SALVAÇÃO: A ÚNICA SOLUÇÃO – COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 4 – 20 a 27/10/2012

“Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;
Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.” 
Romanos 3:23-24

” Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” 
João 3:16

.

INTRODUÇÃO – Nada é tão belo quanto o amor de Deus. Não é um amor sentimentalista, mas, transformador. O que faz Deus ser quem Ele é e agir como Ele age, é o seu amor. A natureza de Deus é amor. Suas expressões de vida expressam o que Ele é. Ele não se contradiz. Ele não pode agir contrário à sua essência. Ninguém produz um fruto diferente da sua essência. “Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso?” Tiago 3:11.
Todas as pessoas são alvo do seu amor. Ele não faz acepção de pessoas. Ele consegue abraçar todos de uma só vez. Deus ama mesmo as nações que o rejeitam, as pessoas que não crêem nele e aquelas que O desprezam.

O amor está ligado ao que dou. Minha entrega pessoal determina a qualidade do meu amor. O que você entrega determina a veracidade do seu amor.“Aquele que não poupou o seu próprio filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? Romanos 8:32. Deus deu o que havia de melhor no céu, e muitas vezes temos negado nosso melhor na terra.

Deus é amor e revelou isso através da Sua lei. Veja este texto: “Desde o princípio a grande controvérsia fora a respeito da lei de Deus. Satanás procurara provar que Deus era injusto, que Sua lei era defeituosa, e que o bem do universo exigia que ela fosse mudada. Atacando a lei, visava ele subverter a autoridade de seu Autor. Mostrar-se-ia no conflito se os estatutos divinos eram deficientes e passíveis de mudança, ou perfeitos e imutáveis.” Patriarcas e Profetas, pág. 65.

DOMINGO (21 de outubro) – A EXTENSÃO DO PROBLEMA
–Se o amor de Deus é para todo o mundo, logo o problema do pecado atingiu todo o planeta terra. A força do pecado é tão forte que abrangeu o ser humano de uma forma muito terrível, desde o seu nascimento: “Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras.” Salmos 58:3

O homem está depravado na mente. Ver Gênesis 6:5
No coração. Ver Jeremias 17:9.
Nos afetos, de maneira que o homem é oposto a Deus. Ver João 3:19; Romanos 8:7.
Na consciência. Ver Tito 1:15; Hebreus 10:22.
Na palavra. Ver Salmos 58:3; Jeremias 8:6; Romanos 3:13.
Da cabeça aos pés. Salmos 1:5,6 e Isaías 1:6.

Por causa da presença do pecado no planeta, vemos tanta miséria e desgraças em todos os níveis; na fauna, na flora, na ecologia e no coração das pessoas que se tornou corrupto, por se separar de Deus.

Todos já experimentamos de certa forma o pecado na nossa vida e sofremos a experiência amarga dos seus resultados. Mas Deus tomou as devidas providências enviando Jesus para salvar a humanidade: “O ato de Cristo ao morrer pela salvação do homem, não somente tornaria o céu acessível à humanidade, mas perante todo o universo justificaria a Deus e a Seu Filho, em Seu trato com a rebelião de Satanás. Estabeleceria a perpetuidade da lei de Deus, e revelaria a natureza e os resultados do pecado”. – Patriarcas e Profetas, 64.

SEGUNDA-FEIRA (22 de outubro) A PROVISÃO DE DEUS – PARTE I
– Hoje comemora-se um dia muito importante para os Adventistas do 7ª Dia. De acordo com a profecia, em 22 de outubro de 1844 Jesus passou do lugar santo para o santíssimo no santuário celestial. E desde então está a exercer o juízo de investigação. Pois quando Ele retornar deverá saber quem vai ser salvo.

O inimigo não contava com a graça salvadora de Cristo. Diz a palavra: “Mas onde avultou o pecado, a graça superabundou.” Rom. 5:20. E quando ele percebeu que tomou o próprio veneno ao Jesus morrer para salva-nos, aí então começou a trabalhar mais depressa.

Mesmo antes do pecado Deus já havia tomado as providências: “O plano de nossa redenção não foi um pensamento posterior, formulado depois da queda de Adão. Foi a revelação do mistério encoberto desde tempos eternos’. Foi um desdobramento dos princípios que têm sido, desde os séculos da eternidade, o fundamento do trono de Deus… Deus não ordenou a existência do pecado. Previu-a, porém, e tomou providências para enfrentar a terrível emergência.” Desejado de Todas as Nações, 22.

É claro que logo que o homem caiu em pecado Jesus entrou em ação oferecendo-se para a solução. O sistema sacrificial foi instituído logo depois do Éden e teve o seu cumprimento com a morte de Cristo. Graças a Deus por Sua provisão.

TERÇA-FEIRA (23 de outubro) – A PROVISÃO DE DEUS – PARTE II
– Deus criou o homem não para a queda, mas para a vida. Todavia, ele foi criado com o direito e a liberdade de escolha. Poderia escolher entre a vitória sobre o tentador mediante a orientação e assistência do poder de Deus, ou dar ouvidos ao tentador e sofrer a queda. Se Adão houvesse vencido o tentador, firmemente unido ao poder divino que estava à sua disposição, este teria sido destruído e o pecado estaria para sempre desarraigado do Universo. Mas com a queda foi necessária a providência divina. Deus colocou à disposição do homem todos os recursos do céu:

1) Até o arrependimento vem de Deus. “E, ouvindo estas coisas, apaziguaram-se, e glorificaram a Deus, dizendo: Na verdade até aos gentios deu Deus o arrependimento para a vida.” Atos 11:18

2) Deus perdoa o pecador que confessa. O que é Justificação? “É a obra de Deus ao lançar a glória do homem por terra, e fazer pelo homem o que não lhe é possível fazer em seu próprio poder.” Testemunhos param Ministros, 456

3) Deus santifica. O que é santificação? “A santificação não é obra de um momento, de uma hora, de um dia, mas dá vida toda. Não se alcança com um feliz voo dos sentimentos, mas é o resultado de morrer constantemente para o pecado, e viver constantemente para Cristo. Não se podem corrigir os erros nem apresentar reforma de caráter por meio de esforços débeis e intermitentes. Só podemos vencer mediante longos e perseverantes esforços, severa disciplina e rigoroso conflito. Não sabemos quão terrível será nossa luta no dia seguinte. Enquanto reinar Satanás, teremos de subjugar o próprio eu e vencer os pecados que nos assaltam; enquanto durar a vida não haverá ocasião de repouso, nenhum ponto a que possamos atingir e dizer: “Alcancei tudo completamente.” A santificação é o resultado de uma obediência que dura a vida toda.” Atos dos Apóstolos, 560 e 561.

4) Deus glorificará os Seus filhos. Quando Jesus retornar os Seus filhos serão transformados e receberão a glorificação. “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.” I Coríntios 15:51-54

QUARTA-FEIRA(24 de outubro) – A EXPERIÊNCIA DA SALVAÇÃO – PARTE I
– A graça desperta a fé e a fé leva ao relacionamento com Deus. “Tendo em vista a manifestação da Sua justiça no tempo presente, para Ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus.” Rom 3:26. “A fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus.”

Qual é o valor que você dá a oração? Meditando no Evangelho de João, vejo que Jesus nunca fez nada antes de gastar tempo diante do Pai, em oração. Antes dele escolher os Seus discípulos, Ele passou a noite em oração. Antes de curar, libertar, ressuscitar mortos, Ele gastou tempo a sós com o Pai.

Veja este pensamento: Reuben Archer Torrey, disse: “Estamos ocupados demais para orar, e por isso estamos ocupados demais para termos poder. Nós temos tantas atividades mas realizamos pouco; muitos cultos mas poucas conversões; muito maquinário mas poucos resultados.”

O capítulo 8 de João começa de uma forma interessante: Jesus passou a noite toda no Monte das Oliveiras com o Pai e pela manhã, bem cedo, foi logo para o templo e o resultado da oração foi que as multidões vieram para ouvi-Lo.Uma pessoa de oração é uma pessoa de poder!

“Porém Jesus foi para o Monte das Oliveiras. E, pela manhã cedo, voltou para o templo, e logo o povo vinha ter com Ele, e, assentando-se, os ensinava.” João 8:1 e 2.

A Casa de Deus não seria chamada de “casa da boa música”, ou a “casa do entretenimento”, mas Jesus lembrou o que disse o Pai no Antigo Testamento: “ A minha casa será chamada casa de oração.” Mat. 21:13. Infelizmente para alguns a Igreja virou lugar de entretenimento, de emoções, de ver pessoas. No meio dos programas deveria haver mais momentos de oração.

QUINTA-FEIRA (25 de outubro) – A EXPERIÊNCIA DA SALVAÇÃO – PARTE II
– Como resultado da leitura da Bíblia e da oração vem uma fé robusta que nos comunica a certeza do perdão. E a fé conduz à ação. O filho de Deus desenvolve a graça de desejar usar os seus dons espirituais para a glória de Deus.
O apóstolo Paulo orava e buscava o propósito do Senhor na obra que realizava: “Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós.” Gál. 4:19. Da mesma maneira, hoje somos chamados a cooperar até que Cristo seja plenamente formado em nós. Esse é o grande propósito de Deus em nós, o que nos fará vencedores naquele dia. Na passagem de Mateus 27: 33-44, Cristo está para concluir a restauração do grande propósito de Deus na terra, que é ter novamente o homem à sua imagem e semelhança e abrir a porta para que todos os demais sigam o mesmo caminho. Como Cristo enfrentou as oposições para que o propósito do Pai se cumprisse n’Ele, nós temos que enfrentá-las também e pregar o evangelho com alegria.

Você quer ser feliz, mas não quer fazer a vontade de Deus? Quer ter sucesso em sua vida sentimental, mas não quer romper o relacionamento com pessoas que não nasceram de novo ou que não têm temor de Deus? Quer ser feliz no casamento, mas se nega a lutar pela restauração do mesmo perdoando, orando e jejuando por seu cônjuge? Quer prosperar, mas não quer estudar, trabalhar, dar o dízimo e viver uma vida de generosidade? Você quer ser transformado à imagem e semelhança de Deus, mas se nega a ler a Bíblia, estudar a Palavra, e ter momentos preciosos de oração? Você quer ver o Espírito Santo mover em todas as áreas da sua vida, mas se nega a tomar a sua cruz e permanecer nela, que é a chave da vitória? A experiência da salvação é medida através de uma entrega total a Cristo.

SEXTA-FEIRA(26 de outubro)
– O que é salvação? Salvação é a libertação do perigo ou sofrimento. Salvar é libertar ou proteger. A palavra carrega a ideia de vitória, saúde, ou preservação. Às vezes, a Bíblia usa palavras como salvo ou salvação para se referir à libertação temporária e física, tal como a libertação de Paulo da prisão. Ver Filipenses 1:19. O uso mais frequente da palavra salvação tem a ver com libertação eterna e espiritual. Quando Paulo disse ao carcereiro de Filipo o que ele precisava fazer para ser salvo, Paulo estava se referindo ao destino eterno do carcereiro. Ver Atos 16:30-31. Jesus disse que ser salvo é entrar no reino de Deus. Ver Mateus 19:24-25.

Somos salvos de quê? Na doutrina Cristã da salvação, somos salvos da “ira”; quer dizer, do julgamento de Deus sobre o pecado. Ver Romanos 5:9; e I Tessalonicenses 5:9. Nosso pecado nos separou de Deus, e a consequência do pecado é morte. Ver Romanos 6:23. Salvação bíblica se refere à libertação da consequência do pecado e envolve, portanto, remoção do pecado.

Comentários do Pr.Luís Carlos Fonseca
em: temasbblicos.blogspot.com.br

editado por fabiodeps@gmail.com

Anúncios

, , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: