a capacidade de conhecer seu Criador. O ser humano jamais terá paz e felicidade permanentes enquanto não conseguir comungar com seu Criador.

Fase 7 – Descanso – A finalidade de toda a criação era a produtividade em paz e tranquilidade. Terminada a criação, Deus descansou no Sábado. Comparação: Após um dia de trabalho, a chegada da noite indica que Deus deseja que tiremos tempo para descansar. Se a pessoa não tiver verdadeira paz e tranquilidade e nunca entrará no descanso do Senhor.

Acabamos de ver a criação de Deus em sete fases. Não há nada imperfeito ou incompleto na criação de Deus. Deus é perfeito e bom, e o mesmo se dá com toda a sua criação.

SEGUNDA-FEIRA (31 de dezembro) – OS CÉUS DECLARAM – A natureza mostra-nos o caráter de Deus. A Bíblia diz em Salmos 19:1 “Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.”

O poder de Deus controla a natureza. A Bíblia diz em Mateus 8:26 “Ele lhes respondeu: por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se grande bonança.”

A natureza prova a existência de Deus. A Bíblia diz em Romanos 1:20 “Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis.”

A natureza aguarda com expectativa a sua própria redenção dos efeitos de pecado. A Bíblia diz em Romanos 8:19-22 “Porque a criação aguarda com ardente expectativa a revelação dos filhos de Deus. Porquanto a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que também a própria criação há-de ser liberta do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação, conjuntamente, geme e está com dores de parto até agora.”

Têm, os grandes sábios humanistas, argumentos fundamentados e esclarecedores sobre os propósitos e desígnios do universo? Por que existe um universo tão maravilhoso em todos os seus detalhes? Quais, afinal, os objetivos de toda esta grandeza incomparável? Quão limitados somos em todo o nosso conhecimento!

A fé não se prova com experiências científicas de laboratório. A fé nasce como fruto do conhecimento e relacionamento com uma pessoa que é Deus. Um olhar atento para o espetáculo sideral em noite clara, já é suficiente para toda a mente inquiridora receber a comunicação convincente da existência do Criador Todo-Poderoso.

TERÇA-FEIRA (1º de janeiro) – O PODER DE SUA PALAVRA – Em Hebreus 11:3 encontramos esta linda declaração: “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” Hebreus 11:3. Que declaração maravilhosa! Por que depositar fé em hipóteses e teorias, se posso depositar fé em argumentos baseados na bíblia, que passa pelo teste da verdade?

O seguinte texto também menciona a palavra de Deus em ação: “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder…” Hebreus 1:1-3

Veja este texto: “Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo espírito da sua boca. Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos. Tema toda a terra ao Senhor; temam-no todos os moradores do mundo. Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.” Salmo 33:6-9

O mesmo Deus que com a palavra criou o mundo, com a palavra também recria no pecador à Sua imagem: Veja estes outros textos:

E alguns dias depois entrou outra vez em Cafarnaum, e soube-se que estava em casa. E logo se ajuntaram tantos, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam; e anunciava-lhes a palavra. E vieram ter com ele conduzindo um paralítico, trazido por quatro. E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava, e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o paralítico. E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados.” Marcos 2:1-5

A Palavra de Deus controla a natureza. A Bíblia diz em Mateus 8:26 “Ele lhes respondeu: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se grande bonança.”
“E aconteceu que, num daqueles dias, entrou num barco com seus discípulos, e disse-lhes: Passemos para o outro lado do lago. E partiram. E, navegando eles, adormeceu; e sobreveio uma tempestade de vento no lago, e enchiam-se de água, estando em perigo. E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.” Lucas 8:22-24

“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós pedireis tudo o que quiser e vos será feito.” João 15: 7

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidai de ter nelas a vida eterna, e são elas que testificam de mim.” João 5:39

“Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nelas estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apoc. 1:3

QUARTA-FEIRA (2 de janeiro) – JESUS, O CRIADOR DO CÉU E DA TERRA – Jesus possui os privilégios e prerrogativas de Deus. Somente Deus pode criar algo, receber adoração e perdoar pecados; como vemos nas seguintes referências:

O seguinte texto não ensina que Jesus foi criado? “O qual é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação.” Colossenses 3:15. O texto diz que Jesus é o primogênito de todos os seres criados. A palavra grega aqui usada é prototokós que significa “preeminente.” Alguém que possui os privilégios e prerrogativas de Deus. Jesus é o primogênito não no sentido de tempo, mas de privilégios. Todos os privilégios de primogênito Lhe pertencem. Davi era o 8º filho de Jessé e, no entanto, ele é chamado de, o primogênito.

Em Coloss. 3:16 Encontramos: “Porque nEle foram criadas todas as coisas que há, nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por Ele e para Ele.”

Jesus era o “Eu Sou” de João 8:58. Querendo dizer que existia por Si próprio, Ele disse: “Antes que Abraão existisse Eu Sou.”

O profeta Isaías chama-O de: “Pai da eternidade”. Ver Isaías 9:6. Miquéias declara que a Sua origem é: “desde a eternidade.” Ver Miqueias 5:2.

Eterno é alguém que não teve início e nem terá fim.

João afirma que Jesus estava no princípio de tudo e que tudo foi criado por Ele. Ver João 1: 1-3. Jesus era e é Deus, e criou todas as coisas.

Paulo menciona que “Jesus tendo a forma de Deus não teve por usurpação o ser igual a Deus, mas aniquilo-Se a Si mesmo tomando a forma de homem.” Menciona ainda que Jesus é o Senhor e que merece adoração. Ele deixou os privilégios divinos para Se tornar o nosso Salvador. Ver Filipenses 2: 6-11. Somente Deus pode receber adoração. Jesus perdoava pecados, coisas que só Deus pode fazer. Ver Lucas 5.20-24. Aqui menciona Jesus curando um paralítico e perdoando os seus pecados.

QUINTA-FEIRA (3 de Janeiro) – O CRIADOR ENTRE NÓS – Qual foi o objetivo da encarnação de Cristo? “E dará à luz um filho e chamarás o seu nome Jesus; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” Mateus 1:21

Não há descrição mais linda e significativa do que esta: “E o verbo se fez carne, e habitou entre nós; e nós vimos a sua glória….” João 1:14.

“A Humanidade do filho de Deus é tudo para nós. É a corrente de ouro que nos liga nossa alma a Cristo, e por meio de Cristo a Deus. Isto deve constituir nosso estudo. ..O estudo da encarnação de Cristo é frutífero, que recompensará o pesquisador que cave fundo em busca de verdade Ocultas. Mens. Escolhidas vol. 1, 244

Cristo veio expressar ou revelar todos os atributos do caráter da Divindade. A palavra grega skenoo, traduzida por habitou, também é traduzida por fez morada, e transmite a ideia de quem armou a sua tenda como um amigo, em uma aldeia, para estabelecer um relacionamento de amizade. Foi isto que Jesus fez; o Criador armou a Sua tenda entre os homens, as Suas criaturas, para atraí-los pelo amor.

Jesus Se encarnou para que pudéssemos enxergar o ideal humano para o qual fomos criados com infinito amor. Entretanto, como já éramos pecadores, ele também veio para nos recriar, para que pudéssemos renascer.

“Ao contemplar a encarnação de Cristo na humanidade, quedamo-nos perplexos ante o inescrutável mistério que a mente humana não consegue compreender. Signis of the Times 30 Julho 1896.

SEXTA-FEIRA ( 04 de janeiro) – ESTUDO COMPLEMENTAR – Cada dia em que Deus criava algo, no final dizia: “Está bom”. Era o que Ele queria, que ficasse bom para esses dois seres, e seus futuros descendentes. Não temos capacidade de imaginar, em nossos dias, como era lindo aquele ambiente onde Adão e Eva acordaram, e deveriam viver. Enfim, tudo deveria contribuir para que fossem felizes eternamente.

Em contrapartida, alguns seres humanos, impulsionados por interesses contrários aos de Deus, inventaram a teoria da evolução. Ela é tão absurda que chega a supor que tudo o que existe no Universo surgiu sem propósito, por acaso, por meio de uma enorme explosão. Então gradualmente as coisas teriam surgido e se organizado por acaso, por combinações acidentais e extremamente coincidentes. Incrivelmente as coincidências sem propósito foram tais que, sem a inteligência existir, combinações muito complexas levaram ao surgimento casual da vida. Um minúsculo ser unicelular surgiu sem que fosse projetado, e pasmem, vivo. É de se coçar a cabeça: esse ser permaneceu vivo. Ele teria lutado pela vida e se reproduziu sem que tivesse programado para se reproduzir, multiplicando-se. Isso é absolutamente incrível, mas vem dos cientistas.

Quanto tempo teria passado entre a ordem emitida pela palavra do Criador e o aparecimento do Universo? Compreendendo o poder da palavra de Deus, tudo aconteceu em um momento. O Criador ordenou e o universo apareceu perfeito em todos os detalhes e movimentos.

A Palavra de Deus tem poder para transformar a nossa vida e colocar-nos em harmonia com a Sua santa e boa vontade. Façamos uso desta palavra que nos está disponível e vivamos uma vida santificada por Deus.

 

Editado de artigo escrito por Luís Carlos Fonseca em http://temasbblicos.blogspot.com.br

Editor: fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: