O Músico Cristão

“A música só é aceitável a Deus quando o coração é consagrado, enternecido e santificado por sua docilidade.” — Evangelismo, 512.

desejo de exibição

O entretenimento da música, que convenientemente conduzido não é prejudicial, torna-se muitas vezes fonte do mal. No presente estado da sociedade, com padrões morais tão baixos, não apenas dos jovens, mas dos que possuem mais idade e experiência, há um grande perigo de se tornar descuidado e dar atenção especial a favoritos criando assim inveja, ciúmes e suspeitas más. O talento musical não raro incentiva o orgulho e o desejo de exibição, e os cantores não dedicam senão pouca atenção para o culto a Deus. A música, em vez de levá-los a lembrar-se de Deus, leva-os com freqüência a esquecê-Lo. — A Fé Pela Qual eu Vivo [MM 1959], 242; Carta 6a, 1890.

Sentimentos impróprios

Tive acesso a alguns de seus ensaios, e fui levada a ler os sentimentos que existiam no grupo, do qual você era líder. Havia mesquinhos ciúmes e invejas, ruins suspeitas e maledicências. … O culto de coração é o que Deus requer; o formalismo e o culto de lábios são como o metal que soa e o címbalo que tine. Seu cântico tem como objetivo a exibição, não louvar a Deus com o espírito e o entendimento. O estado do coração revela a qualidade da religião do que professa piedade. — Evangelismo, 507.

Sinceridade de coração

Exibição não é religião nem santificação. Coisa alguma há mais ofensiva aos olhos de Deus do que uma exibição de música instrumental, quando os que nela tomam parte não são consagrados, e não estão fazendo em seu coração melodia para o Senhor. A oferta mais agradável aos olhos de Deus é um coração humilhado pela abnegação, pelo tomar a cruz e seguir a Jesus. {MI 61.1}

Não temos tempo para gastar agora em busca de coisas que agradam unicamente aos sentidos. É preciso um profundo esquadrinhar do coração. Necessitamos, com lágrimas e confissão partida de um coração quebrantado, aproximar-nos mais de Deus; e Ele Se aproximará de nós. — Evangelismo, 510.

Mais consagração e menos ostentação
Aparelhamento faustoso, ótimo canto e música instrumental na igreja não convidam o coro angélico a cantar também. À vista de Deus, essas coisas são como os galhos da figueira infrutífera, que só mostrava folhas pretensiosas. Cristo espera fruto, princípios de bondade, simpatia e amor. Esses são os princípios do Céu, e quando se revelam na vida de seres humanos podemos saber que Cristo, a esperança da glória, está formado em nós. Pode uma congregação ser a mais pobre da Terra, sem música nem ostentação exterior, mas se ela possuir esses princípios, os membros poderão cantar, pois a alegria de Cristo está em sua alma, e esse canto podem eles dedicar como oferenda a Deus. — Evangelismo, 511, 512.

Música para o Senhor

A música só é aceitável a Deus quando o coração é consagrado, enternecido e santificado por sua docilidade. Muitos, porém, que se deleitam na música não sabem coisa alguma sobre produzir melodia ao Senhor, em seu coração. Esses foram “após seus ídolos”. Ezequiel 6:9. — Evangelismo, 512.

Publicado em: 29/03/2012 
http://www.redeadventista.com.br/musica/category/artigos/

Link interessante sobre a avaliação da música na igreja (clique abaixo):
TESTE DA NATUREZA DA MÚSICA SEGUNDO OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE

Anúncios

, , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: