Comentários à Lição 10 – Escola Sabatina – VIDA DA IGREJA – (1ª parte) 01/09 a 04/09 de 2012

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. ”
João 15:4

PEDRO E PAULO ALICERCES DA IGREJA.

Sábado, 01/09/2012 Verso para memorizar ““Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

Paulo deu aos tessalonicenses, tanto líderes quanto membros, conselhos muito práticos e também espirituais sobre a maneira de se relacionar uns com os outros.
Todos os conselhos, admoestações e advertências, são relacionados com o tema principal da carta que é a segunda vinda de Jesus em glória e majestade.(1Ts 5:12-28)
O tema abrange o relacionamento entre as lideranças da igreja nascente e seus membros leigos. Ao aplicar as mesmas regras diretamente agora em nossas igrejas, há a consideração de que a avaliação dos lideres de Tessalônica, estava sendo feita por Paulo, santo instruído pela palavra direta de Deus.
Ellen White coloca uma ponderação ao advertir sobre as lideranças “o poder despótico” mostrado por alguns, deveria causar temor ao povo de Deus.(TT,644)

Erros e descaminhos de membros são iguais em todos os tempos e a leitura em Gálatas abaixo nos dá uma boa idéia de qual sejam estes erros.

Em Gálatas 5, encontramos os seguintes versículos:
 17-Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
18-Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
19-Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,
20-Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
21-Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.
22-Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

Por outo lado, a avaliação das lideranças já é algo que deve hoje gerar maior cuidado conforme já chamamos a atenção, pois os membros que mais se aplicam nas obras e são votados para os cargos não são necessáriamente os espiritualmente mais aptos. Surge assim o problema de avaliar a aptidão das lideranças nas igrejas, algumas imbuídas de firmeza e mansidão, portadoras do espírito de Deus, outras relapsas por conveniência política de cargo ou hipócritas que erram na carne enquanto admoestam a outros.
Se um líder caiu presa do Espírito de Domínio achando que sua vontade é o poder dominante , afirma Ellen White “o melhor e único rumo seguro é removê-lo, para que não haja mal maior” (TM,362)
A igreja de Cristo deve ter os ouvidos bem atentos para ouvir, aceitar e anunciar as profecias bíblicas e de Ellen White. Diz a bíblia:
“Não desprezeis as profecias”. “Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.” Amós 3:7

A igreja também deve, além de ler e estudar bastante, ter o senso de crítica da exegese bíblica bem desenvolvida para poder entender o contexto bíblico e do Espírito de Profecia, e anunciar a Palavra dentro de cada contexto. Dirigentes e membros devem estar afinados com a presença do Espírito Santo atuando na vida de cada um.

Domingo, 02/09 – RESPOSTA AO MINISTÉRIO
“Por isso, exortem-se e edifiquem-se uns aos outros, como de fato vocês estão fazendo ”  1 Ts 5:11 (NVI)
Tem a ver com o processo de correção, incentivo, discipulado e formação dos membros da igreja.
“Ora, rogamo-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós, presidem sobre vós no Senhor e vos admoestam; e que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obras. Tende paz entre vós.” 1 Tessalonicenses 5:12-13.
O desejo de Paulo era que todos os membros da igreja estivessem em paz uns com os outros. E assim a organização devia ser estabelecida e aperfeiçoada, verificando, os lideres, a si mesmos e a condição de correção apropriada de cada membro.
Ellen White deixa claro  que agora,  “nestes últimos dias, enquanto Deus está trazendo Seus filhos para a unidade da fé, há mais necessidade de ordem que antes; porque, enquanto Deus une Seus filhos, Satanás e os anjos maus estão muito ocupados em impedir esta unidade e em destruí-la” (PE,97)  (negrito do autor)

Segunda, 03/09 – MINISTÉRIO DE APOIO
Há maneiras próprias que o membros devem tratar seus líderes assim como os líderes devem tratar os membros que estão sob sua supervisão.

“Exortamos vocês, irmãos, a que advirtam os ociosos, confortem os desanimados, auxiliem os fracos, sejam pacientes para com todos.
Tenham cuidado para que ninguém retribua o mal com o mal, mas sejam sempre bondosos uns para com os outros e para com todos. ” 1 Tessalonicenses 5:14-15

Desanimados são os que tiveram pouca atenção, não convertidos, têm pouca autoconfiança ou senso de valor. Os fracos são os que têm limitações morais e espirituais, relutam em abandonar o erro e falhos nos frutos do arrependimento.
Paulo orienta aos líderes da igreja para que sejam pacientes para com todos. É fundamental para a liderança saudável na igreja ter como objetivo de seu serviço o bem de todos .
Presume-se que haja mestres e discípulos em ação na igreja, estes relacionamentos devem ser baseados em respeito e paciência e devem ser objetos de cuidadosa verificação pastoral para orientação de discípulos e também de mestres.

Terça, 04/09  –  ATITUDES CRISTÃS POSITIVAS
Em  1 Ts 5:15 diz que deveríamos ser bondosos com quem, apenas com aqueles da igreja? (Deveríamos ser bondosos com aqueles que nos fizeram mal, aqueles da igreja e “com todos”).

“15 -Tenham cuidado para que ninguém retribua o mal com o mal, mas sejam sempre bondosos uns para com os outros e para com todos.
16-Alegrem-se sempre.
17-Orem continuamente.
18-Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus. “
1 Ts 5:15-18

São três sugestões separadas (alegria, oração e gratidão), que estão logicamente ligadas. Oração e gratidão ajudam a nos dar alegria. A oração nos leva à vontade de Deus. A gratidão sintoniza nossos corações com as maiores bênçãos de Deus. Oração e gratidão são o caminho para mais alegria em nossa vida ao aumentar nossa fé, na vida eterna e no cumprimento da promessa quando da volta de Jesus.

No Cristianismo a vida religiosa é um relacionamento contínuo e íntimo com Deus, assim, “A piedade é um comportamento que expressa atos pessoais e sociais profundos de devoção a Deus” (TT,762) . Uma vida de piedade deve ser nossa meta de alegria, relacionamento com o próximo e Deus

Na segunda parte será apresentado o final da lição. 

Fábio de Castro Ferreira

Anúncios

, , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: