QUANDO TUDO SE FIZER NOVO – RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 13 (22 a 29 /12/2012)

“Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima. “
Apocalipse 7:17

Portas_do_Paraiso_detalhe2

VERSO ÁUREO: “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.” Apocalipse 21:4

INTRODUÇÃO – Nesta semana vamos estudar os eventos que terão lugar no início do milênio, durante o milênio e no final dos mil anos. É bom lembrarmos que durante o milênio os salvos ainda terão lembranças das coisas pertinentes a esta vida, pois estarão a julgar as pessoas perdidas e os demônios. Será somente depois dos mil anos que se cumprirá o verso áureo desta semana, e os seguintes versos: “E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.” Apocalipse 21:5.
“Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.” Isaías 65:17

Quando Cristo voltar dará o alívio ao mundo sofredor e destruirá, parcialmente, o império do mal e trará o alívio aos salvos que escolheram a salvação e a sociedade do bem, porque todos os que dela farão parte, em sua escolha, rejeitaram o mal e aceitaram o bem. O milênio será o preâmbulo da eternidade. Satanás e os seus demônios ainda estarão vivos e circunscritos na terra, mas os salvos já estarão livres dos seus ataques, pois estarão bem protegidos na Nova Jerusalém e na companhia de Cristo e dos anjos.

Onde estarão os perdidos durante os mil anos? Estarão na terra, pois somente no final dos mil anos é que serão ressuscitados por um pouco de tempo. Vejas estas descrições: “E serão os mortos do Senhor, naquele dia, desde uma extremidade da terra até à outra extremidade da terra; não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados, mas serão como estrume sobre a face da terra.” Jeremias 25:33.

“Observei a terra, e eis que estava assolada e vazia; e os céus, não tinham a sua luz. Observei os montes, e eis que estavam tremendo; e todos os outeiros estremeciam. Observei e vi que homem nenhum havia e que todas as aves do céu tinham fugido.” Jeremias 4:23 a 25.

Onde estarei durante o milênio, no céu ou na terra?

EVENTOS QUE INICIAM O MILÊNIO – DOMINGO (23 de dezembro) – Que acontecimentos determinam o início dos mil anos da profecia Bíblica?

a) A VOLTA DE JESUS – João 14:1-3 – Neste texto Jesus prometeu voltar à terra para buscar Seus filhos: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

b) A MORTE DOS ÍMPIOS – Em II Tessalonissenses 1:8 menciona que os ímpios que estiverem vivos serão destruídos quando Jesus voltar. Serão destruídos e ficarão mortos e inconscientes durante os mil anos. “Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder.”

c) RESSURREIÇÃO DOS JUSTOS – A Bíblia menciona que os mortos justos, isto é, os que forem salvos, serão ressuscitados no momento da volta de Jesus: Ver também I Cor. 15:51 e 52. “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.” I Tessal. 4:16

d) ASCENÇÃO DOS JUSTOS PARA O CÉU – Em I Tessal. 4:17 menciona que após a ressurreição dos salvos os justos serão transformados e levados ao céu. “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” Logo após a volta de Jesus, João viu os salvos no céu: – “Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos.” Apoc. 7:9.

Este verso está de acordo com aquilo que o próprio João descreveu sobre a volta de Jesus: “Voltarei e vos levarei.”

e) SATANÁS SERÁ AMARRADO – Apoc. 20:1-3 descreve que Satanás será preso durante este período. Esta prisão será porque neste período ele e seus demônios não terão a quem tentar e conduzir ao pecado. Pois os salvos estarão com Jesus no céu e os ímpios estarão mortos e sepultados nos destroços da terra. Nesta terra, que estará totalmente destruída e desabitada, Satanás e seus demônios poderão refletir as atrocidades que fizeram no decorrer dos milênios anteriores. – “E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.” Apoc. 20-1-3

O período de tempo de todos estes acontecimentos, desde o término do tempo de graça até a volta de Jesus, será em torno de um ano. “Por isso num só dia as suas pragas a alcançarão.” Apoc. 18:8.

De que lado estaremos aquando da volta de Cristo? “E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram? E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra. Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairá sobre eles. Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.” Apocalipse 7:13-17

DURANTE O MILÊNIO – SEGUNDA-FEIRA (24 de dezembro) – Quais serão as atividades dos salvos durante o Milênio? Além de louvarem a Deus e desenvolverem as atividades de santos que serão, participarão no julgamento dos perdidos, de Satanás e seus demônios.

“Não sabeis vós que os santos hão-de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” I Coríntios 6:2-3

Durante o milênio terá lugar o julgamento de Satanás, dos seus anjos e das pessoas perdidas. A ousada e insultuosa acusação de Satanás, de que Deus em Seu trato com as Suas criaturas não é justa nem amorosa, será julgada pelos santos.

Veja esta citação: “Desde o princípio a grande controvérsia fora a respeito da lei de Deus. Satanás procurara provar que Deus era injusto, que Sua lei era defeituosa, e que o bem do universo exigia que ela fosse mudada. Atacando a lei, visava ele subverter a autoridade de seu Autor. Mostrar-se-ia no conflito se os estatutos divinos eram deficientes e passíveis de mudança, ou perfeitos e imutáveis.” Patriarcas e Profetas, pág. 65.

Deus não terá pressa para julgar os seres maus. Ele dedicará mil anos para esta tarefa. Tudo deverá ficar muito claro perante o universo para que o amor e justiça de Deus permaneçam sem nenhuma dúvida na mente de todos os salvos.

Esta será a manifestação dos salvos: “E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos. Quem te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso todas as nações virão, e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos.” Apocalipse 15:3-4

Sobre a cruz Jesus demonstrou perante todo o universo quem é quem. Toda a benignidade e justiça do caráter de Deus, confrontou-se com toda a malignidade e perversidade do caráter de Satanás. E agora durante o milénio o carácter de Deus será novamente enaltecido perante todos.

“O caráter de Satanás foi despojado, desmascarado e nenhum resquício de dúvida ficou na mente dos anjos fiéis e dos habitantes de outros mundos.” Desejado T. Nações, 761.

EVENTOS DO FIM DO MILÊNIO – TERÇA-FEIRA (25 de dezembro) – Que eventos marcarão o final do Milênio?

a) A DESCIDA DA NOVA JERUSALÉM COM OS SALVOS – “E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.” Apoc. 21.1 e 2

b) A RESSURREIÇÃO DOS ÍMPIOS – Tanto o inicio como o final do milénio são marcados por duas ressureições: A primeira será dos santos e a segunda dos ímpios. Em João 5.28 e 19 menciona a respeito destas duas ressurreições: “Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” Apoc. 20: 5 e 6

c) SATANÁS SERÁ SOLTO – Ele será solto porque terá os ímpios a quem tentar e arregimentar, para tentarem destruir Jerusalém e os santos: “E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão. E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha.” Apoc. 20:7 e 8

d) SATANÁS E OS PECADORES SERÃO DESTRUÍDOS – “E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.” Apoc. 20:9 e 10.

O mesmo fogo que destruirá os demônios e os ímpios, purificará a terra. O fogo, que chamamos inferno, vai durar enquanto tiver combustível para ser queimado. Não haverá um fogo a arder eternamente, como é falsamente ensinado por quase todas as religiões, cristãs e não cristãs. Compare as seguintes passagens: Judas verso 7 e II Pedro 2:6. Se fosse eterno, Sodoma e Gomorra, necessariamente, estariam a arder até hoje.

A NOVA TERRA – QUARTA-FEIRA (26 de dezembro) – Em Apocalipse 21: 1 a 3 mostra que Deus criará um novo mundo. A nova Jerusalém descerá para a terra, e será a capital do paraíso. A terra será a sede do universo todo. O lugar geográfico da Nova Jerusalém será onde está a atual Jerusalém, em Israel:
“E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.”

Todas as lembranças do mundo de pecados serão eliminadas da mente dos salvos. Todos os eventos que passaram a formar a história da humanidade sob o domínio do pecado serão esquecidos. Os seguintes textos terão  o seu cumprimento real:

“Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.” Isaías 65:17.

“E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.” Apocalipse 21:5.

Naquele momento vai se cumprir as palavras do último parágrafo do livro O grande conflito: “O grande conflito terminou. Pecado e pecadores não mais existem. O universo inteiro está purificado. Uma única palpitação de harmonioso júbilo vibra por toda a vasta criação. Daquele que tudo criou emanam vida, luz e alegria por todos os domínios do espaço infinito. Desde o minúsculo átomo até o maior dos mundos, todas as coisas, animadas e inanimadas, em sua serena beleza gozo, declaram que Deus é amor.”

A Nova Jerusalém será a capital, mas o país dos salvos será a terra toda. Portanto depois dos mil anos os salvos viverão na terra literalmente, e Deus terá o Seu trono na terra. Não é incrível? Eu quero estar lá, e você?

A VIDA NA NOVA TERRA – QUINTA-FEIRA – (27 de dezembro) – Conta-se a história de uma menina que sempre viveu em uma grande cidade. Com todas aquelas luzes da cidade, ela nunca teve a oportunidade de ver as estrelas. Certo verão, sua mãe levou-a para passar as férias no campo. Durante a noite, após o pôr-do-sol, as estrelas brilhavam como diamantes no céu. A menininha olhou para cima, espantada. Estava encantada com a beleza daquele céu cheio de estrelas. Então, exclamou: Ah, mamãe, se o céu é tão bonito do lado avesso, que maravilha deve ser do lado certo!

E é verdade! A bíblia mostra a beleza de como será a eternidade. Ela está cheia de detalhes sobre a nova Jerusalém. Mas, algumas pessoas não acreditam no céu. Há ainda outros, que dizem que o céu não é um lugar real, mas um estado de espírito. Deus quer que nós saibamos como será viver na eternidade. Deus revelou-nos com detalhes:

Onde vai ser estabelecida a nova Jerusalém? Será na terra renovada. A Nova Jerusalém será a capital da terra. O trono de Deus será estabelecido na terra. A terra será a capital do universo. Toda a terra será habitada pelos salvos. A Jerusalém terrestre era a cidade preferida de Deus. Como o pecado tirou a alegria de Deus, Ele criou a Nova Jerusalém, mas que será estabelecida no mesmo lugar da cidade atual: “Eis que vem o dia do Senhor, em que teus despojos se repartirão no meio de ti…E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul.” Zacarias 14: 1 e 4

“E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.” Apoc 21.1 e 2.

“Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.” II Pedro 3:13

Como será a vida dos remidos? “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.” Apoc. 21:4

Por quanto tempo reinarão os remidos do Senhor? “E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre.” Apoc. 22:5

SEXTA-FEIRA (28 de dezembro) ESTUDO COMPLEMENTAR – “Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.” Isaías 65:17.

Durante os mil anos os salvos ainda lembrarão de coisas relacionadas com a terra, pois participarão do juízo dos perdidos e dos demônios, mas depois será diferente.

“Ao princípio do grande conflito, os anjos não entendiam isso. Houvesse sido deixado que Satanás e seus anjos colhessem os plenos frutos de seu pecado, e teriam perecido; mas não se patentearia aos seres celestiais ser isso o inevitável resultado do pecado. Uma dúvida acerca da bondade divina haveria permanecido em seu espírito, qual ruim semente, para produzir seu mortal fruto de pecado e miséria. Não será, porém, assim, ao findar o grande conflito. Então, havendo-se completado o plano da redenção, o caráter de Deus é revelado a todos os seres inteligentes. Os preceitos de sua lei são vistos como perfeitos e imutáveis. Então, o pecado terá patenteado sua natureza, Satanás o seu caráter. Então o extermínio do pecado reivindicará o amor de Deus, e estabelecerá a Sua honra perante um universo de seres que se deleitam em fazer a Sua vontade, e em cujo coração está a Sua lei.” Desejado de Todas as Nações, 570.

“Mas o plano da redenção tinha um propósito mais vasto e profundo do que a salvação do homem. Não foi para isso apenas que Cristo veio à Terra; não foi simplesmente para que os habitantes deste pequeno mundo pudessem considerar a lei de Deus como devia ser considerada; mas foi para reivindicar o caráter de Deus perante o universo. Para este resultado de Seu grande sacrifício, ou seja, a influência do mesmo sobre os entes de outros mundos, bem como sobre o homem, olhou antecipadamente o Salvador quando precisamente antes de Sua crucifixão disse: ‘Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo. E Eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a Mim’. S. João 12:31 e 32. O ato de Cristo ao morrer pela salvação do homem, não somente tornaria o céu acessível à humanidade, mas perante todo o universo justificaria a Deus e a Seu Filho, em Seu trato com a rebelião de Satanás. Estabeleceria a perpetuidade da lei de Deus, e revelaria a natureza e os resultados do pecado.” Patriarcas e Profetas, 64.

Editado de Luís Carlos Fonseca em http://temasbblicos.blogspot.com.br

Editor: fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , , ,

  1. #1 por márcio Gil sil de castro em 28 de dezembro de 2012 - 21:59

    gostei dessa lição desse semestre.obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: