Comentários à Lição 2 – Escola Sabatina – DEUS E A REVELAÇÃO – 06/10 a 13/10 de 2012

“Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.
E quem proclamará como eu, e anunciará isto, e o porá em ordem perante mim, desde que ordenei um povo eterno? E anuncie-lhes as coisas vindouras, e as que ainda hão de vir. “
Isaías 44:6-7

“Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos.
Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite.
Sem discurso nem palavras, não se ouve a sua voz.
Mas a sua voz ressoa por toda a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo. ….”
Salmos 19:1-4

Rembrandt – Moisés(1659)

.

Verso Para Memorizar:
“Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o Universo.”
Hebreus 1:1 e 2.

INTRODUÇÃO
– Deus Se revela ao ser humano de várias maneiras. Como Deus Se revela para o ser humano em sua condição pecaminosa? Quais são algumas das revelações?

1) Natureza – A flora, a fauna, os ecossistemas, as estações do ano, a água, o ar e toda a harmonia dos mecanismos que o planeta terra possui para manter a vida são obras incomparáveis do poder criador de Deus. A perfeição de Deus pode ser observada na natureza, através da ordem existente, da harmonia entre as espécies onde cada ser vivo se adapta ao ambiente onde vive. A Bíblia diz no livro aos Romanos 1:20: “Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis”.
Deus criou todas as coisas pelo seu poder amor: “N princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas. E Deus chamou à luz dia; e às trevas chamou noite.” É curioso que há pessoas que só tiveram contato com esta revelação de Deus e serão salvas através do conhecimento e oportunidades que tiveram.
2) Bíblia – “Mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo.” II Pedro 1:21

“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” II Timóteo 3:16-17

3) Jesus Cristo – “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho.” Hebreus 1:1

“Irmãos, quero que saibam que o evangelho por mim anunciado não é de origem humana. Mas Deus me separou desde o ventre materno e me chamou por sua graça. Quando lhe agradou revelar o seu Filho em mim para que eu o anunciasse entre os gentios, não consultei pessoa alguma” – Gál. 1:11, 12, 16 e 17.

DOMINGO (7 de outubro) – A DOUTRINA DA ESCRITURA
– Podemos confiar nas Escrituras Sagradas como um documento fiável? Os personagens dos quais fala, realmente existiram e os feitos a eles atribuídos verdadeiramente aconteceram?

Por exemplo; o dilúvio aconteceu mesmo? Jesus que viveu tanto tempo depois do dilúvio o mencionou:

“E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” Mateus 24:37-39.

Pedro também falou do dilúvio. “E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, pregoeiro da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios.” II Pedro 2:5.

Outro exemplo foi a descoberta dos manuscritos do Mar Morto que confirma aquilo que as pessoas que crêem na Bíblia sempre souberam, ou seja, que a Bíblia, tal qual a temos na atualidade, é um texto que passa nos testes de fidedignidade. Apesar dos ataques contra a Bíblia, a Palavra de Deus permanece para sempre: “O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam” II Samuel 22:31.

O mesmo Pedro escreveu sobre a inspiração bíblica: “Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” II Pedro 1:20-21.

Veja este verso: “Certamente o Senhor, o Soberano, não faz coisa alguma sem revelar o seu plano aos seus servos, os profetas.” Amós 3:7

SEGUNDA-FEIRA (8 de outubro) – A NATUREZA DA INSPIRAÇÃO
– Como os profetas recebiam as revelações de Deus? Os profetas eram os instrumentos humanos a quem Deus comunicava as Suas mensagens, e para a composição da Bíblia há dois métodos usados por Deus:

1) Revelação – Era através das visões e dos sonhos: Veja este texto: “E ele disse: Ouçam as minhas palavras: Quando entre vocês há um profeta do Senhor, a ele me revelo em visões, em sonhos falo com ele.” Números 12:6

2) Inspiração – As mensagens sempre estavam centralizadas nos acontecimentos do plano da salvação. Depois das visões ou sonhos, os profetas recebiam a dotação do Espirito Santo para escreverem a palavra recebida; a isto chamamos de Inspiração. No momento da revelação Deus não ditava as palavras para os profetas, mas fazia-os lembrar, de forma clara, o quadro geral dos acontecimentos ou dos temas que deviam ser escritos ou transmitidos para o povo de forma oral.

Veja estes textos: “Daniel teve um sonho, e certas visões passaram por sua mente, estando ele deitado em sua cama. Ele escreveu o seguinte resumo do seu sonho.” Dan. 7:1

“Eu, João,… No dia do Senhor achei-me no Espírito e ouvi por trás de mim uma voz forte, como de trombeta, que dizia: ‘Escreva num livro o que você vê…’ Voltando-me vi sete candelabros de ouro…”. Apoc. 1:9-12

“Não são as palavras da bíblia que são inspiradas, mas os homens é que o foram. A inspiração não atua nas palavras do homem ou nas suas expressões, mas no próprio homem que , sob a influência do Espírito Santo, é possuído de pensamentos. As palavras, porém recebem um o cunho da mente individual.” Mensagem Escolhidas. Vol. 1, 21

TERÇA-FEIRA (9 de outubro) – O MISTÉRIO DO DEUS TRIÚNO
– Como entender a trindade divina? Esta é uma das partes mais difíceis da bíblia; pois, como pode uma mente finita compreender Deus que é infinito?

Veja este texto: “Disse Deus: Façamos o homem…”. – Gn 1:26. Aqui Deus fala que há mais de um. Nessa declaração, Deus apresenta um vislumbre de Si. A palavra hebraica, usada para identificar o Deus criador é ELOIM. EL = DEUS, é a forma singular, e ELOIM = DEUSES, a forma plural. ELOIM transmite o conceito da pluralidade em relação à Divindade, o que como cristãos entendemos pela Divindade: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. A Trindade forma uma unidade perfeita em natureza, caráter, propósitos e ação. Temos um Deus, representado por três pessoas.

Em Deuteronômio 6:4, Deus apresenta-Se para o povo de Israel, com estas palavras: “Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.” Seguindo o hebraico, a tradução seria: Ouve, ó Israel: Jeová nossos Deuses. Pai, filho e Espirito Santo ( ELOIM) são um Jeová.

A realidade da pluralidade nos dá um vislumbre da maravilha que é o nosso Deus. É completo, maravilhoso, infinito que cabe-nos apenas aceitar o seu amor, graça e salvação.

Veja a complexidade e maravilha destes textos: “Ninguém jamais viu a Deus; Deus Filho único, que está no seio do pai, no-lo revelou.” João 1:18.

“Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar”. Mat. 11:27

Dentro da luz que temos sabemos da existência da trindade Divina. Em Mateus 3: 16 e 17 encontramos este texto, onde mostra a existência de três pessoas distintas: “ E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele.E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.”

Veja os seguintes textos que provam a personalidade e divindade tambémdo Espírito Santo e de Jesus: Atos 5:3 e 4; João 14:16; João 15:26; João 1:1-3

QUARTA-FEIRA (10 de outubro) – OS ATRIBUTOS DO NOSSO CRIADOR
– Os atributos principais de Deus são; amor e justiça. A Escritura proclama o eterno amor e justiça de Deus. Todos os atributos de Deus são inseparáveis e formam o todo perfeito do Seu caráter. Deus traz em Seu caráter um conjunto de atributos que O identificam como a fonte de todo o bem. Não podemos afirmar que este ou aquele atributo do caráter de Deus é mais importante. Todos exercem o poder para salvar a humanidade.

Deus é Amor; é Onisciente, Onipresente, Onipotente, salvador, Restaurador, Criador, Eterno e Magnífico em poder.

Veja estes textos: “Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.” I João 4:8

“Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.” Malaquias 3:6

“Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.” Tiago 1:17.

“A misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram.” Salmos 85:10

“Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos.” Salmo 19.1

QUINTA-FEIRA – (11 de outubro) AS AÇÕES DE DEUS
– Deus está interessado na vida dos habitantes da terra? Se está, porque há tanto sofrimento?

Hoje há pessoas que não acreditam na existência de Deus: “Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.” Salmo 14:1. A Escritura declara que outra classe, de ímpios tem a ideia de que se Deus existe ele não se importa com as criaturas. “Por que o ímpio insulta a Deus, dizendo no seu íntimo: De nada me pedirás contas!” Salmo 10:13.

Há os deístas que defendem a ideia de que realmente há um Deus criador, mas que depois de criar este mundo e o universo, abandonou os habitantes à sua própria sorte.

O que dizer da seguinte declaração sobre o método que Deus usa para fazer as pessoas O enxergarem?

“Eu farei isso acontecer para que todas as nações, do Oriente ao Ocidente, saibam que não há outro Deus além de Mim. Eu sou o Senhor, e não há nenhum outro. Eu crio a luz e a escuridão. Eu controlo todos os acontecimentos, os bons e os maus. Eu, o Senhor, é que faço todas essas coisas.” Isaías 45:6 e 7

A tarefa principal de Deus é a de salvar a humanidade, mas Ele também tem o controle de todas as situações do mundo criado por Ele: Veja estes exemplos:

1) Deus interferiu na dispersão dos povos. Gên 11:9. 2) Ele atuou na destruição de Sodoma e Gomorra. Gên 19:24. 3) Ele chamou Moisés para libertar Israel da escravidão do Egito. Êxodo 3:1-14. 4) Ele controlou a maligna ação do diabo em harmonia com os Seus desígnios, limitando as atuações do inimigo em todos os acontecimentos da vida de Jó. Jó 2:6. 5) Para o prepotente Pilatos, Jesus respondeu “Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não te fosse dada.” João 19:11

Veja este texto: “Não se vendem cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de Deus. E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.” Lucas 12:6-7

SEXTA-FEIRA (12 de outubro)

“Ouça, ó Israel: O Senhor, o nosso Deus, é o único Senhor.
Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças.
Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração.
Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.” 
Deuteronômio 6:4-7

Quem é Deus? Se Deus pudesse ser explicado, teríamos explicações para todo o Universo. Se, como seres humanos, pudéssemos explicar a Deus, teríamos de admitir que em termos de sabedoria, conhecimento e inteligência estaríamos acima desta pessoa. Cabe-nos confiar em Sua palavra e obedecê-la. A única fonte que apresenta com inquestionável clareza quem é Deus, é Ele mesmo em Sua Palavra, que comunicou de forma escrita no livro conhecido como Escritura Sagrada.

fabiodeps@gmail.com

Pr.Luís Carlos Fonseca (http://temasbblicos.blogspot.com.br)

http://www.cpb.com.br/htdocs/periodicos/licoes/adultos/2012/li242012.html

http://brucecameron.blogspot.com.br/

Anúncios

, , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: