Egito bombardeia Sinai e mata extremistas.

Egito, Israel e Hamas sob pressão após ataque no Sinai. 08-08-2012

JERUSALÉM — O ataque atribuído a ativistas islamitas com um saldo de 16 guardas fronteiriços egípcios mortos coloca sob pressão o Egito, para que retome o controle do Sinai, e Israel, que era alvo direto do comando.
O Egito, lançou nesta quarta-feira uma grande operação militar no Sinai e disparou mísseis em veículos de militantes islâmicos suspeitos de matar 16 policiais egípcios na região no domingo. Os mesmos tentavam se infiltrar após o atentado em território israelense, antes de serem neutralizados.
As forças egípcias anunciaram ter morto cerca de 20 “terroristas” durante ataques aéreos no Sinai.
 “As organizações de extremistas representam uma ameaça para todo o Oriente Médio, e não apenas para o Egito e Israel,  afirmou nesta quarta-feira um funcionário graduado do ministério israelense da Defesa, Amos Gilad.
Foi a primeira vez que o Egito usou mísseis no Sinai desde a guerra dos seis dias.Esse ataque aumentou a pressão que existe sobre o Egito para que restabeleça a segurança no Sinai, mas também pode fazer com que o Cairo peça com mais insistência uma revisão do tratado de paz com Israel, que limita sua presença militar na península.
Comentaristas egípcios temem que este caso agrave as relações entre partido dos ‘irmãos’ islamitas, do qual provém o presidente egípcio Mohamed Mursi, e o Exército.  O Hamas , que controla a região é ideologicamente próximo ao presidente Mursi.
Quando o presidente Hosni Mubarak estava no poder no Egito, Israel podia contar com sua hostilidade contra os islamitas palestinos. Mas agora a situação política é diferente.
“Este crime vai reforçar as instituições de segurança no Egito (…) e lhe dará argumentos para se opor a sua vontade (de Mursi) de suavizar as restrições de saída dos palestinos de Gaza”, disse Emad Gad, do centro Al-Ahram de estudos políticos e estratégicos do Cairo.
 Para Israel, a proliferação dos ataques praticados a partir do Sinai deve incitar o Cairo a tomar medidas contra os “grupos terroristas”.
 Egito, Israel e o grupo palestino fundamentalista que controla Gaza, o Hamas, estão sob a ameaça da ação de terroristas internacionais e terão que cooperar.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • ” Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” Apocalipse 1:3

  • “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom.” 1 Tessalonicenses 5:20-21.

  • "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne."
    Judas 1:21-23

%d blogueiros gostam disto: